quinta-feira, outubro 08, 2009

Opinião de... Samuel Silva

A próxima vítima

A ditadura televisiva tem atirado os jogos do Vitória para dias de semana o que, aliado aos meus compromissos profissionais, me tem obrigado a perder a oportunidade de ver os jogos desta época. Assisti apenas a duas partidas da curta era Nelo Vingada, pelo que me sinto pouco à vontade para avaliar o desempenho da equipa dentro de campo.

De qualquer das formas, com os olhos nos resumos televisivos, nos jornais e, sobretudo, na realidade crua da classificação, o início de temporada do Vitória está a ser trágico. Seis pontos em sete jogos e um lugar mais próximo das posições de descida do que dos objectivos habituais do clube são motivos de sobra para que entenda o sentimento que perpassa os sócios e adeptos do Vitória.

O cenário do despedimento de Nelo Vingada era, por isso, uma realidade que se começava a adivinhar nas últimas semanas. E que ficou ainda mais claro depois de mais uma paupérrima prestação na Madeira, na segunda-feira.

A verdade é que o Professor tinha ao seu dispor, em teoria, um dos melhores plantéis vitorianos dos últimos anos. Olhando para a equipa do histórico 3º lugar com Cajuda, vejo no plantel desta temporada, mais e melhores armas, sobretudo no ataque, pelo que há óbvias responsabilidades de Vingada neste insucesso.

Desde logo porque nunca conseguiu perceber a dimensão do clube em que se encontrava, como o provam a disposição táctica escolhida em Paços de Ferreira (um dos dois jogos que pude ver) e o discurso adoptado do final do jogo com a União de Leiria, há uma semana.

Mas Nelo é, quanto a mim, tanto réu como vítima. Não parece estranho que o Vitória despeça dois treinadores em pouco mais de três meses? Não parece estranho que velhos problemas e vícios do clube (falta de atitude dos jogadores, lesões frequentes) se repitam este ano, com uma nova equipa técnica?

É claro que há no Vitória um problema estrutural. Um problema que passa, sobretudo, pelo amadorismo da estrutura. Como é que outros clubes conseguem mudar de treinador e manter uma mesma linha desportiva e os resultados em consonância? Porque têm estruturas profissionais e uma linha de rumo definida por quem manda. Os treinadores são, nesses casos, tal como os jogadores, meras peças técnicas, de um projecto mecanizado.

No Vitória isso não existe há muito. Coisa que esta direcção nunca foi capaz de a definir, por muito que a culpa não lhe possa ser imputado em exclusivo. Por isso, qualquer que seja a próxima escolha para treinador do Vitória (e as solução não são muitas nem especialmente entusiasmantes) é para mim claro que será um treinador a prazo, pronto a ser engolido pela incompetência estrutural que se apoderou do clube.

Por Samuel Silva

8 Comentários:

Anónimo disse...

faz falta encostar alguns jogadores como moreno e flavios so falam mas nao jogan nada so porque sao da casa fazes o quere nao sar eles o culpado de ir para a segunda

8/10/09 12:08
ingles disse...

vai o nelinho fica os culpados vasco santo o milo março e tarde

8/10/09 12:13
Ricardo Silva disse...

Concordo na generalidade com as suas palavras caro samuel mas acho que esta a faltar algo...A nossa filosofia e a nossa postura enquanto adeptos tem de mudar!!!Senao vejamos...Pimenta Machado;nao serviu porque era gatuno e sacos azuis(onde andas miranda)e negocios para o bolso!Vitor magalhaes;nao serviu porque era de moreira e nao tinha estofo para o VITORIA e alem disso queria vender terrenos!Emilio Macedo;nao serve porque é parolo e anda a roubar o VITORIA e nao sabe falar etc.!Todos com algo em comum...FORAM CORRIDOS(o milo nao foi mas nao tarda nada)Treinadores;pedroto,bernardino pedroto,raymond goethals,marinho peres,paulo autuori,joao alves,geninho,quinito,jaime pacheco,rene simoes,MANUEL MACHADO,CAJUDA etc que nao me lembro de todos.Todos com algo em comum...FORAM CORRIDOS!!!Pergunto-me,que tipo de adeptos somos nós que nao somos tolerantes com ninguem???Um desabafo de um verdadeiro VITORIANO mas um desabafo triste.Ricardo Silva st tirso

8/10/09 12:45
Luís disse...

Em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão.
Falta um lider no Vitória.
Muitos falam, falam e não os vejo a fazer nada.
Falta um patrão.
Vem um treinador novo, já vão mandar filetes de pescada, porque é de braga, porque é um enterra, porque é de Guimarães.
Decidam-se, se querem um treinador de braga ou de Guimarães.
Odeiam braga, mas esses, esses. mandaram Manuel Machado embora. Porque era de Guimarães.
Decidam-se.
Vejo pessoas a falar e a quererem mandar, que nem sócios são, e, não julguem que é mentira. Não! É verdade. Quem nunca teve conhecimento que dezenas de membros das claques não são sócios? Na Sul superior os convites eram mais que muitos. Ora, um clube tem que saber crescer de dentro para fora, e não de fora para dentro.
Voltando ao técnico, seja quem for, parem de mandar postas de filete. Não podem vir 18000 treinadores, um para cada sócio. 18.000 número redondo dos sócios que somos.
Com tanta pressão desmiolada, os técnicos e jogadores não resistem e não reunem condições para trabalhar. Mas a pressão tem que ser feita, mas com moderação.
Nelo Vingada saiu, e ao contrário do Algarvio Cajuda, saiu por uma porta que não sendo grande também não é pequena e os cofres não sofreram grandes danos... Os sócios agradecem-lhe pelo menos essa atitude.

8/10/09 12:54
Presidente Cavaco disse...

O que falta ao VSC são jogadores que tenham a "estaleca" do José Luis Machado. Ele apoia candidatos. Ele mantém-se na sombra. ele da cara. ele esconde a cara. Mas esta sempre lá. Nessa estrutura pouquissimo profissional.
Se os jogadores fossem como eles, o VSC passava e eles ficavam.
O problema é mais estrutural do que de treinador.
Os vicios mantêm-se todos.

Quanto ao ser o melhor plantel das ultimas temporadas?!?!
Há muitos jogadores que só têm nome. Então há um que passa o jogo a fazer rotundas e testes do io-io mas para os socios é craque. Produtividade=zero logo, craque.

8/10/09 13:53
jotafundador disse...

Sinceramente não acho que o problema eteja (mais uma vez) nos jogadores da casa, n os genuinos, nos que são de Guimarães. O mal não etá aqui nem ora aqui.
Ingles, também me parece que se alguém está a mais não são o Moreno nem o Flávio, muito menos o Custódio, como já li, quem está amais é Vasco Santos.
Coroboro em parte com as palavras do Ricardo Silva (um verdadeiro Vitorianos).
Luís, o problema é esse, tocou na "ferida". Uns desejariam Machado (eu sou um deles), outros
Fakirá, Carvalhal, Vidigal,Azenha etc., venha quem vier, deverá conta com o nosso apoio, seja ele de Braga ou de Bragança. Se Carvalhal for a opção, tenho a certeza que vai querer o melhor para o Vitória. Acima de tudo tem que haver estabilidade e condições para que desenvolva o seu trabalho.
Saúdações Vitorianas.

8/10/09 14:32
miguels disse...

Absolutamente de acordo com este post de Samuel. Este amadorismo atordoa o Vitória.
Deve-se profissionalizar para se puderem exigir reponsabilidades.
E acho que a desculpa da falta de dinheiro é só uma forma de governar...

8/10/09 16:37
P.R. disse...

Já alguem disse, o Vitória tem mais de 30.000 treinadores de bancada!!! (+ de trinta mil)...
o problema é e será sempre este.

8/10/09 22:23