André - o pequeno gigante!


O André não precisará de elogios. Não precisará de correntes em redes sociais para exigir a sua convocatória para a selecção. Nem tão pouco precisará que qualquer um de nós, conhecendo o seu valor como jogador ou como profissional, digamos ou escrevamos vezes sem conta que André André merece ser olhado de outra forma por Paulo Bento.

O que André André precisa, e fá-lo como ninguém, é responder em campo. Responder com a sua classe, com a sua qualidade, com a sua capacidade de trabalho, capaz de arrastar a equipa mesmo quando esta parece numa terrível encruzilhada. 

Talvez a ironia destas coisas esteja no nome do seleccionar. Paulo Bento, conhece o Vitória. Sabe bem o que é jogar de Rei ao peito. Sabe o que é jogar fora dos clubes da situação. E sabe o que é ser-se jogador fora da rede do empresário do momento. Sabe o que é subir a pulso uma carreira. Paulo Bento sabe tudo isso, mas não coloca em prática.

Mas não se pense que o espanto é apenas nosso. Não é. É de todos aqueles que vão seguindo o futebol. O comentador da TVI Pedro Sousa, dizia no passado domingo que "para se ser seleccionador é preciso ver-se mais à frente. Que é fácil convocar jogadores que estão já no Málaga ou no Valência, mas difícil é convocá-los quando ainda jogam em Setúbal", continuava dizendo "porque não se olha para o momento? Porque não se convoca André André e Tomané?". Pois é. A resposta é difícil de dar. E se relativamente a Tomané nos podemos escudar na convocatória dos sub-21, no caso de André André o caso assume contornos estranhos, até atendendo ao naipe de jogadores escolhidos.

Nós, por cá, sabemos o que  o André vale. O tipo de homem, de profissional e de jogador que é. Nós, por cá, sabemos que o André não se deixará afectar pelas convocatórias e que continuará a responder em campo, como o fez no passado sábado no Restelo. Com a garra habitual e com a classe de sempre. E esperando que, a qualquer momento, Paulo Bento tire a venda, ou que o deixem tirar, e possa olhar "mais à frente". 

Por enquanto o André continuará a fazer o seu caminho, ao lado de uma equipa jovem, com potencial, aguardando que um dia a selecção volte a ser de todos nós!
Ler mais

Mais do que a vitória, a atitude! (3-0)


Apesar dos dias que já passaram desde o triunfo no Restelo, não há como esquecer aquela imagem. Não que ganhar no Restelo seja algo assim tão raro que nos deva deixar entusiasmados. Não, que ter ganho aquele encontro tenha valido mais do que os três. A análise vai muito para além disso. Vai para o facto de termos visto, de novo, naquela tarde uma prova de que esta equipa vitoriana gosta de se superar, e de demonstrar que se há coisa em que é forte é na união e na garra. E nisso, a equipa foi heroica.

Porque mesmo perante uma contrariedade imposta pela equipa de arbitragem, soube contornar as dificuldades e responder da única maneira possível. Impondo o seu futebol, afirmando-se como melhor do que o adversário e vencendo com inteira justiça, construindo até um resultado volumoso.

E este Vitória entusiasma por isso. Porque não seria suposto que uma equipa composta por jogadores tão jovens, apresentasse uma maturidade tão significativa. E mais do que isso, apresentasse aquela alegria de jogar que às vezes tanto reclamamos. Mérito claro deles, em primeira instância. Mas também de Rui Vitória, porque esta equipa joga hoje melhor do que no passado e mérito também daqueles que nos últimos anos os ajudaram a crescer, incluindo nesta equação o próprio treinador da equipa B, Armando Evangelista.

Três jogos, três triunfos, nove golos marcados e apenas um sofrido. O coração diz-nos que "esta equipa está a fazer-nos sonhar", o realismo alerta-nos "que ainda só estamos no início". Mas seja no início, no meio ou no fim, a verdade é que esta equipa merece (e tem aliás merecido por parte de vários comentadores fora do universo vitoriano) os mais rasgados elogios.

Venha o próximo adversário. Aqui estaremos, com a mesma humildade mas com a mesma capacidade de superação dos últimos jogos. Dia 14 contra o Porto, esta jovem equipa merece um estádio cheio. Pressão? Sim existe claro. A pressão de ganhar sempre. Mas, sabem eles e sabemos nós que, no final do jogo, e seja qual for o resultado, só queremos sentir orgulho neles. O orgulho de ter visto uma equipa fazer de tudo para ser feliz!



Foto: Maisfutebol
Ler mais

Juventude que entusiasma! (3-0)



Ponto prévio. Foram jogados apenas dois encontros e, ter a noção do que ainda aí vem, dos obstáculos que serão precisos ultrapassar e dos dias que ainda virão de desilusão, é meio caminho andado para saborear de forma mais real este arranque que ultrapassa as expectativas.

Ontem, no intervalo do jogo, um adepto confidenciava aos microfones da rádio que a equipa podia não estar a fazer uma grande exibição mas que tinha dado tudo o que tinha. Ora, é isto que sempre exigimos. O Vitória continua a ser composto por um plantel jovem, mas capaz de lutar sempre e até ao fim por um resultado feliz. Rui Vitória dizia que gosta de ter no plantel jogadores que "querem subir na vida" e essa ambição está patente em cada jogada.

Este Vitória, é irreverente. A irreverência própria de uma juventude com ambição de triunfar. É alegre. Com a alegria que se pede a quem está a dar os primeiros passos no futebol. Olhar para a ficha de jogo de ontem e comparar com a ficha de jogo do último Vitória B - Benfica e Castelo Branco, e ver tantos jogadores que ainda há poucos meses jogavam no Campeonato Nacional de Seniores, é um motivo de orgulho. 

Este Vitória está a crescer. Ou melhor, continua o processo de crescimento que a crise obrigou. E ao longo dos últimos anos temos mostrado que formar, vender e voltar a formar é o único caminho possível para voltarmos a ter o Vitória ao nível do que pretendemos.

Confesso que, mais importante que os dois triunfos e os seis golos marcados, é olhar para este jovem Vitória e perceber que há ali jovens que, como cada um de nós cresceu neste clube. Acreditou que era possível alcançar o mais alto nível e conseguiu. E outros que, chegados dos mais variados cantos do país ou até fora dele, encontraram no Vitória, o clube certo para crescerem e se projectarem.

Ontem, foi mais uma lição de qualidade mas, e é isso que impressiona, de maturidade de um Vitória que está bem e se recomenda e que os mais de 14 mil nas bancadas de ontem souberam brindar com o aplauso merecido. A nossa tentação é destacar a exibição de um ou outro jogador, mas hoje e mais a frio, deixem-me destacar o colectivo. Esse sim, me entusiasma. E enquanto jogar de peito aberto, com esta raça e vontade, nenhuma derrota me vai fazer desesperar, do mesmo modo que nenhum triunfo nos deverá fazer embandeirar em arco. Venha o Belenenses!

Veja o álbum de fotos do encontro de ontem na nossa página do facebook em: https://www.facebook.com/ovimaranes.blog.
Ler mais

Golos do Vitória em relato


Aqui ficam os relatos dos golos do Vitória na noite de ontem frente ao Penafiel aos microfones da Rádio Fundação. Dois golos de Bernard e um de Tomané. Dois jogos, dois triunfos, seis golos marcados e apenas um sofrido.


Ler mais

Os "meninos" empolgaram! (1-3)


Conseguido o pleno. Começando pelo mais importante, o Vitória iniciou da melhor maneira a temporada com um triunfo inequívoco em Barcelos, voltando a demonstrar que esta equipa vitoriana, apesar das suas limitações, tem uma margem de crescimento tremenda. Fora do estádio, as claques deixaram bem vincado o protesto, face aos preços dos ingressos estabelecidos pelo Gil Vicente, em mais uma medida de dirigentes que continuam a contribuir para o definhamento do futebol português. Dentro do reduto barcelense, os vitorianos também não faltaram com o apoio aos "miúdos" do Vitória. No fundo, tudo correu bem!

Em Barcelos, o Vitória foi sempre superior. Capaz de criar, dominar e controlar, um Gil Vicente que desiludiu. Por culpa própria, mas também por responsabilidade da irreverência dos jovens jogadores do Vitória. Olhar para a equipa principal e ver jogadores como Cafú, Hernâni, Bernard ou Alex, actuarem como "gente grande", só volta a demonstrar o acerto do caminho escolhido. A equipa B continua a dar frutos e o Vitória vai construindo o seu futuro. 

Bernard foi talvez o expoente máximo de uma equipa que teve ainda em Hernâni, autor de dois golos, um dos principais motores do ataque. Mas este Vitória valeu, de novo, pelo colectivo. Pela capacidade de luta, mas já com momentos de excelência como o golo de Bernard. 

Um Vitória que garantiu três pontos no arranque que darão certamente confiança à equipa, mas também aos seus adeptos. Mas um triunfo que, se por um lado, demonstra aos associados que pareciam alarmados com a qualidade do plantel que não há razões para pessimismo, por outro também não pode deixar esconder que existem ainda lacunas neste elenco e, mais do que isso, uma margem enorme de crescimento desta equipa.

Mas, e mais uma vez, não há vitoriano que não tenha deixado de ficar orgulhoso pela resposta dos jovens jogadores do Vitória. Sexta-feira há mais. Com o Penafiel. Mais uma batalha, para ganhar!

Podem ver os melhores momentos do jogo de ontem, neste link:

http://videos.sapo.pt/vjunWZkI69ZerJbJnvcs



Foto: Sítio oficial Vitória SC
Ler mais

Excelente estreia (3-0)


Não se poderia pedir melhor. Triunfo claro sobre um dos crónicos candidatos à subida, mesmo em casa emprestada, e conjugando-o com uma exibição eficaz e agradável. Talvez a produção de jogo não esteja de acordo com a diferença no resultado, mas ninguém ousará dizer que a vitória não foi justa.

Principalmente quando teve necessidade disso, ou seja, no primeiro tempo, o Vitória B foi melhor do que o Feirense e começou a construir uma vitória justíssima, primeiro com um golo de Lima Pereira e depois com uma grande penalidade convertida por Bruno Alves. Na etapa segunda, foi a vez de Ricardo com um grande remate fora da área, fazer o melhor golo da tarde.

Os bons indicadores fornecidos durante a pré-temporada também estiveram presentes no primeiro jogo oficial, com a equipa a demonstrar qualidade de jogo e mais do que isso jogo colectivo, apesar da juventude desta equipa. Aliás, olhar para o onze e para o banco e ver tantos jogadores formados no clube só pode provocar um sorriso rasgado nos vitorianos.

Claro que esta vitória é apenas um pequeno passo numa temporada que se prevê muito difícil. O campeonato é muito longo, demasiado até, e será certamente pautado pelo equilíbrio. Por isso, as dificuldades que esperam os vitorianos serão muitas. Ainda assim, a qualidade destes jogadores e a margem de progressão que a equipa terá, dá confiança para que a tranquilidade - leia-se manutenção - seja alcançada.



Foto: Sítio oficial Vitória SC
Ler mais

O elenco para 2013/14



Uma festa simples e bonita, na apresentação dos conquistadores 2014/15. Faltou apenas a "surpresa", a tal que os vitorianos pretendiam, ou seja, um avançado que possa dotar o plantel de Rui Vitória de maior qualidade. Apesar de tudo, este é um elenco que oferece algumas garantias e mais do que isso, que volta a contar com jogadores com uma margem de crescimento tremenda. 

É verdade que falta gente com poder de fogo para que este Vitória não tenhas as dificuldades de concretização do ano transacto, e por isso, espera-se que brevemente jogadores que possam fazer a diferença cheguem ao Berço.

Naturalmente que todos gostaríamos que o plantel estivesse já fechado, aliás esse seria um desejo de todos os adeptos, de todos os clubes, contudo e num mercado que infelizmente apenas fecha no final do mês, todos os clubes mantêm-se abertos a entradas e saídas.

Desde a apresentação, André Santos já saiu e Maazou vai a caminho. No caso do segundo, uma saída mais do que natural não só atendendo à sua produção ao longo da última temporada, como principalmente à falta dela já nesta pré-época. Faltam os reforços, provavelmente mais dois avançados e um médio-ofensivo que ajude a fazer a diferença.

Se chegarem, creio que todos temos razões para acreditar que teremos um Vitória melhor para a temporada que agora se vai iniciar.
Ler mais

Entrevista de Leonel Olímpio na Rádio Fundação



Foi um dos jogadores que ficará na história do clube por ter feito parte de um grupo forte e unido que conseguiu a conquista daquele que é o maior troféu da nossa história. Depois de nos últimos anos ter vestido a camisola vitoriana, saiu esta temporada rumo a um desafio na Moldávia. Leonel Olímpio deu uma entrevista na passada sexta-feira no programa Contra-Ataque da Rádio Fundação e não esqueceu o Vitória e os seus adeptos. Promete continuar a ser um vitoriano à distância:


Ler mais

Concentração Ultra na Póvoa de Varzim



FIM DE SEMANA ULTRA !!! INVASÃO A POVOA !!! 

Sábado pelas 17h no Relógio/Esplanada (Passeio Alegre), SUSPEITOS DO COSTUME & WHITE ANGELS vão fazer 1 concentração acompanhada de cortejo rumo ao Estádio do Varzim para apoiar os nossos conquistadores!

Lançamos desde já o repto a todos os vitorianos para se juntarem a esta iniciativa. 

JUNTOS SEREMOS ETERNOS


Ler mais

Ramón Cardozo (ex-Vit. Setubal) pode ser reforço



Segundo a noticia de hoje do Jornal Record, estará encontrado o ponta-de-lança para o Vitória 2014-2015: Ramón Cardozo ex-Vitória de Setúbal.

O possante avançado de 28 anos chegará a Guimarães já este fim-de-semana a titulo definitivo. 

O mesmo jornal cita declarações do atleta à comunicação social paraguaia afirmando ter recebido uma proposta do Vitória.

O negócio dá-se, segundo avança também o Desportivo de Guimarães graças à intervenção do accionista Mário Ferreira. 

Ramón Cardozo esteve em destaque na época passada no Vitória de Setúbal onde apontou 6 golos, 2 dos quais tendo sido apontados no Estádio Afonso Henriques.
Ler mais

Santiago Montoya a caminho do Berço!



Segundo os jornais desportivos de hoje, Santiago Montoya estará muito perto de reforçar a equipa do Vitória para a época 2014-2015.
O talentoso médio será cedido por uma época pelo Vasco da Gama, ficando o Vitória com a opção de compra por um valor ainda por determinar.

Santiago Montoya depois de representar o Atlético Nacional (Colômbia) foi transferido para o All Boys (Argentina) onde depois de uma excelente época, convenceu o Vasco da Gama a despender de 1 milhão de Euros para conseguir o concurso do jovem jogador.

A confirmar-se a transferência, será seguramente um reforço de peso para a equipa orientada por Rui Vitória.
Ler mais