Obrigado capitão!



Falta ainda uma jornada e também por isso haverá tempo para balanços ainda para mais quando ainda há objectivos em jogo. Mas é impossível não falar das lágrimas de André André no final do desafio, ele que hoje porventura terá feito mesmo o último jogo com a camisola do Vitória.

Despediu-se do Afonso Henriques, com as lágrimas de quem reconhece tudo o que o Vitória lhe deu, da mesma forma que todos reconheceremos tudo o que André nos deu. Se há jogador que cedo percebeu o que é vestir a nossa camisola, esse alguém é André. A camisola vitoriana foi sempre a sua segunda pele e em campo foi um de nós. Sempre.

É esta a fibra dos jogadores que marcam a nossa história. E André André fará para sempre parte dela. E num momento que foi, muito provavelmente, de despedida, resta-nos desejar que o futuro lhe sorria, porque sempre o fez por merecer. 

E hoje, em uníssono, dizer: Obrigado capitão! Obrigado por tudo! Boa sorte!

video

Ler mais

Empate no jogo, triunfo da identidade nas bancadas (0-0)



Em campo, um empate, sem golos. Com uma exibição plena de alma, aliás foi esse o mote de uma excelente temporada da qual ainda há um jogo para vencer. Mesmo com menos soluções, mesmo com alguns titulares de fora, a equipa foi gigante. Na atitude. 

No castelo voltou a não passar um dos candidatos ao título e, hoje mesmo coroado campeão nacional. Mas o que fica de mais especial foi o triunfo da identidade. Hoje, para quem tem dificuldades de entender, por este país fora, o que é o Vitória, ficou mais uma explicação. Sobre o que é afinal este sentimento vitoriano. Esta paixão que transborda a cada jogo e que faz desta uma cidade tão especial. 

O Vitória é exactamente isto que se viu. Um clube diferente. Numa cidade também ela diferente, onde apenas se respira Vitória. Onde só há lugar para um manto... o "manto branco". E em que estes jogos são fundamentais para a reafirmação do Vitória e para a manutenção de uma identidade muito própria.

Com este empate, o Vitória mantém em aberto a decisão do 4º lugar do campeonato, até ao último suspiro. Numa luta desigual perante um clube que gasta milhões, mas em mais uma prova de superação de um Vitória que fez uma excelente temporada e que hoje, voltou a apresentar vários jogadores portugueses, vários atletas da formação, mostrando de forma evidente que o caminho é, e continuará a ser este.

Pode ver toda a fotoreportagem do encontro e também da festa antes e depois do desafio no facebook do VIMARANES em http://ovimaranes.blogspot.pt/.
Ler mais

Estamos na final!



Duplo triunfo no fim-de-semana em Barcelos e o Vitória já está na final! Em mais uma grande temporada da equipa de Fernando Sá, o Vitória garante já um lugar na grande decisão da Liga de Basquetebol, depois de ter vencido o Barcelos por 3-1 nas meias-finais. 

O Vitória fica agora a aguardar o seu adversário, uma vez que o Benfica foi derrotado pelo Ovarense e por isso as meias-finais estão empatadas (2-2).

Parabéns Vitória!
Ler mais

Sabor amargo (2-2)



O empate não serviu a nenhuma das equipas. Ainda assim, objectivamente, permite ao Vitória garantir matematicamente pelo menos o 5º lugar do campeonato mas impede, no entanto, que os vitorianos se aproximem como poderia do 4º posto.

Num jogo onde as duas equipas mostraram como não se deve defender, o Vitória entrou mal, apático, e viu Marco Matias marcar logo no minuto inaugural. Ainda assim, ainda na primeira parte, duas assistências de Sami, a segunda das quais depois de um excelente trabalho sobre Marçal, permitiram ao Vitória operar a reviravolta no marcador com golos de Ricardo Valente e Bernard.

Pedia-se, a partir dessa altura, que o Vitória fosse uma equipa mais consistente defensivamente e que aproveitasse o adiantamento do Nacional para desferir o golpe fatal. Mas nada disso sucedeu. Na segunda parte, a equipa recuou em demasia, e a saída de Bernard sem que entrasse para o miolo ninguém capaz de segurar a bola, deixou o Vitória curto no terreno e à mercê do Nacional. 

A saída do ganês e o adiantamento de André, que já noutros jogos não havia resultado, voltou a ter igual desfecho. O Vitória encolheu-se e, atrás, cometeu mais um erro defensivo grave que resultou em mais um golo do Nacional. De novo, Marco Matias, o ex-Vitória a marcar e a restabelecer a igualdades.

Só nos descontos, o Vitória de forma sôfrega pareceu ser capaz de um assalto à baliza de Gottardi mas já não foi a tempo. O empate tem sabor amargo, porque não permite ao Vitória encostar-se ao seu rival. Ainda assim, com seis pontos para jogar, é ainda possível encurtar as distâncias, se o Vitória for capaz de ser feliz nos próximos dois encontros.

Domingo, há mais. Pelas 18 horas, diante do Benfica, num encontro em que a equipa vitoriana não poderá contar com Bernard e Cafú que viram amarelo na Choupana.


Foto: Maisfutebol
Ler mais

Golos do Vitória em relato



Duas assistências de Sami, e golos de Ricardo Valente e Bernard. Como habitualmente, aqui ficam os relatos dos golos do Vitória aos microfones da Rádio Fundação.

Ler mais

Vitória B vence em Alcochete (2-3)



O Vitória B derrotou esta tarde o Sporting B por 3-2 em Alcochete. Num jogo muito emotivo e disputado, os vitorianos realizaram uma exibição personalizada e de grande qualidade e garantiram o triunfo depois de uma reviravolta no marcador.

Vigário inaugurou o marcador aos 41 segundos, numa boa execução do avançado vitoriano, dando o mote para o excelente triunfo na capital. Ainda assim, Rubio e Dramé ainda dentro dos primeiros 10 minutos, colocaram o Sporting B na frente. 

Uma fase inicial de jogo com muitos golos que ainda teria mais um, à passagem da meia hora por intermédio de Areias, restabelecendo a igualdade no marcador e de alguma forma a justiça.

Já na segunda parte, o Vitória B voltou a entrar personalizado no encontro e logo aos 58 minutos chegaria ao 2-3, de novo, pelo avançado Areias depois de uma assistência de Vigário que se antecipou ao guardião contrário.

Com este resultado, e a três jornadas do final, o Vitória B sobe ao 9º lugar da classificação.



Foto: Lusa
Ler mais

Valente passo rumo à Europa (2-0)



Dois golos de Ricardo Valente garantirem três preciosos pontos na recepção ao Estoril e, mais do que isso, um passo quase decisivo rumo ao regresso à Liga Europa. Mesmo sem fazer uma grande exibição, o Vitória foi sempre controlando o jogo como quis e acabou por marcar em momentos determinantes no desafio.

Marcar logo aos quinze minutos, permitiu ao Vitória ficar mais confortável no jogo e obrigar o Estoril a tomar a iniciativa da partida. E o segundo aos oitenta e dois, numa altura em que o Estoril se estendia um pouco mais no terreno de jogo, teve o condão de dar a machadada final no desafio.

Triunfo justo do Vitória que teve em Ricardo Valente a sua principal figura. O jogador ex-Leixões, já leva cinco golos com a camisola do Vitória e hoje voltou a estar no sítio certo em duas ocasiões, respondendo a assistências de Bernard e Alvez. 

O Vitória soma agora 50 pontos e tem a Liga Europa à sua mercê. Com três jornadas para disputar, o Vitória tem tudo para cumprir o objectivo a que se propôs esta temporada.

Uma última nota, de orgulho. Foi um orgulho ver os atletas das mais variadas modalidades uma vez mais homenageados. Foi um orgulho ver dois grandes campeões (Rui Bragança e Ulisses Dias) homenageados como merecem. O Vitória é isto. Ecletismo.



Foto: MaisFutebol
Ler mais

Golos do Vitória em relato


Aqui ficam como habitualmente os relatos dos golos do Vitória esta noite diante do Estoril. Dois golos de Ricardo Valente que valeram a conquista de três importantes pontos rumo ao objectivo Europeu.

Ler mais

Entrevista - Mendes, o "pé canhão" (áudio)


Por mais que nunca o tenha visto jogar, tenho a sensação que cresci a ouvir a expressão Mendes, o "pé canhão". As histórias do seu poderoso pontapé, a história do guarda-redes que um dia entrou pela baliza dentro, depois de um pontapé batido por António Mendes.

Foi, rezam as crónicas, um dos melhores jogadores da história do Vitória fazendo parte de uma equipa que esteve muito perto de ser campeã nacional, tendo terminado a apenas três pontos do título. Pode ler muito mais sobre a história desde jogador no blogue Glórias do Passado onde consta esta e muitas outras fotos e histórias deste grande jogador, que foi o primeiro internacional A com a camisola do Vitória.

Na passada sexta-feira, entrevistei-o na Rádio Fundação, para o programa Contra Ataque. Agora com 78 anos, Mendes vive em Lisboa de onde é natural. E o carinho com que fala do Vitória é fantástico. Não precisaríamos destas entrevistas para perceber que o Vitória é um clube especial, mas talvez sejam entrevistas que, aqueles que envergam a camisola do clube, nos mais variados escalões, não devem deixar de ouvir.

Uma entrevista a não perder:



Pode recordar todas as outras entrevistas realizadas quer por este blogue, quer no âmbito do programa da Rádio Fundação, neste link:

http://ovimaranes.blogspot.pt/search/label/Recordar%20%C3%A9%20Viver%20-%20Entrevistas

Ler mais