quinta-feira, abril 22, 2010

Opinião de... Samuel Silva

A saída de Paulo Sérgio

Foi uma meia surpresa. Mas a semana fica marcada pelo anúncio da saída do treinador Paulo Sérgio do Vitória para o Sporting. Sendo certo que a cláusula de rescisão foi accionada, restava pouco à direcção do clube que não fosse aceitar a proposta. O que me parece grave é o timing da decisão. Mais uma vez prestamos vassalagem a um “grande”. Nas próximas três semanas veremos com que consequências.

Como perceberá quem for lendo as minhas colaborações com o VIMARANES, gosto bastante de Paulo Sérgio. Acho-o um treinador sério, competente em termos tácticos, disciplinador e que teve o mérito de pegar num Vitória moribundo depois da passagem de Nelo Vingada e dar-lhe energia suficiente para ter a Liga Europa a uma curta distância.

Percebo as críticas à forma como tarda em fazer alterações na equipa, mas com o plantel que o Vitória tem e, olhando para as opções que muitas vezes estão no banco, às tantas mexer é estragar. Aliás, tal como Luís Freitas Lobo dizia no Expresso do último sábado, Paulo Sérgio dava a ideia de ser treinador a mais para plantel a menos. Entre outros méritos, teve o de conseguir fazer 28 golos com uma equipa que não tem um avançado digno desse nome. E o de ter dado alguma consistência defensiva a uma equipa que teve que jogar com Milhazes ou Leandro em alguns jogos importantes.

Depois de meio ano no Vitória, Paulo Sérgio vai agora treinar o Sporting. Para a direcção do Vitória havia poucas opções. Os lisboetas pagaram a cláusula de rescisão, como foi noticiado, pelo que foi um bom negócio. E esteve muito bem a direcção ao renovar com o técnico no final do ano passado, permitindo assim aumentar a mesma cláusula que agora permite um excelente encaixe financeiro ao clube. Um dos maiores da nossa história e logo com um treinador.

O que me parece criticável é a o timing da decisão. O Sporting tinha urgência em apresentar o novo treinador, depois de falhadas as primeiras opções. E então? O Vitória tem três finais pela frente e está longe de ter os objectivos assegurados, pelo que me parece incompreensível que a direcção do clube não tenha aguardado mais umas semanas para validar o acordo.

Resta saber que consequências tem esta decisão, no curto prazo. Temos três jogos de triunfo obrigatório até ao fim do ano. E há o perigo de os jogadores reagirem mal a uma saída anunciada fora de tempo. E, nesta fase, o que se pedia era total concentração e comprometimento com o objectivo europeu.

A direcção tem agora outro desafio. Encontrar um treinador à altura. Defendo que a aposta deve ser num treinador português, totalmente sintonizado com as características peculiares da bola lusa e que saiba ao que vem quando assumir as rédeas de um dos clubes mais difíceis de treinar em Portugal. Além disso entendo que o perfil do novo treinador tem que ser semelhante ao de Paulo Sérgio. Porque não podemos embarcar noutra aventura catastrófica com técnicos datados como Nelo Vingada.


Por Samuel Silva
http://dorisoedoesquecimento.blogspot.com
http://colinasagrada.blogspot.com

13 Comentários:

ingles disse...

vejam a capa do record que vergonha ja falam no treinador como ja tive-se a treinar o sportig milo vai embora chega de vergonha adeptos de segunda sem ambiçao ganhador que filme de terror va-mos protestar contra os adeptos do vitoria que nao fazem nada pelo clube viva as borlas

22/4/10 11:45
luso disse...

Concordo no essencial com a opiniãodo Samuel, mas a minha conclusão é que será sempre mais fácil criticar do que fazer.

é óbvio que o timing da divulgação não foi o ideal, mas foi condicionado às conveniências do Sporting, que neste caso era a entidade que bateu os 600 mil e queria tirar partido disso.
No futebol como em muita coisa,os negócios dependem das oportunidades. Daqui por três semanas poderia já ser outra a ideia do sporting,porque outra situação poderia aparecer, porqur algum jogo correria pior ao PS, sei lá...

o que temos agora que exigir ao homem é que se concentre no Vitória e não volte a falar no sporting até final do campeonato.


Já agora um pormenor: os 28 golos marcados a que faz referência o Samuel, correspondem ao total do campeonato. Com PS o Vitória marcou 22 golos. Se exige rigor, tem que escrever com rigor
Cumps

22/4/10 13:09
Vimaranes disse...

Já agora porque se falaram em golos e méritos, como curiosidade, o Vitória tinha em igual período da época passada: 29 golos marcados, 32 golos sofridos e 35 pontos. Este ano temos 28 golos marcados (-1), 32 golos sofridos (os mesmos) e 37 pontos (+2 pontos).

22/4/10 13:17
vitor...iano disse...

Meus caros,
Espero que se consiga o apuramento para a liga Europa, caso contrário o Sr. P. Sérgio ficará na história do clube como sendo mais um dos que por cá passou.
Não me deixa muita pena ver este treinador saír, pelo facto de ser reconhecido a falta de soluções no plantel e mesmo assim não ter dado a oportunidade a um único jovem da formação do Vitória quando todos sabemos que o futuro do clube passa pela aposta na sua formação.

A ver vamos o que o futuro nos reserva... só espero que seja um treinador que aposte na formação (Manuel Machado, P. Bento... são 2 bons exemplos).

22/4/10 14:43
luis cirilo disse...

Mas será que é só o timing que é discutivel ?
A abordagem do SCP a um treinador com contrato não o será também ?
A disponibilidade desse treinador para falar com outro clube quanto tinha renovado de livre vontade com o Vitória não será também muito discutivel ?
E que dizer da forma abusiva como foram utilizadas as nossas instalações para o senho Paulo Sérgio falar aos sportinguistas ?
Não é também muito discutivel ?
De tudo isto salvam-se duas coisas.
O excelente negócio que foi o encaixe de 600.000 € por um treinador normalissimo.
E o facto de o sr Paulo Sérgio ir embora e deixar lugar a um treinador que tenha mais gosto em treinar o Vitória.
Por mim não tenho pena nenhuma da saida.
Sinceramente P.S. nunca me convenceu totalmente como treinador para um clube com a dimensão do nosso.

22/4/10 15:39
Dillinger disse...

Três considerações:

O Timing foi errado.
O PS já disse que não falava mais no assunto e no sporting. A imprensa descobriu agora o PS.

22/4/10 16:04
Paulo César disse...

Partindo do pressuposto que o Sporting "soltou" a notícia, sou da opinião de que é benéfico para toda a gente que fique tudo claro e esclarecido, não vejo drama nenhum nisso. E convenhamos que os 600.000€pesaram muito mais do que o factor desportivo
Considero o P. Sérgio um grande profissional, e dos melhores treinadores que por cá passaram, acredito que nos vai deixar na Europa.

Olhando à conjuntura actual, não seria pior para nós contrariar a vontade do treinador ? Mais a mais havendo cláusula de rescisão ? Infelizmente é o futebol que temos, já não bastava jogadores agora é também treinadores. E estamos a sofrer na pele o que fizemos ao Paços de Ferreira, coisa que já não apreciei. Por muito que goste do treinador P. Sérgio fui sempre contra a sua contratação, nas circunstâncias que ocorreu. Pois bem, está aí o reverso da medalha

Já não gostei, mas mesmo nada que tivesse falado "à Sporting" nas nossas instalações. Falhou ele e falhou a direcção, na pessoa do Paulo Pereira que ao lado dele, e até quem sabe antes, consentiu.

O Sr. Cirilo fala num treinador que "tenha mais gosto em treinar o Vitória". Não se iluda, porque o gosto deles acaba-se quando aparece alguem maior do lado de lá. Haverá excepções ?

Quanto a mim, a solução passa por blindá-los com cláusulas de rescisão avultadas. Mas para isso (não tenho a certeza) não têm os vencimentos de ser maiores também ? Se alguem souber responder informe p.f.

22/4/10 17:08
lafuente disse...

Vamos tentar eswuecer agora esta situação que foi fde facto péssima para a imagem do clube,mas centralizemos-nos agora nas 3 finais de forma a que o Vitória as ganhe consiga o apuramento para a pré da liga europa posteriormente ser anunciado o melhor treinador para o Vitória.

22/4/10 19:45
lafuente disse...

Segunda-feira teremos mais um arbitro do porto.E para relembrar que ainda a pouco esteve em guimarães num jogo com o Nacional onde não viu um penalti descarado sobre o Rui Miguel.Mais problemas a vista?

22/4/10 19:47
Samuel Silva disse...

Carlos,

quanto aos golos, há uma diferença. No ano passado houve Douglas e Roberto. Este ano não. O PS inventou soluções, como o Valdomiro e tirou o melhor rendimento do Rui Miguel, por exemplo.

Luís Cirilo,

O Sporting abordou um treinador com contrato, é certo. Mas parece-me que o fez com o consentimento da direcção do Vitória, pelo que se vê das mais recentes intervenções dos nosso dirigentes. Pelo que nada há de criticável da parte do clube lisboeta. E havendo uma clausula de rescisão, sendo esta accionada, pouco mais há a fazer.

Quanto à utilização das instalações do Vitória, parece-me que ele trouxe mais bem do que mal à história. Paulo Sérgio falou e disse claramente que era a primeira e última vez até 9 de Maio. Fê-lo onde o tinha que fazer. Não critico.

22/4/10 20:41
Alexandre disse...

O Vitoria Sport Clube tem 88 anos de existencia, por cá passaram muitos e bons treinadores, e com maior ou menor dificuldade o Vitoria tem conseguido ultrapassar tudo, o Vitoria é grande e não vive de um treinador, o Paulo Sergio tem é que agradecer ao Vitoria por lhe ter proporcionado a oportunidade de projecção no futebol Português, considero que o Vitoria fez um bom negocio, pois receber isso por um treinador, quando o que costuma acontecer é pagar indeminizações, não vamos ter o Paulo Sergio mas teremos outro.
Considero o Prof. Manuel Machado um bom treinador, mas não acho que tenha sorte em Guimarães, pois ele é um Vitoriano e isso não abona em seu favor, alem de que é-lhe exigido muito mais do que a outro "caramelo" qualquer que não seja de ca....

22/4/10 23:01
João Carvalho disse...

Caro Samuel;
não me custa nada ver sair o Paulo Sérgio. Acho que é um treinador com algumas qualidades, com um potêncial interessante, mas tambem com algumas lacunas que o tempo dirá se as supera ou não. E acho que por 600 000 o Vitória nem faz mau negócio.
Agora, existem questões de dignidade do Vitória que enquanto sócio nunca estarei disponivel para ceder um milimetro! Negociar um contrato com um clube com que estavamos em luta directa é imperdoável. Utilizar as instalações do clube para se mandar mensagens aos adeptos do Sporting, falando de titulos, excluindo o Vitória dessa luta como de se um clube pequeno se tratasse, perante a passividade desse BANANA que é o vice para o futebol, é afronta que tardarei muito em esquecer e perdoar!
E (diga o que se disser) estar a preparar a época do Sporting quando o vitoria ainda tem objectivos importantissimos é de uma falta de profissionalismo a toda a prova! Porque ninguem acredita que o Sporting ande a sondar os jogadores que anda sem que o Paulo Sergio diga ou saiba alguma coisa. Principalmente os do Vitória, que ao arrepio de qualquer ética profissional, já andam a ser sondados (o empresáro do Gustavo não vem a Portugal só para passar férias).

23/4/10 10:23
lafuente disse...

Hoje é o correio da manha a dizer que o sporting quer o nuno assis e ele está entusiasmado.Vai ser só boatos agora.Levem o carlitos etc também.

23/4/10 10:34