terça-feira, agosto 04, 2009

DESFILE DA MARCHA GUALTERIANA ENCERROU FESTAS DA CIDADE

A inigualável Marcha Gualteriana, (desfile bastante apreciado pelos Vimaranenses e Turistas) encerrou mais uma vez com pompa, as Festas da Cidade de Guimarães e Gualterianas.
A Marcha Gualteriana, como é hábito desde 1906, traz para as ruas da cidade milhares de pessoas, para verem passar o desfile dos iluminados e temáticos carros alegóricos, um desfile composto também pelos não menos apreciados números vivos entre os vários sectores. É em súmula, uma marcha com produção visual com carácter cultural e profana, com entretenimento e paródia à mistura, com mensagens satíricas e com as habituais críticas, em função dos acontecimentos vividos em torno da cidade, do país e do mundo.
A Marcha Gualteriana versão 2009, fez desfilar pelas ruas apinhadas de público, dez carros alusivos a vários temas, sendo o “Carro de abertura” dedicado às comemorações dos 900 anos de D. Afonso Henriques; “Carro da cidade” dedicado à Câmara Municipal de Guimarães; seguiram-se o “Carro “Offshore”; “Carro Circulo Arte e Recreio”; “Carro Malaca e a Tradição Portuguesa”; “Carro América”; “Carro Minho Pitoresco”; “Carro da Criança”; “Carro da Índia”; E “Carro Balonas”.
Nos números vivos, a figura de D. Afonso Henriques foi uma personagem em destaque, e nem a recente polémica levantada por Viseu, sobre as origens de D. Afonso Henriques faltou. Viram-se mensagens disseminadas e com chacota para os que defendem a tese de Viseu.
Em minha opinião, só a abertura da Marcha, tem perdido algum impacto e espectacularidade nos últimos anos, e este ano não foi excepção. As majorettes que fazem a abertura da Centenária Marcha Gualteiana, são muito novinhas, já não passam a marchar, como acontecia antigamente e desfilam sem a alegria natural de outros tempos. É quanto a mim, um aspecto a rever e a melhorar.
Televisões presentes, só mesmo as equipas do “Mais Portugal TV” e “GMR TV”, ambas de Guimarães.





















11 Comentários:

Diogo Ferreira disse...

Obrigado pelas fotos!! Que beleza...Para o ano há mais..

4/8/09 19:21
Anónimo disse...

Pelo que vi na Guimarães TV, a TVE também esteve presente.
Ricardo Pinto

4/8/09 20:19
Anónimo disse...

Inigualável porquê? Que parolada!!!

Mostrem é o que temos de bom. A cultura, as bilibotecas, os museus...

4/8/09 22:09
Anónimo disse...

Mesmo!!

Detesto estas festas !

So parolos nas ruas!

Durante o ano nao saem de casa depois vao para as farturas e o pao com chouriço !

Acabem com isto ,parece que estamos nas aldeias!

Isto é uma cidade !

5/8/09 00:45
Douglas99 disse...

Para aqueles que consideram que as Nossas Gualtarianas são parolice, e aqueles que participam nelas são parolos, digo o seguinte.
Parolos e incultos sois vós por não perceber que as festas, sejam Gulatarianas, Sãojoaninas, Antoninas, etc. fazem parte da cultura de um povo, de uma cidade, de uma região e de um país. Festas há em todo lado, seja em Portugal, Espanha, França, etc.
E não será por participar nessas mesmas festas que as pessoas possam ser considerados parolos, por alguém que consegue ser mais parolo.

5/8/09 09:45
João Paulo (Covas) disse...

Os anónimos se não gostam, não devem aparecer, mas se conseguem criticar então é porque (também estiveram por lá...).
Do vosso ponto de vista (bacoco), o S.joão de braga e porto, também deve ser extinto...
pf, limitem-se á vossa insignificância...

5/8/09 12:03
Tó disse...

Parolos sem limites, os anónimos que escreveram que milhares de pessoas que participaram nas festas são parolos.

Gostei das criticas ao governo e a Viseu. Em cheio!

5/8/09 13:05
André disse...

Parolada há em toda a parte, no futebol, nas festas populares, no cinema no teatro e no circo, e há também em alguns comentários, como são o caso dos que se esconderam no anonimato, como os dois anónimos. Esses são principais parolos.

5/8/09 16:30
Anónimo disse...

A Marcha Gualteriana sobrevive com muitas dificuldades, pode até acabar.
Quando o Alberto Oliveira fazia parte da Marcha não faltava o dinheiro da Câmara, como se zangou e bateu com a porta, a Câmara já não larga os Euros. Esse Alberto Oliveira queria mandar sozinho na Marcha, mas nunca apareceu para martelar palhão, ou para sujar as mãos de cola como fazem todos os obreiros da Marcha, como sempre fizeram todos ou presidentes da Marcha. Alguns, só querem lidar com o dinheiro……A torneira da Câmara fechou-se para a Marcha, só porque o Alberto Oliveira deixou de fazer parte da dela.

Em síntese gostei das festas deste ano. A Feira do artesanato voltou ao local certo, menos a pretalhada, que fazem mais sentido nas ruas da cidade (Alameda).
Gostei do fogo de artificio e da Marcha.
Da Marcha perdeu-se a tradição das "bichas" (pequenas tochas) que ajudavam a guiar os carros, não sei porquê, acabaram com isso. Era um pequeno pormenor que dava luz aos condutores dos carros e ficava bonito para quem vê a Marcha.

5/8/09 18:42
Anónimo disse...

Parabéns pela reportagem.

Só uma correcção, o Carro Malaca teve uma avaria e não chegou a desfilar.

5/8/09 18:53
LG disse...

Esteve tudo bem, menos o carro da cidade que não levava o Ino da Cidade e Guimarães a tocar.

6/8/09 15:30