segunda-feira, julho 12, 2010

Conselho Vitoriano

Artigo 37º (Da Natureza e Fins do Conselho Vitoriano)
O Conselho Vitoriano é um órgão composto por vitorianos, sócios efectivos, de reconhecido prestígio e mérito que ao Clube tenham prestado serviços assinaláveis, constituindo o repositório da história e tradições do Clube e a sua permanente consciência crítica, e é integrado por um mínimo de 9 e um máximo de 25 Conselheiros eleitos.

Alfredo Duarte F. Magalhães – Sócio nº. 1580
António Inácio M. F. Martins – Sócio nº. 1477
Francisco José Correia Ribeiro – Sócio nº. 2848
Francisco José Oliveira – Sócio nº. 2444
João da Silva Pereira – Sócio nº. 18 919
Joaquim Alberto Matos Pinto – Sócio nº. 542
José Isidro Puga Lobo – Sócio nº. 244
José Novais de Carvalho – Sócio nº. 2763
Pedro José F. G. Freitas – Sócio 57
Ricardo Herculano Freitas Fernandes – Sócio nº. 3180
Vítor Manuel Faria FernandesSócio nº. 19.642 B

Uma dúvida e que gostaria que alguém me respondesse que é quanto à nomenclatura B. Os sócios com numerações paralelas (não sei a justificação para esta) são considerados sócios efectivos? Caso não sejam, parece-me haver aqui alguma irregularidade.

Referir ainda que espero, sinceramente, que o Conselho Vitoriano (cuja importância na orgânica do Vitória, pelo menos a estatutariamente prevista, é grande) não continue a cair no descrédito e que cumpra com aquilo que se espera dele. Bem como, aguardo que numa próxima renovação dos estatutos, o Conselho Vitoriano passe a ser eleito, aquando das eleições dos restantes órgãos sociais, independente de listas, a exemplo do que acontece no Sporting, por exemplo, e não proposto pelas direcções, de forma a que assuma um carácter de maior independência e não ande subjugado ao poder de quem os nomeou.

Actualização: Está desfeito o "mistério" da nomenclatura B do associado nomeado para o Conselho Vitoriano. Uma chamada para o Vitória e a justificação do outro lado. Já depois da renumeração, o associado em causa, com uma dívida de cotas de 2 anos, quis pagá-las. Como a renumeração já tinha sido feita havia já um outro número 19.642, assim sendo, foi acrescentando a letra "B" à frente do número. Ora, tendo eu um sobrinho que é sócio desde Novembro de 2007 e é o 19.104, fácil será de perceber que o associado em causa tem menos de 2 anos e 8 meses de sócio.

14 Comentários:

José disse...

Para que é que serve este conselho??? Mais tachos para gente inútil??

13/7/10 00:57
José Manuel (Nelo) disse...

cuidado, este CV tem estaleca.

veremos se terá obra.

13/7/10 11:57
Vimaranes disse...

Estaleca ou não, continuo à espera que alguém me responda sobre a efectividade ou não de um associado que ostenta a nomenclatura B, como é obrigatório nos estatutos do conselho vitoriano. No resto espero que o novo CV sirva para aquilo que os outros não serviram.

13/7/10 12:03
paulo meireles disse...

caro Vimaranes
este conselho vitoriano como diz (cuja importância na orgánica vitória estatutariamente
é grande) não cair no descrédito, pelo amor de deus este conselho e outros nunca tiveram crédito
pois enquanto forem nomeados pela direcção estão lá para abanar com a cabecinha para com aqueles
que os escolherem,só teram grande importância isso sim quando forem eleitos como já deveria ter acontecido alguns anos atrás.

13/7/10 17:49
JoaoSousa disse...

Quanto ao B, será isto?

Artigo 13º (Das Categorias de Sócios)
(...)
a) Efectivos; b) Auxiliares; c) Colectivos; d) Atletas; e) De Mérito; f) De Mérito Honorário; g) Beneméritos; h) Honorários
(...)
3- São Sócios Auxiliares: a) Correspondentes; b) Infantis; c) Menores

13/7/10 17:57
Vimaranes disse...

As alíneas não terão correspondência directa com a letra. Os sócios honorários que se dispensem do pagamento de cotas, mantêm o número, mas passar a ter uma numeração paralela, perdendo o directo a voto, por exemplo, porque deixam de ser efectivos. O mesmo acontece quando falamos de sócios falecidos, mas cujos familiares mantêm o pagamento de cotas.
Como este não é nem um, nem outro caso, terá de haver outra justificação para isso, mas que desconheço e os próprios estatutos não falam nisso. A verdade é, numerações paralelas (ou seja, terá de haver outro sócio com o mesmo número, mas não com a letra B) não pertencem a sócios "efectivos". E assim sendo, não poderiam fazer parte do Conselho Vitoriano, nem serem eleitos para qualquer órgão social do clube. É essa a minha interpretação. Mas continuo a aguardar que haja alguém que me confirme (ou não) esta ideia.

13/7/10 18:41
jotafundador disse...

O que eu acho anormal, é nomear um sócio com o número 19.642 para o C.V..
Mas como o C.V. é apenas uma montra...

13/7/10 20:44
Vimaranes disse...

Um 19 mil e outro 18 mil.

13/7/10 21:46
Dillinger disse...

Acha anormal? É quase como o Pinto Brasil se filiar no Vitória com o propósito de se candidatar..Há tantos oportunistas neste mundo. E no nosso Mundo Vitoriano também os há.
O Conselho Vitoriano é apresentado e depois é o vazio que se sabe. Sem autonomia para nada limitam-se a abanar a cabeça.

14/7/10 09:24
basturk disse...

Não entendo porque não te convidaram.

14/7/10 10:07
Vimaranes disse...

Porque não tinha dívidas de cotas há dois anos (sendo sócio há menos de 3), caso contrário, arranjavam-me um "B" e ainda corria o risco de ser convidado.

14/7/10 11:15
Vimaranes disse...

Está desfeito o "mistério" da nomenclatura B do associado nomeado para o Conselho Vitoriano. Uma chamada para o Vitória e a justificação do outro lado. Já depois da renumeração, o associado em causa, com uma dívida de cotas de 2 anos, quis pagá-las. Como a renumeração já tinha sido feita havia já um outro número 19.642, assim sendo, foi acrescentando a letra "B" à frente do número. Ora, tendo eu um sobrinho que é sócio desde Novembro de 2007 e é o 19.104, fácil será de perceber que o associado em causa tem menos de 2 anos e 8 meses de sócio.

14/7/10 11:51
Alberto Leite disse...

Tendo em conta que a minha filha com actualmente 10 anos muito raras as vezes quiz ir comigo ao futebol, e deixei de pagar as quotas à 2 anos (2 quotas) e não me deixaram pagar e obrigaram-me a repor a socia.

Não devia levar uma letra "B" tambem?

Ou ela é diferente já que era a socia 14 e qualquer coisa.

15/7/10 19:16
Vimaranes disse...

Caro Alberto Leite, tendo em conta o que caso relatado, acho que deveria ir ao Vitória perguntar porque há sócios de primeira e de segunda. Porque se o caso é semelhante, não há razão para um tratamento diferenciado.

15/7/10 21:42