sábado, março 27, 2010

Rui, o desbloqueador de resultados

VITÓRIA 1-0 ACADÉMICA (Rui Miguel)


Triunfo inequívoco, sem discussão, numa partida de sentido único. É verdade que o Vitória só resolveu o jogo ao minuto 85, mas poderia tê-lo feito bem antes, diante de uma Académica empenhada em levar um empate sem golos.

Claro que isso não esconde as evidentes dificuldades que o Vitória teve para marcar, nem mesmo o facto da equipa não manter sempre o ritmo exigível, mas as duas bolas no ferro, os vários remates para as nuvens em frente à baliza, deixam bem claro que não foi por falta de ocasiões que o Vitória não chegou mais cedo ao golo. Aliás não fosse por mais nada e este resultado era pelo menos um castigo exemplar para uma equipa que nada fez a não ser defender.

Do lado do Vitória, é impossível não arregalar bem os olhos para ver Nuno Assis jogar e dificilmente será um exagero se dissermos que um Vitória com mais um jogador da qualidade de Assis poderia estar numa posição bem mais confortável, isto apesar da propensão do mágico para se tornar quase omnipresente em várias fases do jogo, seja a defender, seja a atacar.

Na frente de ataque as soluções são bem menores, quer por causa das lesões, quer pela indiscutível baixa de forma de algumas das figuras ofensivas do Vitória. No banco as soluções também estão longe de abundar mas, ironia das ironias, foi até num banco parco de alternativas que Paulo Sérgio encontrou o herói da partida. Rui Miguel imitou o seu próprio golo frente ao Sporting e voltou a ser determinante. De Rui (Miguel) para Rui (Nereu), num momento sublime que colocou ao rubro o Afonso Henriques que, infelizmente, voltou a não registar uma grande casa (cerca de 11800 espectadores).

Um momento de alívio, bem justificado pelo Vitória ao longo dos 90 minutos e que mereceu inclusive os aplausos de Cajuda, outrora Rei, e esta noite um adepto de camarote no estádio vitoriano.

Não há dúvidas que o Vitória mereceu o triunfo e com ele deu mais um passo num caminho ainda árduo rumo à Europa. E que mais árduo promete tornar-se se, pelo caminho, o Vitória encontrar mais Jorges Sousas. O tal que resolveu esta noite ligar o complicador e prejudicar o Vitória em vários momentos do encontro. A falta sobre Nuno Assis teria sempre de dar expulsão ou não fosse ela uma situação iminente de golo.

Já na próxima sexta-feira, há mais um obstáculo. Num dia santo, na cidade dos arcebispos, e onde um triunfo é sagrado para os apaniguados vitorianos. Haja fé e... um olho no quarto lugar.

10 Comentários:

lafuente disse...

Tiunfo arrancado a ferros mas inteiramente justo.A Académica veio jogar claramente para o pontinho e defende muito bem.Mas estes 3 ponto ficaram no berço com um golão do Rui Miguel que em 20m fez mais que o Joao Alves em 65.Vamos agora invadir a Terra Africana.

27/3/10 22:51
lafuente disse...

Dizer ainda que dá gosto ver o Nuno Assis jogar a bola e o homem está em todo o lado.Pela Negativa mais uma vez o Arbitro.Se aquele lançe do Orlando que derrubou o Rato Atómico quando este ia isolado para a baliza nao é vermelho entáo eu vou ali e já venho.

27/3/10 22:53
lafuente disse...

Quanto as assistencias nao consigo perceber o porqué de ter havido um decréscimo comparativamente as últimas épocas.Mas é preferivel ter 11 mil bons que 22mil que vão assobiar.Hoje esteve muito bem a massa associativa e foi uma grande responsável pelo triunfo.

27/3/10 23:01
Paulo César disse...

Justificamos plenamente a vitoria perante uma equipa que veio para o pontinho. Foi um jogo de paciencia que felizmente premiou quem quis ganhar, golo de Rui Miguel a provar que as nossas solucoes nao sao assim tao escassas.
Acredito piamente que vamos ganhar a Braga, a nossa luta e o 4o lugar. E de boleia vamos acabar com a tosse ao rival. Espero que seja perfeito.

27/3/10 23:03
amigosvitoria disse...

Uma Vitória justissima, fomos a unica equipa que procurou o golo.
Gustavo e Valdomiro cada vez melhores, Para Roberto,assim nao vais lá.

Em Braga é para vencer.

Deslocação a Braga já mexe, aceita-se reservas na pastelaria D. Joao IV, nós garantimos ingressos a 10 euros para 4 autocarros.

Viva o Vitória

27/3/10 23:14
Diogo Ferreira disse...

Que satisfação! É que é bom marcar golos neste tipo de jogos, quando o adversário, se preocupa apenas, em perder tempo...No final, correm como galgos..

Vitoria justissima do VSC. Peca apenas por ser apenas por 1 golo, o VSC podia ter marcado mais golos.

Venha o proximo...

28/3/10 00:01
Big Midget disse...

Boas

Benfica perto do título e Vitória aproxima-se do Sporting. Veja e dê a sua opinião em:

http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/benfica-perto-do-titulo-e-vitoria.html

Abraço

28/3/10 00:09
jose disse...

Caro, Carlos Ribeiro, mais uma vez uma leitura Perfeita do jogo...
Parabéns

28/3/10 00:30
João Pedro Magalhães disse...

Só um reparo. O contrato do Vasco Santos terminou, o que é que ele ainda faz no nosso estádio?

Vasco Santos rua rua!!

28/3/10 11:44
lfol1966 disse...

Vitória justa da equipa que mais fez para ganhar o jogo. Sem ter sido uma exibição brilhante, o Vitória criou situações de golo para dar uma goleada aos estudantes.
Se por vezes é a falta de sorte (2 bolas ao ferro), outras vezes é a ineficacia dos jogadores que teimam em não acertar na baliza, como João Alves. Mete dó ver este jogador, que até nem é mau, mas tem-se demonstrado um desastre no remate final, perdendo golos de bandeja. Aparace muito bem mas falta a serenidade no momento da finalização. Creio que todos nós temos um gosto especial por este ou aquele jogador. Mas todos nós colocamos o nosso Vitoria em primeiro lugar. No entanto não cansa estar aqui jornada após jornada, evidenciar, elogiar, idolaterar um homem. NUNO ASSIS, mais uma vez esteve brilhante. Joga, e faz jogar. Defende, distribui e ataca. Que falta nos fez no ínico da época transacta.
Ele tem carregado esta equipa ás costas. Todos os elogios, todos os incentivos, todo o apoio que os adeptos do nosso Vitória lhe tem dedicado, são inteiramente justos.
Agora, só espero que um dia Nuno Assis não se esqueça destes momentos únicos, que só em Guimarães e no nosso clube lhe foi proporcionado. Nuno Assis foi campeão pelo Benfica, mas jamais teve o apoio que tem em Guimarães. E tem sido no Vitória onde este grande jogador tem evidenciado toda a sua classe.
E já que estou a falar de jogadores, tenho também de realçar o profissionalismo que Andrezinho tem evidenciado ao longo da época. Mesmo com o processo de renovação encravado, tem-se exibido ao mais alto nível, ao contrário de Desmarets que continua a mostrar pouca raça e vontade de jogar pelo Vitória.
Sexta-feira é um jogo de risco, a equipa tem de estar coesa, cocentrada e disciplinada. Convém não esquecer que os homens do apito vem sendo desacreditados pelo Mesquita Machado e seus pares, no intuito de os chantagear e colocar pressão sobre os mesmos. O Braguinha independentemente da boa equipa que tem, do futebol que pratica, tem sido levado ao colo por quem dirige os destinos do futebol profissional.

28/3/10 19:07