segunda-feira, junho 14, 2010

Boa Sorte, Portugal!

@Record

É aqui em Port Elizabeth, no Estádio Nelson Mandela Bay, que os "navegadores" tentarão contrariar pessimismos e entrar a ganhar no primeiro jogo do Mundial. Este é, seguramente, o grupo mais difícil que Portugal enfrenta numa grande competição desde o Euro 2000 e não estando do outro lado Angola, Irão e México, como no Mundial da Alemanha, mas estando por outro lado o pentacampeão mundial Brasil e a melhor selecção africana da actualidade, admite-se as reservas, bem como as dificuldades.

Ainda assim, estou confiante que os seleccionados de Queiroz darão uma boa resposta frente à Costa do Marfim, ao mesmo tempo que darão, um passo seguro rumo aos oitavos-de-final. Portugal não tem, certamente, o nível de jogadores que tinha em 2002 no Coreia/Japão, em 2004 em Portugal ou em 2006 na Alemanha, mas acredito que esta selecção tem valor suficiente para garantir um dos dois primeiros lugares do grupo.

Já aqui contestei as naturalizações ou até mesmo as opções de Queiroz, bem como agora mais recentemente o misterioso "caso Nani", mas agora é tempo de desejar sorte a Portugal e esperar que amanhã todos possamos ter uma grande alegria, entrando com o pé direito no primeiro mundial africano. Eu estou confiante e aposto no 1-0, com um golo de Pedro Mendes.

9 Comentários:

João Ribeiro disse...

Boa Sorte Pedro!! Eu gostava de estar muito confiante, mas o seleccionador que nós temos...deixa mesmo muito a desejar! Na minha opinião, Queiroz até pode ser um bom adjunto, mas treinador principal... poupem-me. Mas tudo pode acontecer, e quem me dera que saia no dia 11 de Julho muito surpreendido com o trabalho de Queiroz!! Estou confiante que passamos a fase de grupos, mas recordo as fortes hipóteses de nos 1/8, apanharmos a Espanha

14/6/10 18:25
João Ribeiro disse...

Por Favor!! Volta Scolari!

14/6/10 18:25
Vimaranes disse...

Relembre-se que Scolari apanhou o melhor naipe de jogadores que alguma vez teve. Relembre-se ainda que esse mesmo Scolari quando foi obrigado a preparar o futuro com uma selecção que estava na curva descendente fez o trabalho "brilhante" que se sabe no Euro2008. Relembre-se que esse mesmo Scolari fez qualificações pobres, teve um ano a preparar o Euro2004 e mesmo assim ainda foi obrigado a mudar toda a equipa para a equipa de Mourinho, campeã europeia e que esse mesmo Scolari conseguiu não perceber (por duas vezes) como jogava a Grécia, perdendo um Europeu em casa. Este mesmo Scolari foi um fiasco no Chelsea e apressa-se a ser um fiasco em todo o lado para onde for, a menos que não o obriguem a treinar e o objectivo for apenas falar ao coração do povo e colocar música do Roberto Leal. Dizer que Queiroz só dá como adjunto e pedir o regresso de Scolari... por favor. Aliás se entramos na fase de qualificação para o Mundial 2010, sem guarda-redes, sem lateral-esquerdo e sem avançado, muito se deve ao facto desse mesmo Scolari apenas ter tratado do presente e ter negligenciado o futuro. Scolari é bom para unir grupos, sem dúvida, mas como treinador vale pouco mais do que zero, aliás como provou em Inglaterra.

14/6/10 18:34
Modular 1 disse...

Como iremos ter novos jogadores ou boas fornadas se as "nossas" camadas jovens estão cheias de estrangeiros?!!! Estamos a fazer jogadores para as selecções estrangeiras!!!

Na minha opinião devia ser proíbido contratar jovens jogadores para as camadas jovens! Se nascesse cá, tudo bem! Agora ir lá fora buscá-los!!

O futuro não se afigura bom, graças a Porto, Benfica e Sporting!

14/6/10 21:01
João Ribeiro disse...

Pois, realmente a culpa é toda daquele que foi simplesmente o melhor seleccionador de sempre da história da selecção! Epá, acho ridículo querermos por Queiroz no mesmo nível que Scolari, esse mesmo homem que conquistou o 2º lugar no Europeu, e o 4º no Mundial. E de lembrar, que na hora da verdade no Apuramento, tirando Danny e Duda, todos os jogadores eram os seleccionados de Scolari. E fiquei a saber que Scolari era o treinador dos sub-21 portugueses. Para ser o culpado da falta de um lateral-esquerdo, de um avançado e de um guarda-redes...
E Scolari pode ter feito uma qualificação pobre (sim, uma porque para o Mundial foi tranquila e relembra-se dos 7-1 à Rússia) mas não tremia-mos e não precisamos de um play-off para chegar à fase final.
Já Queiroz, por onde passou foi escorraçado, e também não percebeu como ganhar à Dinamarca, marcar à Suécia, evitar o empate frente à Albânia! A menos que o objectivo de Queiroz seja trazer os Black Eyed Peas a Portugal e por o Bruno Alves, o Nuno Gomes e o Liedson a cantar, se assim for...
E já agora, Sr. Carlos Ribeiro, porque diz que é ridículo dizer que Queiroz só dá para adjunto? Para mim parece-me evidente que treinador principal, deus me livre. E toda a gente sabe que a contratação de Queiroz foi uma contratação política!!

14/6/10 21:53
Vimaranes disse...

Por norma, os portugueses gostam mais dos estrangeiros e idolatram os senhores simpáticos que hostilizam os poderes instalados e mandam pôr bandeiras nas janelas e também por isso eu compreendo que se goste de colocar num pedestal, quase num posto de semi-Deus Scolari e se queira reduzir Queiroz ou qualquer outro a um mero adjunto.
Mas sejamos justos. Dizer que Queiroz apenas funciona como adjunto é esquecer os títulos mundiais de sub-20; é esquecer as duas taças vencidas ao serviço do Sporting em circunstâncias bem complicadas; é esquecer que foi com Queiroz que o Real Madrid realizou uma época com tantas e tão boas exibições com um plantel altamente desequilibrado. Não ganhou quase nada? É verdade. Mas todos sabemos porquê; é esquecer o grande trabalho ao nível da criação de uma “geração de ouro” em Portugal ou da profissionalização do futebol nos EUA.
Quanto aos resultados de Scolari, principalmente ao 2º lugar no Europeu, ele teve o seu mérito, claro. Mas será mais justo se dissermos não que ficamos em 2º, mas que perdemos uma final em casa contra uma fraca Grécia, com quem jogamos duas vezes no mesmo Europeu e perdemos essas mesmas duas vezes. E mais, será injusto não referir, caro João, que a equipa trabalhada por Scolari perdeu o jogo inaugural e só porque emendou a mão e deu razão aos críticos, pegando na equipa trabalhada por Mourinho é que Portugal chegou onde chegou.
Uma coisa é verdade, Scolari é um brilhante condutor de homens e de massas e vende muito melhor do que Queiroz. Como treinador, vale zero, como tem vindo a provar e vai continuar a provar.
Relativamente às qualificações anteriores, eu até pegaria nas palavras do master kodro que ele não se importa, para lhe lançar alguns dados. Sabia que…

“- Nos 26 jogos de qualificação para as fases finais de 2006 e 2008, Cristiano Ronaldo esteve indisponível uma vez. Nos 10 jogos de qualificação para o Mundial 2010, Cristiano Ronaldo esteve indisponível em 3.

- Na brilhante qualificação para 2006 Cristiano Ronaldo marcou 7 dos 35 golos da selecção (20% dos golos). Na qualificação para 2008, Cristiano Ronaldo marcou 8 dos 24 golos da selecção (33% dos golos). Na qualificação para 2010, Cristiano Ronaldo não marcou nenhum dos 17 golos da selecção.

- A média de golos marcados e sofridos por jogo da selecção nas últimas fases de qualificação foi de 2,9-0,4 em 2006, 1,7-0,7 em 2008 e 1,7-0,5 em 2010.”

E eu até acrescentaria mais, já que falou no Play-off. Sabia que na qualificação para o Euro2008 Portugal ficou em 2º no grupo? E só não foi a um Play-off porque se qualificavam os 2 primeiros? E que no jogo decisivo não conseguiu mais do que empatar 0-0 com a “fortíssima” Finlândia?
E sim, Scolari não era treinador dos sub-21, mas foi o primeiro a assumir o poder de todas as selecções. E teria a responsabilidade não só de preparar o presente, mas também de preparar o futuro. E esse futuro, prende-se com a renovação da selecção e com procura de alternativas para os jogadores que vão saindo. Se assim tivesse sido, Queiroz poderia até encontrar um lateral esquerdo adaptado, mas encontraria pelo menos um com experiência de grupo de selecção e testado. Não encontrou. Se Scolari tivesse preparado o futuro, não teríamos feito grande parte da qualificação com um guarda-redes quase quase sem internacionalizações, como alternativa a Quim. Ou provavelmente teríamos jogadores para a posição de avançado testados, para não termos em situação complicada de recorrer a mais um naturalizado. E isso Scolari não soube fazer. Não soube renovar a selecção lentamente para o Euro2008, por exemplo. Porque só pensou no presente.
E tem razão. Queiroz não empatou com a Albânia. Mas ganhou ao Cazaquistão ao minuto 84 e empatou com a Arménia. Esse colosso. Além de não ter ganho na qualificação para o Euro2008, diante da Sérvia, Polónia ou Finlândia.
E já agora para finalizar. Sabe com quem foi conseguido a melhor classificação de sempre num ranking FIFA? Exacto, o actual 3º lugar com Queiroz.

14/6/10 23:16
João Ribeiro disse...

Não irei pelo ranking FIFA, caro Carlos Ribeiro, senão repare.
Como é possível Portugal, selecção que se apurou através dos play off, para o mundial, ficar à frente no ranking de selecções como Inglaterra (9v-0e-1d), Holanda (8v-0e-0d), Itália (7v-3e-0d) Alemanha (8v-2e-0d), isto na qualificação. Creio que algo não está bem nesse ranking!!
Quanto ao trabalho de Carlos Queiroz no Real, de facto o Real praticava grande futebol, mas terminou em 4º no campeonato espanhol, para não falar das prestações do Real desse ano, com Beckham, Figo, Zidane e Ronaldo, na Taça do rei e na Liga dos Campeões.
E por algum motivo, após o tal Mundial sub-20, membros da equipa técninca tiverasm sucesso por onde passaram, já nem tanto o Queiroz. Senão repare:
Nelo Vingada, fez boas equipas nacionalmente no Marítimo e , salvo o erro, Académica, como internacionalmente, sendo campeão egípcio pelo Zamalek, para além da Champions africana,venceu a Taça Asiática com a Arábia Saudita,foi 4º nos Jogos Olímpicos de 96, e 3º no Mundial sub-20 de 95, e fez um trabalho elogiado por too o mundo na selecção da Jordánia
Rui Caçador, teve um bom trabalho nas camadas jovens de Portugal, sendo que teve alguma importância no crescimento de jovens talentos portugueses, alguns aproveitados, outros nem por isso

15/6/10 13:10
Dillinger disse...

O ranking FIFA é a maior aldrabice.

15/6/10 21:38
Vimaranes disse...

Como prometido caro João Ribeiro e quanto ao seu último comentário no post mais acima, como estive a trabalhar apenas tive oportunidade de seguir o relato do jogo. Daí que não tenho muito a acrescentar. Quanto às substituições de Queiroz que é àquilo que se refere, pegava nas palavras do comentador de serviço da RR, porque ele estava a ver o jogo e eu não (falo de Jorge Jesus): "Se há coisa em que não podem criticar Queiroz é nas alterações. Nisso leu muito bem o jogo".
Claro que é só uma opinião, mas como não vi o jogo resta-me a sua e a dele, e por isso...

15/6/10 21:40