quarta-feira, março 24, 2010

5º lugar vai mesmo dar Europa

O coordenador do Órgão de Gestão e Licenciamento, Luís Paulo Relógio é hoje taxativo e não admite excepções. O prazo de licenciamento terminou no passado dia 20 de Dezembro e como tal, Naval, Chaves e Rio Ave não cumprem os requisitos para ocupar uma vaga na Liga Europa, via Taça de Portugal.

Vão ter de perguntar ao presidente na Naval qual a solução que ele tem. O prazo de candidaturas terminou a 20 de Dezembro de 2009. A única excepção respeita aos clubes não profissionais, prevendo-se que até 15 de Abril seja comunicado à UEFA quais desses clubes têm a possibilidade de se qualificarem via Taça, de forma a que seja aberto um processo de candidatura. O que não é o caso. [Luís Relógio]

Assim sendo, abrirá mais uma vaga para as competições europeias no campeonato com o 5º lugar - actualmente ocupado pelo Vitória - a dar direito a essa mesma vaga, como já tinha sido adiantado.

23 Comentários:

Anthero Luíz disse...

No caso, até mesmo o sexto lugar pode dar acesso à Liga Europa, isto porque, caso a Naval (p.e. tem 29 pts) acabe em quinto, visto não preencher os requesitos...

24/3/10 02:04
Anthero Luíz disse...

o Rio Ave tem 28 pts... quiça até o 7º dê... ;)

24/3/10 02:06
Anthero Luíz disse...

Continuo a achar que o 4º é que era...
Siga pra luta...

24/3/10 02:08
helder martins disse...

penso que ja deu vimaranes para comentar obrigado pela dica......

24/3/10 10:07
helder martins disse...

sendo asim so dependemos de nos para manter este 5ºlugar e vencer ja este sabado.. e so depois pensar em seguir rumo au 4º lugar coisa que ainda podemos alcançar...agora mais que tudo e necesario o apoio de todos os verdadeiros vitorianos e de todos os que sentem o vitoria..todos ao estadio apoiar o nosso vitoria ..sempre contigo nunca estaras sozinho meu vitoria

24/3/10 10:07
Benedictus disse...

Quando eu me proponho a fazer qualquer coisa, procuro fazê-la o melhor que sei, de modo obter o melhor rendimento possível. Quando me proponho a fazer qualquer coisa é porque acredito nas minhas capacidades para a levar a "bom porto" e só isso é mais de meio caminho andado para chegar aos meus objectivos. Ser não acreditar em mim mesmo, mais me vale estar quieto e nem sequer me meter em trabalhos.

No caso do Chaves até entendo o porquê de não terem dado esse passo. É obvio que não passaria pela cabeça dos dirigentes do clube Flaviense ver o seu clube a obter uma classificação Europeia.
No entanto, os casos da Naval e do Rio Ave são mais insólitos e bastante sintomáticos da realidade do nosso futebol. Podemos concluír que, apesar de os dois emblemas disputarem a Liga Sagres, também os seus dirigentes encaram o apuramento para as competições europeis como uma "quase impossibilidade", o que demonstra por si só o baixo nível de competitividade do nosso futebol e a falta de ambição dos dirigentes.

No tempo devido ninguém se mexeu e toda a gente ficou a ver a "banda a passar", para depois tentarem desesperadamente resolver a situação recorrendo a cunhas e artifícios manhosos e de índole duvidosa, como se a Uefa se compadecesse com faltas de ambição e de planeamento.

Por um lado, esta situação é ridícula e tipicamente "Tuga", mas vendo bem as coisas até que pode ser benéfica para o nosso futebol. Em ano de subida no ranking seria no mínimo "suicida" mandar para a europa do futebol uma equipa que só se arriscaria a perder pontos.
O mais provável era voltarmos a descer no ranking daqui a uma temporada ou duas.

Tenho a certeza que neste capítulo não deverá haver lugar a qualquer tipo de cedência por parte da Uefa, mas que isto ainda vai fazer correr muita tinta, lá isso vai!

24/3/10 10:45
Benedictus disse...

Oh, Sr. Luís Antero!
Como está o meu bom vizinho??

Um abraço "manuelino" para ti, pá!

24/3/10 10:51
Vimaranes disse...

Concordo contigo Benedictus, principalmente no caso do Rio Ave. Bastará lembrar que a 19 de Dezembro (praticamente data limite do licenciamento) o Rio Ave jogou com o Vitória e nessa altura o Rio Ave era 5º a 2 pontos do 4º. E a Naval só tinha menos um ponto do que o Vitória. As duas únicas razões que encontro, ou são o desconhecimento completo da lei, o que acho estranho, ou então dificuldades de tesouraria que impediram que os clubes gastassem 2500 euros naquela altura.

24/3/10 10:56
MrIvs disse...

Penso que está ao nosso alcance.. Falhar o quinto lugar seria começar mal já a próxima época.

24/3/10 11:23
Vimaranes disse...

Uma coisa que importará referir é que, se as datas se mantiverem e, mais importante, se o Vitória terminar em 5º lugar, a primeira pré-eliminatórias das competições europeias será em meados de Julho. É importante começar no imediato a preparar a próxima temporada.

24/3/10 11:30
Paulo César disse...

A taça UEFA nestes moldes pode ser um poço de problemas para estes clubes de menor dimensão. Têm de iniciar a época mais cedo, com deslocações longas e dispendiosas a países como Moldávia, Lituânia e outros que tais, contra equipas sem relevância, sem o devido retorno da venda de bilhetes nos jogos em casa por essa mesma razão. A taça UEFA é só despesa adicional em orçamentos já de si curtos, por isso não se licenciam.

Já em relação ao Vitória o caso muda de figura, porque nó exigimos estar lá. É minha opinião que devemos perseguir o objectivo do 4º lugar, porque pensando apenas no 5º arriscamos a levar com o 6º.
Para isso, derrotar já sábado a Académica.

24/3/10 11:59
Vimaranes disse...

Poderia ser uma das razões caro Paulo César. Mas no caso específico da Naval, o presidente mostrou interesse e confiança em que se abrisse uma excepção. O que significa que, se soubesse o que sabe hoje, teria feito o licenciamento.

24/3/10 12:03
Paulo César disse...

No caso específico do Rio Ave, ao que sei é uma opção estratégica do clube assumida pelo presidente.
No caso da Naval, confesso que não sei. Provavelmente, por alguma razão arrependeu-se

24/3/10 12:09
lafuente disse...

Indo a Lituánia,Rep.Checa ou Chipre eu quer é ver o Vitória na Liga Europa.Porqué é a jogar na Europa do Futebol que temos reconhecimento.

24/3/10 12:09
Vimaranes disse...

Até porque se as pré-eliminatórias são pouco apetecíveis, a fase de grupos é bem mais apetecível do que há uns anos.

24/3/10 12:10
lafuente disse...

Exactamente caro carlos ribeiro.Sao 6 jogos com 3 em casa e financeiramente pode ser bem rentável.Espero que o vitória se apure para a liga europa e chegue a fase de grupos.

24/3/10 12:12
Paulo César disse...

Obviamente que temos de lá estar, na Rep. Checa, Chipre, Lituânia. Como referi, nós exigimos lá estar, daí Lafuente deve entender que o Vitória não é o Paços nem a Naval. Primeiro para nos afirmar-mos como clube europeu, para depois pensar em ser campeões.
Depois também porque a fase de grupos da UEFA é bem apetecível

24/3/10 12:18
benachour10 disse...

ha que lutar pela liga europa!

24/3/10 14:26
vip- franca disse...

Penso que vamos conseguir, mas tudo depende do espirito e da força de bontade dos nossos jogadores.

Porque o apoio dos adeptos penso que não hà razão de queixa.

24/3/10 17:00
paulo disse...

SABADO VAMOS TODOS AO ESTADIO APOIAR O NOSSO QUERIDO VITORIA. AGORA MAIS DO QUE NUNCA TEMOS QUE APOIAR A EQUIPA EM TODOS OS JOGOS.

24/3/10 18:37
cb disse...

É o minimo exigivel.

Ainda ando em experiencias com a conta ehehe.

Mas acho que já consegui, ufff!

24/3/10 19:04
lafuente disse...

É Preciso mesmo um grande ambiente Sabádo.Acredito que vão estar a volta de 17 mil no Estádio para conquistarmos os 3 preciosos pontos.Depois segue-se a viagem a terras de África onde hoje um jogador inculto daquela agremiação disse que lá não se "tapa o sol com uma pena".
Qúe real personagem.

24/3/10 23:14
cb disse...

É o minimo exigivel.

Mais uma experiencia...

25/3/10 15:08