sexta-feira, março 26, 2010

Entrevista de Nilson a ABola

Pode ver toda as respostas do guarda-redes do Vitória Nilson ao leitores de ABola, aqui.

1 Comentários:

lafuente disse...

Roberto ficou perplexo quando leu declarações do presidente Emílio Macedo colocando-o numa «fase de avaliação», nas sete jornadas que ainda faltam disputar no Campeonato, antes de se decidir pelo convite à renovação do contrato. Para o avançado esse cenário seria «uma aberração» e puxa dos galões, lembrando os golos apontados ao serviço do V. Guimarães.

A leitura matinal dos jornais deixou Roberto com um amargo de boca. Num diário generalista, Emílio Macedo coloca-o, a par de Marquinho, numa espécie de período experimental. À tarde, Roberto procurou os jornalistas para tentar perceber as declarações do líder vimaranense e não resistiu a um comentário.

«Aquilo que li não tem qualquer cabimento. Estou há dois anos no clube e ainda preciso ser avaliado? Fiz golos decisivo e na temporada passada fui o melhor marcador do V. Guimarães», reagiu o brasileiro visivelmente agastado com a possibilidade de passar por um processo avaliativo.

Roberto quer acreditar que tudo não passa de um gigantesco equívoco, mas, se não for esse o caso, não esconde a mágoa pela forma como está a ser tratado internamente e logo pelo responsável máximo pelo clube: «Não quero acreditar que o presidente disse isso. A ser verdade é uma profunda desilusão e chega a ser uma aberração.»

Hoje na Bola também vem isto.O Homem(Roberto) esta mesmo frustrado e com razao no meu ver.

26/3/10 09:09