segunda-feira, julho 12, 2010

Autarquia responde a acusações

E aqui está a resposta da autarquia relativamente aos "ataques" que o vice-presidente do Vitória para o património Júlio Mendes (e ex-vereador camarário) e o próprio presidente desferiram à câmara municipal pelo chumbo dos projectos do Health Club e também da construção da piscina e dos dois pavilhões, depois de uma curiosa pergunta de um associado. Os dirigentes vitorianos acusaram a autarquia de indeferir os projectos por questões políticas.

Segundo a autarquia vimaranense, os projectos foram "indeferidos por razões estritamente técnicas". O caso do Health Club por baixo da bancada do D. Afonso Henriques por "prever de forma injustificada a ocupação de uma parcela do domínio público". Quanto ao projecto da piscina e dos pavilhões, a "nega" deve-se ao facto dos projectos "colidirem com a envolvência do Parque da Cidade, nomeadamente com a área arborizada e o muro de granito existente". António Magalhães conclui ainda que a autarquia aprovará qualquer projecto mas desde que "respeitem as mesmas condicionantes impostas a todos os cidadãos e instituições".

21 Comentários:

paulo meireles disse...

para o futebol não há dinheiro mas para as obras não falta dinheiro, mas já estamos habituados com esta direcção, não fosse o milo construtor.
Agora admira-me este senhor Julio Mendes vir para a assembleia geral do vitória cuspir no prato que comeu em vez de tentar ganhar protagonismo ou um lugar de destaque no seu partido para concorrer a camara municipal.
já não bastava na ultima direcção dois autarcas na direcção do vitória ainda nos caiu na sopa mais este oportunista.tenham vergonha não cuspam no prato que comeram e a camara de guimarães sempre ajudou o vitória este senhor tem é outros objectivos.

12/7/10 17:27
Dillinger disse...

Da autarquia para o Vitória sairam Julio Mendes, ao que se sabe zangado com Magalhães, e mais recentemente Vitor Fernandes, sócio 19.642(B).

NÃO É DE ESTRANHAR QUE A PARTIR DE AGORA O VITÓRIA COMECE A ANDAR ÀS TURRAS COM O MAGALHÃES E VICE VERSA.

12/7/10 21:40
Dillinger disse...

O conselho Vitoriano continua a ser composto por pessoas Vitorianos, pelo menos são Vimaranenses e dois deles tem um número altíssimo. Estão no conselho Vitoriano por favor e para se mostrarem.
O Conselho Vitoriano caiu num descrédito total. É lamentável.

12/7/10 21:44
Dillinger disse...

A CÂMARA NÃO DÁ NENHUMA JUSTIFICAÇÃO RAZOÁVEL E ACEITAVEL PARA REPROVAR OS PROJECTOS DO VITÓRIA.
NA REPOSTA, A CÂMARA AIRA AREIA PARA OS OLHOS DOS VITORIANOS.

12/7/10 21:46
José Manuel (Nelo) disse...

NO CV ESTÃO ALGUNS VIMARANENSES ILUSTRES.

12/7/10 22:36
António Lopes disse...

Esta recusa da camara é do mais lamentável que já vi.
Falam em avoredo e nao tiveram o mesmo critério no lado oposto do parque da cidade onde autorizaram construir existindo nesse local tambem arvoredo, recordo ainda que em frente ao local citado para construir os pavilhoes existe uma grande parcela de terreno onde poderiam colocar as ditas arvores.
Falam em circulação de pessoas e envolvência do parque da cidade e pergunto aqui onde poderia ser construido os pavilhoes senao na nossa zona desportiva, existido já a piscina antiga e o pavilhão actual.
Falam em muro de granito, o mais ridiculo ainda pois já existia complexo desportivo e zona desportiva há muitos anos, o muro em causa foi colocado pela camara sem pensar no futuro, pois sabiam se um dia alguem fosse construir naquela zona iriam ter sempre o pertexto de mencionar que existe ali um muro.

Em resumo;

Esta recusa para mim nem se deve a questões politicas mas sim nos interesses proprios.
A nossa camara ainda mostra o "Eu quero posso e mando", o Secretário de estado (Laurentino Dias)para quem não sabe só pode despachar 10 procesos anuais desta natureza, depois de receber o nosso processo aprovou de imediato, pois faltava a autorização da camara para licenciar o referido, ora quem queria meter este projecto para aprovação no Qren era a camara e não foi o que aconteceu, por isso a 1ª recusa, sentiram aqui ficar para trás.
No meu segundo aspecto, o Vitória depois desta construção vai deichar de alugar e arrendar á camara vários espaços, 125 mil euros ano, é claro que perder este valor anual, custa um pouco.

Fico impressionado quando vejo "possiveis" Vitorianos mostrar satisfação com esta recusa da camara, fiquei mais preocupado ainda quando na ultima assembleia geral onde eu estive, os ultimos candidatos á nossa direcção nem deram uma palavra quanto a este ou outro assunto.
Mas, reclamar já soube que reclamaram, mas foi no café a comer tremoços e beber uns finos como de costume.

Viva o Vitória,

13/7/10 09:27
Vimaranes disse...

Caro António Lopes, quanto a esse assunto, gostaria de o "ler" sobre a última AG, sobre a pergunta dita combinada, apresentação de power point... etc, aquilo que foi sendo escrito ao longo dos últimos dias no rescaldo da AG.

13/7/10 11:40
António Lopes disse...

Caro Vimaranes;

Se participar numa assembleia geral, colocando questões importantes e foram várias é ficar numa situação complicada então faço como a maioria, não vou, espero que decidam, lanço aqui os meus misseis de vez em quando, e assim estamos todos em festa.
Eu nao sei como é possivel, sócios nao participarem na vida do clube e vir aqui mostrar grande vitoriaismo.

Sou sócio há 25 anos (3284) com orgulho a minha flha há 3 (16020)

Deve custar ver aqueles que aqui andam há mais anos.

Viva o Vitória,

13/7/10 11:48
Vimaranes disse...

Não foi isso que perguntei caro António Lopes, daí ter reformulado a questão. Gostaria era de saber se acha "normal" ou pelo menos "habitual" um sócio questionar a direcção sobre um assunto que não estava na ordem do dia e de repente, um vice presidente na resposta ter já uma apresentação de power point preparada para responder a esse associado.
Eu, lendo, não acho nada normal, e quem lá esteve pelo menos também não achou. É por isso que gostaria de saber a sua versão. Como estava fora do país perdi uma AG pouco concorrida, mas ao que parece bem interessante de seguir.

13/7/10 11:51
Vimaranes disse...

A sua filha até tem um número mais baixo que dois membros do conselho vitoriano.

13/7/10 11:52
luis cirilo disse...

Eu nem vou perder tempo a evocar o meu número de sócio(947)para responder a comentários que aqui foram feitos pelo António Lopes quanto á participação na assembleia de alguns membros da ex Lista A.
Vindos de quem vem...valem o que valem.
Direi apenas que me parece que a direcção do Vitória terá a maior parte da razão nesta polémica e que a Câmara apenas terá a sua razão na exigência de construção de aparcamento automóvel.
Que sendo bem necessário sem os avilhões/piscina muito mais será depois deles edificados.
Quanto ás outras razões adiantadas pelo municipio não me parecem razões.
Parecem-me pretextos.

13/7/10 12:06
Vimaranes disse...

Não sendo especialista na matéria, e desconhecendo quer a lei, quer os projectos por inteiro não me vou pronunciar sobre a razão de uns ou outros. A questão que coloco é sobre a parte do Health Club. A que parcela do domínio público se refere a Câmara?

13/7/10 12:11
Edmur disse...

Sr. Antonio Lopes, os elementos da lista A presente estavam lá por se sentirem parte do clube. De resto, epenas 2 socios efectivamente puseram questoes à direcçao, porque no seu caso a gente sabe bem como foi. Se para si, a vassalagem e a criadagem é servir o Vitoria, entao na vida valerá o que valerá. Sobre finos e tremoços, lá saberá do que fala, nas viagens por si organizadas, e lá saberá quem lhe paga os seus tremoços.

13/7/10 13:06
ricardo sempre disse...

para Edmur:
pelo menos os amigos do vitoria dao-se ao trabalho em organizar as deslocaçoes, se dependesse de ti para o fazeres bem o vitoria nunca tinha apoio.
quando nao se tem argumentos fale-se asneiras.
Eu sendo o antonio lopes nem me dava a trabalho de comentar o luis cirilo, vindo de quem vem nao vale mesmo nada.
as eleiçoes foram a melhor resposta.

13/7/10 15:22
ricardo sempre disse...

a carapuça serviu mesmo na perfeiçao do edmur

13/7/10 15:58
paulo meireles disse...

fico admirado quando algum sócio para mostrar que tem mais razao ou falta dela invoca sempre o numero de sócio como isso fosse sinónimo de poder ou razão(somos todos vitorianos do 1 ao 30.000).em relação ao Sr.Cirillo não me parece que esta direcção tenha razão na maior parte da questão, pois tudo isto é muito estranho como foi
possivel presenciar na ultima assembleia a pergunta e imediata resposta(preparada) e por quem foi.

13/7/10 17:35
Edmur disse...

Organizar o que? isso é um negocio muito bem montado para alguns. nao me digas que tambem comes os tremoços Ricardo. mas como ainda deves ser muito novo, nao vale a pena entrar em dialogo. Sobre o que diz o Paulo Meireles, concordo em absoluto. Isto tudo cheira muito mal, e nao me parece que a autarquia tenha a maior fatia da culpa

13/7/10 20:29
Edmur disse...

E caro Paulo, do 1 ao 30 000 nao, pois graças a esta direcçao já 9000 socios ficaram pelo caminho, e aposto que daqui a tres anos muitos mais tambem irao

13/7/10 20:31
jotafundador disse...

Haja boa vontade e bom senso e os projectos serão aprovados tal e qual estão.
Desconheço se o Arquitecto Vitor Fernandes (novo membro do CV) estará a ter ifluência em todo este enredo.

13/7/10 20:56
kikoia disse...

Gostavam de fazer uma coisa util ao Vitória???
Peguem numa moto-serra e vao cortar as arvores...

O que eu acho mais inutil que as supostas "perguntas-respostas combinadas", é nao tentarem encontrar uma soluçao para este problema. Tanto da parte do Vitória como da parte da camara.

E mais engraçado disto tudo como é possivel hoje em dia certas pessoas ate irem as AG e fazerem perguntas quando certamente noutras situaçoes se impunha mais e nepias??? e aposto que nem la estavam...

Jota,
Para haver boa vontade e bom senso é preciso que ambas as partes tenham homens e nao crianças a fazerem birrinhas umas com as outras. Ninguem ganha no meio disto tudo. Perde o Vitória perde a camara. É triste mas é uma realidade infelizmente para nos.

Se em vez de tremoços(serve para todos) comessem mexilhoes,provavelmente acertariam sempre nas escolhas certas...e nao andavamos nos nisto de birras e ramboiadas.

14/7/10 01:02
Dillinger disse...

Alberto Oliveira - Da Câmara para o Vitória
Júlio Mendes - Da Câmara para o Vitória
Vitor Fernades - Da Câmara para o Vitória

O que é que estes senhores fizeram de útil e de prestável na Câmara, para virem servir o nosso Vitorianha? Eles nem são do Vitória. Nenhum deles.
O Vitória vai de mal a pior.

14/7/10 09:28