domingo, outubro 18, 2009

Conseguido o mais importante

VITÓRIA 3-1 FEIRENSE (Desmarets, Douglas e Nuno Assis)


Ninguém esperaria milagres por parte do novo treinador em apenas 3 dias e talvez por isso a qualidade exibicional desta tarde ainda tenha estado longe daquilo que os vitorianos desejam. Mas, a verdade, é que o mais importante foi cumprido. O Vitória venceu de forma justa, clara e, porque não dizê-lo, sem grande sofrimento, o Feirense e segue por isso rumo à 4ª eliminatória da Taça de Portugal.

Com pouco dias de treino, nota-se que Paulo Sérgio ainda procura conhecer o plantel que tem agora ao seu dispor e, com o tempo, certamente que terá de limar várias arestas de um grupo de tem obrigação de render muito mais do que o que rende, actualmente. Para esta partida, o novo treinador vitoriano, apostou no regresso de Milhazes à titularidade e um esquema táctico que não andou longe de um 4x4x2, com Targino e Douglas mais adiantados e sem extremos de raiz, mesmo que Desmarets descaísse várias vezes para o lado esquerdo do ataque.

O golo de Desmarets logo aos 7 minutos - um remate fantástico do "meio da rua" - prometia dar mais tranquilidade à equipa, mas o que é certo é que o Feirense mostrou ser sempre uma equipa muito competente e que foi dando muito trabalho ao Vitória. Contudo, a permeabilidade defensiva vitoriana, que acabou por ser gritante do lado esquerdo, permitiu ao Feirense empatar.

Ainda assim, não tardou muito para o Vitória regressar à liderança no marcador, na sequência de um pontapé de canto e com Douglas, livre de marcação, a marcar de cabeça o segundo para os vitorianos. O Vitória não atingia patamares de excelência em termos exibicionais, mas marcava nas oportunidades que detinha e por isso, ia dando passos seguros rumo ao triunfo.

Na segunda parte, Paulo Sérgio acabaria por alterar o sistema táctico vitoriano. O Vitória abdicava do 4x4x2 e jogava agora num esquema bem mais próximo do 4x3x3, com Targino descaído para a direita e Desmarets aberto na esquerda. Paulo Sérgio disse na conferência de imprensa que pretende implementar o esquema do primeiro tempo, mas a verdade é que o Vitória foi melhor no decorrer da etapa complementar. Targino, por exemplo, subiu muito de produção e a equipa aproveitou isso para se balancear mais para o ataque. No entanto, o início da segunda parte não livrou o Vitória de alguns calafrios e o público ia exasperando com a exibição vitoriana.

As duas oportunidades de João Alves anteviam que a qualquer momento o Vitória poderia resolver o jogo, e foi isso que aconteceu na sequência de uma jogada individual de Nuno Assis. O Vitória fazia o 3-1 e tranquilizava definitivamente os adeptos. Um triunfo justo, por uma margem que espalha bem as diferenças entre as equipas e que se adequa tendo em conta a diferença no número de ocasiões de golo de uma e de outra equipa. Verdade também, é que a exibição não encantou e foi apenas q.b. Mais do que isso, realça um facto que já se previa. Paulo Sérgio tem ainda muito trabalho pela frente para colocar a equipa dentro do nível que certamente pretenderá. Mas o que se exigia foi conseguido. O Vitória segue na Taça, eliminando um adversário com bons argumentos e forte candidato à subida de divisão.

+

Desmarets - Fantástico golo do haitiano. Um remate forte, colocado e de muito longe que permitiu inaugurar o marcador. Além disso, foi sempre dos jogadores mais esforçados e esclarecidos e ainda assistiu Nuno Assis para o 3º golo.

Nuno Assis e Targino - Principalmente pela segunda parte, onde agitaram mais o futebol ofensivo do Vitória e ajudaram a resolver o encontro.

-

5901 espectadores - O bilhete custava 5 euros, a crise na região é grande e muitos vitorianos foram ver a selecção na passada quarta-feira. Tudo atenuantes para a desoladora casa de hoje. Ainda assim, serão suficientes? Nem a festa da Taça, num Domingo à tarde, foi capaz de chamar mais vitorianos, nem mesmo na estreia de um novo técnico.

Milhazes - Uma exibição muito fraquinha do lateral esquerdo do Vitória. Passividade e permeabilidade que o Feirense foi aproveitando e que os adeptos não perdoaram.

10 Comentários:

jotafundador disse...

O mais importante foi conseguido, seguir em frente na Taça.
Não menos importante foi que Paulo Sérgio tenha entrado com o pé direito nesta missão, que é tentar salvar uma época e quem sabe, construir aqui em Guimarães uma equipa de futebol capaz de nos dar alegrias.
Quanto ao público, já era previsivel uma fraca afluência, dado que as pessoas (como escrevia num post recente relativo à selecção um leitor) aderem em maior número em função da importância do jogo em questão. A Taça ainda vai no início e o Feirense é uma equipa pequena. Se o jogo de hoje tivesse sido um Vitória - Porto, ou Braga, ou outro adversário do mesmo nível, as pessoas tinham aderido em maior número.
O jogo de hoje contou ainda com uma agravante, atendendo a que cada espectador tinha que pagar 5 Euros, que não sendo caro, numa familia inteira torna-se caro.

18/10/09 21:30
lafuente disse...

Bem o mais importante foi ganhar e passarmos de eliminátoria.Quanto ao jogo gostei da clara subida de produçao do desmarets com um grande golo euma bela assistencia para o do assi e do douglas muito esforçado e a mostrar outra motivaçao estava claramente a precisar de um golo.Nota negativa para o molhazes agora percebo o porque de nao jogar de inicio.Acho que o mendieta esta a merecer uma oportunidade.Quanto ao público nao foram muitos mas também nao foram muitos poucos.13 clubes da liga levam menos assistencia que a de hoje.Quanto ao paulo sérgio tem muito trabalho pela frente e acho que o 4-3-3 da 2-metade é melhor para os jogadores que o vitória dispoe.Força e ganhem aos lagartos agora.

18/10/09 22:49
lafuente disse...

Agora na 4-eliminátoria venha um pequeno.Mas a sorte que temos ou jogamos com um grande ou vamos a sétubal como quase sempre.

18/10/09 22:50
lafuente disse...

Parabens ao volei e basket por mais um triunfo hoje.Continuem

18/10/09 23:12
su disse...

Milhazes!!! Com toda merda que faz segundo os seguidores deste blogue é o atleta com mais assistência ( 2 assistências para golo ) Ganhem vergonha nessas caras e deixem o rapaz jogar em paz, vocês ou nós bem dizendo vitorianos por vezes mais atrapalhamos do que ajudamos parem de engraxar alguns jogadores e aprendam a ver futebol com a cabeça e não o coração. Tenho vergonha dessa 6 dúzia de palhaços que fazem comentários ridículos, até da vontade de rir :-) Enfim o que importa é que o nosso vitória venceu e seguiu em frente. Força Vitória

18/10/09 23:35
ALEX disse...

NÃO SÃO SÓ OS ADVERSÁRIOS QUE NÃO MOBILIZAM OS ADEPTOS, MAS A EQUIPA E O PRESIDENTE

18/10/09 23:44
ALEX disse...

ACREDITO NO PAULO SÉRGIO

18/10/09 23:46
Anónimo disse...

Su , vergonha so podes ser tu!

Deves ser uma miuda ne?

La por tares tar apaixonada pelo homem , nao podes ter palas nos olhos ...

19/10/09 02:55
Anónimo disse...

Tivemos dois Vitórias diferentes: Na 1ª parte foi o vitória do costume; com poucas ideias, sem ligação, com falta de confiança.
Na 2ª parte já teve o dedo do treinador; mais ligado, mais confiante, mais unido, várias oportunidades de golo. A Vitória não foi fácil mas foi justa, valeu pela segunda parte.
Bem vindo, Paulo Sérgio eu acredito no seu potencial.
Muito recente se criticou e com razão os jogos á sexta e segunda, ontem para espanto de todos em plena tarde de domingo com um sol de verão a resposta não podia ser mais negativa, 5901 adeptos é mau de mais para ser verdade.

Vamos apoiar o Vitória, seja á sexta, segunda ou domingo.

António Lopes, Amigos Vitória.

19/10/09 20:26
Anónimo disse...

Su vai tu engraxar jogadores para o complexus.Cada um expressa o que sente e ninguem maltratou ninguem.Oxalá o milhazes jogue mais.

19/10/09 21:20