domingo, junho 19, 2011

Entrevista de Emílio Macedo ao OJOGO

O presidente do Vitória dá este domingo uma extensa entrevista ao jornal OJOGO, sem nenhuma grande novidade. Como nota de realce fica o anúncio da próxima Assembleia-Geral para o dia 8 de Julho (e não em Junho, conforme indicam os estatutos) para votação do orçamento 2011/2012 que se voltará a cifrar nos 12 milhões de euros.

Nesta mesma entrevista, o presidente vitoriano admite o anúncio da contratação de N'Djeng nas próximas horas, ao mesmo tempo que confirma que o Vitória não pretendeu a continuidade de Jorge Ribeiro que agora se diz estar na órbita do Sporting CB. O presidente vitoriano contraria ainda a declaração do vice-presidente Paulo Pereira, dizendo que ainda falta um médio esquerdo para que o plantel esteja fechado a entradas.

Ao longo desta entrevista, Emílio Macedo fala ainda das relações com o Porto e diz que gostava de ver Paulo Pereira a suceder-lhe na presidência do clube. Finalmente, adianta que com o encaixe de Bebé, se prepara para apresentar na Assembleia-Geral de Outubro, com vista à apresentação do relatório e contas, o melhor exercício da história do Vitória.

15 Comentários:

lafuente disse...

O Paulo Pereira, disse que não entrava mais ninguém há 3 dias atrás, e agora o Emílio diz que falta um médio canhoto. Depois dizem que há perfeita sintonia na direcção.? Estou a ver que sim!
Precisa-se de um médio esquerdo e venderam um Renan. Outra situação que não compreendo. Vamos lá ver, quem será o craque que vem.
Quanto à entrevista, o melhor foi visualizar, que após este mandato o Emílio vai descansar!

19/6/11 17:09
Vimaranes disse...

Sem dúvida Lafuente, essa é a melhor notícia, ainda que EMS vá voltando a falar na sucessão...

Ficamos à espera para saber quem será o médio esquerdo mas, mais importante do que isso, ficamos à espera de saber quem sai. Continuo a ver demasiadas dúvidas nesse aspecto quando o regresso ao trabalhos é já amanhã.

19/6/11 17:14
Vimaranes disse...

Já agora, relativamente a N'Djeng preocupa-me o recente historial de problemas disciplinares deste jogador ao serviço do seu clube (3 confrontos com colegas de equipa na mesma época, não é lá muito positivo...).

19/6/11 17:20
lafuente disse...

Pois Carlos Ribeiro. Quanto á sucessão, está visto que apoiará o Paulo Pereira.
O Médio esquerdo, espero que seja uma mais - valia, pois na ótica da direcção e Machado o Renan e o Crivellaro não o são.
Quanto a saídas, parecem inevitáveis as saídas do N`Diaye ou João Paulo, e do João Ribeiro. O Sitta, já se sabe, que só em Janeiro é inscrito.

19/6/11 17:21
lafuente disse...

O N´Djeng, parece ser um jogador algo conflituoso. A fazer lembrar um pouco o Romano Sion. Tem apenas 21 anos, e na Europa, mais concretamente no Vitória, terá que ser "educado" por parte de todo o staff

19/6/11 17:26
lafuente disse...

http://www.ojogo.pt/27-170/artigo932907.asp
Concordo com a análise deste artigo.

19/6/11 17:47
Vimaranes disse...

Tirando o irritante "Guimarães", também concordo em absoluto.

19/6/11 17:49
lafuente disse...

Pois mas o "irritante" Guimarães, começa e muito no Emílio, como se vê na entrevista, e até no M.Machado, que diz muitas vezes Guimarães nas entrevistas que faz aos órgãos de comunicação social.

19/6/11 17:53
Vimaranes disse...

Na entrevista não creio. Por mais que EMS tenha dito Vitória apenas, o editor é que manda, por isso alterou. A única coisa que EMS podia de facto fazer, já prevendo isso, era deixar isso bem vincado numa qualquer resposta.

19/6/11 17:55
lafuente disse...

Pois! É provável que o editor tenha mandado alterar. Só uma questão Carlos Ribeiro. Os 12 milhões de euros de orçamento, é o geral ( futebol profissional, formação, modalidades amadoras, etc)?

19/6/11 18:06
Vimaranes disse...

Sim, orçamento geral. Na época passada foi de 11.062.230 milhões de euros, dos quais 5.928.600 milhões de euros eram para o futebol. Este ano a fatia deve ser semelhante.

Já agora, na época anterior, o orçamento geral foi de 12.792.600, dos quais quase 7 milhões eram para o futebol:

http://ovimaranes.blogspot.com/2009/06/orcamento-200910.html

19/6/11 18:13
lafuente disse...

No futebol continuamos então com metade do orçamento que os vizinhos tem. O dinheiro não faz tudo, mas ajuda na boa construção de um plantel.
Estou farto de os ver à nossa frente.
E nesse orçamento, falta saber se pode entrar uma possível secção de futsal( no lugar da Fundação Jorge Antunes)?
Obrigado pela resposta Carlos Ribeiro.

19/6/11 18:16
luis cirilo disse...

Desculpem lá.
Mas desde quando é que um editor manda alterar declarações do presidente do Vitória?
Que falta de respeito é essa?
Se fosse comigo e eu passasse a entrevista a dizer Vitória e eles escrevessem Guimarães nunca mais tinham direito a uma entrevista.
Nem com o presidente nem com ninguém do VITÓRIA!

19/6/11 23:03
guimaraes manda disse...

sim lafuente posso t confirmar de fonte segura k esta por horas o anuncio k o vitoria vai comprar os direitos da fundaçao jorge antunes e ter uma equipa na primeira divisao de futsal...ja agora o k e k o resto do pessoal acha sobre esta modalidade?

20/6/11 05:28
Vimaranes disse...

Relativamente a esse assunto, lembro-me que João Cardoso, na altura vice-presidente para a área financeira defendia que o Vitória deveria diminuir as suas modalidades amadoras. Por isso, e atendendo ao número já de modalidades amadoras que o Vitória tem, creio que é importante desde já definir que qualquer que surja, a exemplo das já existentes, devem tornar-se completamente autónomas do ponto de vista financeiro, caso contrário acho um erro engrossar-se o número de modalidades, levando também a um aumento do orçamento do clube ou a uma diminuição do orçamento já disponível para cada secção.
Se isto for acautelado, nada tenho a opor à integração de uma nova modalidade, principalmente sendo ela o Futsal com um crescimento acentuado no país e sendo também uma modalidade que certamente merecia um grande carinho por parte dos associados. Se isso não for acautelado, então... não obrigado.

20/6/11 11:32