terça-feira, junho 21, 2011

Machado critica opção de Nilson


É provavelmente o dado maior, da entrevista que Manuel Machado dá esta semana ao Desportivo de Guimarães. O treinador vitoriano critica a opção de Nilson em naturalizar-se pelo Brukina Faso, considerando-a um mau contributo para os interesses do clube e justificando por isso a inclusão de Serginho no actual plantel.
"Foi uma opção pessoal e não devia interferir enquanto técnico, mas se quiser a minha opinião dir-lhe-ei que não é um bom contributo para os interesses do Vitória. Aos 35 anos, estar a tomar uma opção dessas, com tudo o que ela acarreta, não me parece que venha ajudar naquilo que ele pode dar ao clube que lhe paga."

Nesta mesma entrevista, o treinador do Vitória considera que Douglas "não é uma grande perda", mas critica a falta de frontalidade do avançado em todo o processo. Relativamente a Jorge Ribeiro, elogia o profissionalismo mas diz que o Vitória não pode ter activos emprestados, nem continuar a pagar o seu vencimento.

[Sobre Jorge Ribeiro] O Vitória precisará de ter activos seus e não emprestados. Tinha remunerações altas e o clube não pode suportá-las de forma continuada. Nessa relação, consegue-se fazer melhor com menos dinheiro.

[Sobre a saída de Douglas para o rival] É normal em termos de mercado. Mas é pena que as coisas nem sempre sejam claras e que as pessoas não se assumam, fazendo, ao invés, discursos de meias palavras em que dizem que o empresário é que sabe. Por força daquilo que o jogador rendeu, não é uma grande perda porque fez poucos golos em três anos.

Manuel Machado, volta a frisar que o objectivo do Vitória terá de passar por garantir nova qualificação europeia, fazendo depender o sucesso das taças internas do sorteio. No campeonato admite que por via dos orçamentos, Porto, Benfica, Sporting e Sporting CB partem em vantagem, mas que "gerindo bem, consegue-se fazer equipas competitivas e levar a que o afastamento desportivo seja menor".

Quanto à Liga Europa, o treinador vitoriano, diz que financeiramente só chegar à fase de grupos agrada, mas avança que tudo dependerá também do sorteio, lembrando que o Vitória apenas será cabeça-de-série na pré-eliminatória. Mostra-se ainda confiante para a nova temporada por "transitarem 16, 17 jogadores" e está preparado para perder N'Diaye. Sobre os reforços, diz que "são os que foram os possíveis" mas adianta que "qualquer um deles, no plano desportivo, tem os predicados que pretendemos para o grupo".

24 Comentários:

Rui disse...

n gosto muito desta afirmação, no entanto e a sua opinião, agora espero q n caia mal no grupo e que os problemas internos comecem ja na pre epoca

21/6/11 23:01
luis cirilo disse...

É uma questão curiosa.
Eu acho que Nilson não devia ter feito essa opção mas percebo a importancia do incentivo económico.
Acredito que o seu profissionalismo e respeito que sempre demonstrou pelo Vitória permitirão resolver as coisas da melhor forma.
Agora acho estranhas as declarações de MM.
Diz que foi ua opção pessoal e que enquanto técnico não devia intervir.
E depois do facto consumado vem fazer estas declarações.
E retira-o do lote de capitães!
QUando o que devia ter feito era ANTES de Nilson se naturalizar tê-lo alertado para os inconvenientes de ir a uma selecção que joga a CAN.
E El Adoua? e Faouzi? e N'Dyaie? e N'Djeng ?
Será que MM também vai censurá-los se forem á CAN ?
Não pode haver dois pesos e duas medidas.
E Nilson não merecia este tratamento e estas declarações.
Vindas de quem, exactamente pelas mesmas razões (dinheirinho),acumulava o cargo de treinador do Vitória com o de professor numa escola secundária!
E por aqui me fico...

22/6/11 00:08
sadas disse...

Sr Luís Cirilo não pode ver as coisas dessa forma .. ta sempre a ver as coisa pelo lado mau .. pela critica .. Machado tem razão porque nilson é brasileiro, foi convidado este ano, enquanto que faouzi e assim são originários daqueles países.. Machado falou e bem no que toca a Douglas e Jorge ribeiro

22/6/11 01:11
Me disse...

O Vitoria que o venda ao Burkina Faso !! Tirou-o de capitão e vai senta-lo no banquinho. E eu apoio o treinador se for essa a decisão. Não estamos a falar de uma chamada natural do seu pais, mas sim puramente de questões económicas. E quem lhe paga todos os meses e o Vitoria, e ele só fez isso depois de renovar, porque já antes tinha sido convidado e não aceitou porque ?? Não mostrou caracter para ser o nosso capitão !

22/6/11 01:12
luis cirilo disse...

Caro Sadas: eu já disse,creio que de forma clara,que preferia que o Nilson não tivesse feito essa opção. Mas fez e tem todo o direito de a fazer. E a idade em que o fez pouco interessa.Porque quando o Liedson se naturalizou português para jogar pela selecção pouco mais novo era e toda a gente(ou quase) achou bem.
Eu,por acaso,discordo totalmente de jogadores naturalizados poderem jogar pelas selecções dos paises de adopção. Mas se a Lei permite ninguém está acima dela.
E nesse aspecto Nilson está no plano de Faouzi e dos outros.
Agora revolta-me,isso sim,ver a ingratidão com que Nilson está a ser tratado por MM e por alguns comentadores de blogues.
Ninguém como ele nestes ultimos seis anos honrou tanto a nossa camisola.
Ninguém como ele demonstrou perceber tão bens os anseios e aspitações dos vitorianos.
Ninguém(excepto Flavio Meireles)demonstrou tanto ser um de nós. Um adeptos como os outros.
Vi o Nilson mais vezes no pavilhão a apoiar o voleibol e o basquetebol do que muitos directores incluindo o presidente.
Eu não estou sempre a ver as coisas pelo lado mau e da critica.
Vejo-as como elas são.
E não consigo alinhar naquele coro de credulidade, que se renova todos os anos por esta altura,que ao ver chegar jogadores que ninguém conhece mas que o imaginário dos crédulos transforma em novos Cascaveis,Ademires ou Assis esfregam as mãos dizendo "este ano é que vai ser".
Lamento mas para o peditório da credulidade já dei.
P.S. Quanto ao Douglas e ao Jorge Ribeiro estou de acordo consigo ao considerar que MM teve razão no que disse.

22/6/11 01:39
José Silva disse...

Ir para o banco por causa disto? Tirar de capitão?
MM continua a dar cada vez mais razão a todas as vezes que eu disse que ele não sabe gerir a moral dos jogadores.

22/6/11 03:24
benachour10 disse...

Estamos a começar mal, adivinham-se problemas.

22/6/11 10:29
vitoria até depois da morte disse...

Eu sou um admirador de Nilson enquanto guarda-redes do Vitória. Não me esqueço aquilo que ele tem dado ao nosso clube e o que representa para todos nós. A sua estranha neutralização foi vista por mim como uma forma do atleta ganhar mais uns trocos, agora que se aproxima do final da carreira. Esperava que o mesmo Nilson tivesse tomado essa decisão depois de ter conversado com os dirigentes do clube. Ao que parece a sua decisão foi meramente pessoal. Nilson errou e pela primeira vez esqueceu-se do clube que lhe paga e que o projectou, dos adeptos que lhe respeitam e o idolatra. E Aqui Manuel Machado tem toda a razão. Por muito que gostemos ou não do nosso treinador, ele tem até hoje respeitado e defendido o nosso clube, coisa que os dirigentes não conseguem fazer. A exclusão de sub-capitão é uma tremenda injustiça, por tudo o que o Nilson deu até ao momento. Tal como Manuel Machado, Nilson tem sido uma das vozes que mais se escuta em defesa do clube, ao contrário dos dirigentes. Eleva-se a sub-capitão um atleta que apenas representa o nosso clube há 1 ano e que pouco sabe e representa a nossa mística. Depois de ler vagamente a entrevista de Manuel Machado, creio que o mesmo Nilson vai ser certamente "encostado" em detrimento de Douglas de Jesus, face a sua possivel ausencia de 1 mês. Agora vamos ver se Manuel Machado vai encostar também os africanos que existem no Plantel,El Adoua? e Faouzi? e N'Dyaie? e N'Djeng ?
E aqui pode começar a guerra interna dentro da equipa. Todos nós sabemos que o Plantel do Vitória é constituido na sua maior parte por brasileiros e o Nilson representa para eles como um irmão mais velho.
Saberá Manuel Machado comandar esta tropa toda? Terá ele força para gerir um grupo cuja legião brasileira e africana impera em grande numero? Oxalá Manuel Machado um dia não venha arrepender-se de publicamente ter expressado a sua opinião.

22/6/11 10:34
vitoria até depois da morte disse...

Tenho uma grande admiração por Nilson enquanto guarda-redes do nosso clube. A sua estranha neutralização foi vista por mim como uma forma do atleta ganhar mais uns trocos, agora que está em final de carreira. Julgava eu que Nilson teria conversado com a Direcção do clube e com o seu técnico, antes de tomar a decisão de aceitar o convite de Paulo Duarte. Ao ler a a entrevista de Manuel Machado, deduzo que assim não foi. Nilson apenas conversou com os seus familiares mais próximos e decidiu. Aqui considero que o Nilson errou, pois esqueceu-se do clube que lhe paga, do clube que o projectou, dos adeptos que o respeitam e que o idolatra e dos próprios colegas de equipa. Pensou apenas nos 100 mil euros que recebeu á cabeça e dos 5 mil que irá receber por cada jogo que efectuar. Vendo bem as coisas Manuel Machado tem razão nas suas afirmações. No entantanto acho que as mesmas não deveriam ter sido ditas cá para fora. E tal como diz Luis Cirilo poderia ter sido evitadas caso tivesse conversado com o atleta. Convém dizer que a decisão de Nilson foi sabida vésperas da final da Taça e toda a gente se deve lembrar da porcaria de exibição que Nilson prestou nesse jogo. Agora não posso concordar é que o mesmo Nilson tenha sido distituido de sub-capitão, pois todos nós sabemos o que ele representa dentro e fora do campo. Nilson é uma bandeira do nosso clube. Não posso aceitar que se entregue o cargo de sub-capitão a um atleta que apenas está há 1 ano e que nem representa a nossa mística. Pouco ou nada sabe do Vitória. Ao ler a entrevista de MM, estou em crer que o Nilson vai ser relegado para o banco ou para a bancada, pois dado a ausencia no mês de Janeiro para disputar a CAN, MM vai certamente dá preperencia a Douglas de Jesus e preparar a substituição natural de Nilson. Agora é preciso saber o que MM vai fazer com os africanos que jogam na equipa e que certamente vão também eles disputar a CAN e tal como NIlson estarão ausentes durante o mês de janeiro. Será que também vai encostar E El Adoua? e Faouzi? e N'Dyaie? e N'Djeng ?
Se encostar Nilson e não encostar s africanos MM pode vir a comprar uma "guerra" dentro do balneário que ele mesmo e o recem nomeado capitão poderão não ter forças para combater. Todos nós sabemos que a equipa do Vitória é constituida na sua maioria por uma legião de brasileiros, para quem Nilson é um irmão mais velho. E a haver diferença de tramento entre brasileiro e africanos poderá causar mal estar dentro do balneario. Vamos esperar que um dia MM não se venha arrepender de publicamente ter expressado a sua opinião, embora corrrecta, sobre a neutralização de Nilson. Será que vai saber gerir esta legião de brasileiros e africanos? O Futuro próximo nos dirá, quais as consecuências das suas palavras.

22/6/11 11:07
Vimaranes disse...

Relativamente às declarações de MM sobre Douglas e Jorge Ribeiro, nada a opor. Ainda que ficaremos a perceber depois se Douglas não rendeu mais por falta de oportunidades ou por falta de qualidade. O pensamento sobre Jorge Ribeiro e o seu rendimento/custo é estranho é só ter surgido agora. Na época passada estas duas questões não se mantinham e ainda para pior, atendendo a que o jogador até estava parado há dois anos???

Sobre o Nilson. É inegável que tem sido ao longo dos últimos anos a grande figura do Vitória, do mesmo modo que é indesmentível que esta sua decisão tem implicações sérias no rendimento da equipa, ao poder estar ausente num dos meses decisivos da temporada. E não creio que o caso dele seja semelhante a Faouzi ou Eldoua. O que Nilson fez foi de facto assinar um contrato com uma selecção, colocando à frente dos interesses desportivos do seu clube, as questões financeiras. Se olhou pela sua vida? Claro. Se qualquer um faria o mesmo em circunstâncias semelhantes? Provavelmente. Agora creio que MM tem razão no que diz e mais do que isso, se fosse treinador e Douglas de Jesus tiver qualidade, pensaria 2 vezes antes de decidir o titular da baliza na próxima temporada, dando provavelmente uma oportunidade a Douglas. Porque numa posição tão específica, um clube não deve estar um mês privado de um jogador. E creio que o pensamento de MM será o mesmo e por isso, esta entrevista em que prepara terreno para a sua decisão.
Agora parece-me também e apesar de tudo isto, que MM deveria ter evitado falar em praça pública deste assunto. E que MM e os dirigentes vitorianos, apesar de não ser uma decisão deles, tudo deveriam ter feito para impedir esta decisão de Nilson. Mas, depois do mal feito, de nada serve MM criticar publicamente a opção e se quiser deverá fazê-lo internamente, explicando as suas opções. Nada mais.

22/6/11 11:10
MLferrei disse...

meus caros o Nilson irá ser titular até meio da epoca indo depois para a CAN, ai o Douglas vai entrar na equipa se agradar e corresponder com grandes jogos o Nilson vai sentar no banco o resto do tempo.

para mim vai ser esta a atitude do MM.

e quem pode criticar se o douglas agarrar o lugar

22/6/11 11:55
mike shinoda disse...

Manuel Machado aquando da declaração específica sobre o Nilson, divulgou a sua opinião pessoal sobre o assunto, e fez questão de referir isso mesmo, e ainda de que não tem voto na matéria, dado que é algo que apenas o próprio atleta pode decidir.

É inegável que Nilson merece tudo de bom pelos anos de dedicação que deu ao Vitória, mas também são inegáveis as consequências que esta decisão terá sobre a equipa e sobre o seu lugar como titular da nossa baliza.

O que também me parece inegável é que desde há já muitos anos que o Vitória não tinha tanto trabalho de pesquisa e rastreio de potenciais reforços como esta época que se inicia, e independentemente do rendimento futuro das contratações, parece-me mais que óbvio que todo este planeamento, organização, e gestão responsável do plantel tem como principal impulsionador Manuel Machado.

Seria bom termos a capacidade de dar mérito a pessoas que trazem competência para o VSC, ao invés da gestão "just-in-time" típica dos nossos dirigentes desde quase sempre..

Uma última nota para referir que MM conta com Amorim para o próximo ano, e que o considera um grande talento, e ainda que Dinis terá as mesmas oportunidades que os restantes colegas para conquistar um lugar na equipa, o que é muito animador.

Estou confiante num bom ano para nosso clube, desde que o plantel actual não seja vandalizado até ao final das inscrições.

Luís Fernandes

22/6/11 12:18
Paulo César disse...

Num mundo de futebol em que o Villas Boas diz o que disse durante meia época e na hora da verdade foi atrás do dinheiro, a mim não me surpreendeu esta atitude do Nilson, que do ponto de vista legal e pessoal é legítima. Mas como alguém disse num comentário, será que já tinha sido assediado antes e só tomou a decisão depois de se agasalhar na renovação do contrato com o Vitória ? É uma boa questão.
Do ponto de vista do Vitória, o clube tem também toda a legitimidade para se sentir incomodado e até traído e agir em conformidade. O MMachado tem também toda a legitimidade para colocá-lo no banco, se assim entender. E eu vou aplaudir. E pela sua atitude, se é de dinheiro que falamos, o Nilson também não se deve importar muito, vai ganhar o mesmo. O que eu entendo da opção do Nilson é "ok, já tenho 35 anos, contrato seguro, vou aproveitar ganhar 200.000€ que é o máximo que vou retirar do tempo que me resta de profissional".

Não me convencem as comparações com os outros africanos, o contexto é totalmente diferente. O Vitória quando os contratou sabia que eram internacionais ou seleccionáveis pelos seus países. E estão a valorizar-se. Se bem que a questão é, mais do que isso, moral. E isso é que eu não entendo de maneira nenhuma: um brasileiro jogar por Portugal ou pelo Burkina Faso !

Vimaranes, eu acho bem que o MMachado tivesse falado, os sócios têm de entender o que se passa e que foi uma opção pessoal do Nilson. O MMachado está a legitimar-se para tomar uma atitude que os sócios de outra forma não entenderiam. Assim fica tudo claro para todos, é a minha opinião.

22/6/11 12:50
sadas disse...

possivelmente em Janeiro Nilson pode perder a titularidade .. Sr Cirilo hoje em dia já não sei se é possível afirmar que Nilson é um dos nossos .. Vejam agora o caso vilas boas?? Nilson se tivesse propostas saia também do clube sem duvida .. Nilson é ao estilo brasileiro um grande puxa saco ! Vitorianos no plantel só acredito num, Alex

22/6/11 14:23
vitoriadofuturo disse...

Eu adoro o Nilson mas neste caso acho que o MM tem toda a razão. E quem vive o futebol por dentro sabe que estes assuntos já foram mais que discutidos dentro de portas e que o Nilson pediu certamente a opinião ao seu treinador. Logo o que ele está a dizer cá para fora não é novidade para ninguém dentro do clube. Por muito que ele tenha dado ao clube no passado e poderia dar no presente a sua ausência no mês de Janeiro vai prejudicar muito a equipa e o treinado é pago para zelar pelo bom funcionamento do balneário e tirar o máximo rendimento desportivo da mesma. Por isso esteve muito bem o MM a dar um valente puxão de orelhas em publico ao jogador e se fosse cmg o banco era o que lhe esperava até para prevenir situações identicas que possam vir a ocorrer. O Vitória tem que defender sempre os seus interesses colectivos e quem toma atitudes que possam vir a prejudicar o superior interesse do clube tem que ser penalizado. Seja ele o Nilson, o Flávio ou outro qualquer. Não somos, nem devemos ser a santa casa da misericórdia e do passado vivem os fracos, quem tem sucesso tem sempre os olhos postos no futuro. Quer dinheiro muito bem foi uma opção pessoal que tomou, mas nós temos que olhar para o Vitória e se queremos ter sucesso no futuro este clube tem que estar acima dos cifrões e enquanto "desculpar-mos" estas atitudes porque as pessoas já deram muito ao clube, nunca mas nunca mesmo iremos sair da cepa torta. Porque assim qualquer faz o que quer e lhe apetece deste clube.

Caro Luís, foi você realmente que postou aqui? É que essa comparação com os africanos do plantel é no mínimo ridícula. Nem parece seu. Quando se contrata alguém com essas nacionalidades já se sabe o que pode vir a acontecer agora um jogador brasileiro assinar por uma selecção dessas, sabendo logo de antemão que se ficar qualificado será seleccionado e com essa atitude vai prejudicar claramente o seu clube é totalmente diferente dos outros casos. Por muito respeito que se possa ter pelas pessoas, temos que pensar sempre nos interesses superiores do clube e não em interesses pessoais e simpatias. É isso que pretendemos de um líder.

22/6/11 14:36
Luis Filipe disse...

Boa tarde

Comparar a situação de uma qualquer aquisição de um internacional ou potencial internacional a um jogador em fim de carreira que por algum benefício quer mudar a Nacionalidade só pode ser má fé. Eu por acaso não simpatizo com jogadores que se tornam Portugueses para única e simplesmente se valorizarem na sua carreira de futebolistas,como tal também não me agrada esta mudança de nacionalidade de conveniência por parte do Nilson
Já agora,penso que a situação de qualquer profissional que passe pelo Vitória é a de agradecer a oportunidade que o Vitoria lhe deu e não dizer o que ele fez pelo nosso Clube.O Nilson tem sido um bom Profissional enquanto jogador do Vitoria mas não mais do que lhe é devido como em qualquer profissão.

22/6/11 16:43
jose silva (ronfe) disse...

a maoir parte do pessoal que aqui escreve sao um bando de ingratos.e de memoria curta.
desculpem la este desabafo.
mas nao gosto de ingratidam

força vitoria

22/6/11 17:22
vitoriadofuturo disse...

A unica pessoa que aqui tem que agradecer a alguém é o Nilson ao Vitória e não o contrário. Quem era o Nilson sem o Vitória? Era mais um dos milhões de jogadores brasileiros. O clube deu-lhe projecção e nome e não merecia o que ele lhe fez. Não sou ingrato e agradeço muito ao Nilson pelo que já fez pelo clube, mas se ele toma atitudes que prejudicam o clube não vou estar aqui a dizer que por tudo o que já fez que eu lhe perdoo tudo. Eu sou do Vitória e não do Nilson. E pelo simples facto de saber que ele vai fazer falta pelo bom profissional que é e pelo excelente desempenho que tem demonstrado é que fico triste que ele neste momento se tenha esquecido do nosso clube. Temos que deixar de pensar mais nas pessoas e pensar mais no clube. Porque nós não temos que agradecer a ninguém, eles jogadores é que têm que agradecer ao clube por honrar sempre os seus compromissos e aos seus adeptos por os terem tornado em idolos. Ingrato foi o Nilson com o clube que num mês decisivo para as aspirações do clube (campeonato, taça e taça da liga) preferiu ir representar uma selecção que não é a do seu país por "meia duzia" de trocos. No campeão nacional e com o Papa de certeza absoluta que ele nunca mais vestia a camisola do porto, pelo menos durante algum tempo. Olhem o caso do Baía que andou 6 meses sem cheirar até pedir desculpa. Enquanto nós não pusermos o interesse do clube acima de tudo qualquer jogador que venha para cá vai sempre fazer o que quer.

22/6/11 18:16
Ze Pedro disse...

o nilson é mais vitoriano do alguns que aki escrevem , só por ir jogar fora durante UM MÊS APENAS já é criticado? se calhar preferiam que ele tivesse rescindido amigavelmente ( custo zero) do que ir á selecção de outro pais , esquecem-se das vezes em que ele teve propostas para sair onde lhe davao mais dinheiro e não o fez não mostrou ser vitoriano e ter amor ao clube ? ele só esta a olhar para o futuro dele e faz ele bem pois quando regressar ira mostrar o mesmo empenho que mostrou ate agora , mais, que confiança estamos a dar aos outros gr com o nilson afastado vamos ver agora como o douglas ou o serginho se portam nos jogos a doer.Em relação aos capitães MM não o retirou dos capitães , apenas não quer que os gr nao usem a braçadeira mas isso já é de á muito tempo MM nao gosta que os gr usem braçadeira
Nao façam filmes nem inventem coisas que que nao sao verdades

22/6/11 18:28
lafuente disse...

Nesta entrevista, na minha óptica, faltou colocar ao M.Machado, o que se pretende fazer com o João Ribeiro.Deve ser um jogador para sair seguramente.
Quanto ao Nilson, foi uma decisão pessoal, e ele pensou que seria a melhor para ele. Seguramente que ele terá a noção, que pode perder a titularidade esta época.
Penso que o Machado, não deveria opinar publicamente sobre esta questão.

22/6/11 18:40
Ricardo disse...

Quanto á entrevista do Professor apenas tenho de admitir que não fugiu em nada ao seu estilo que vai de encontro ao meu. Realista, Sincero e Vitória em 1º Lugar!. Gostei do que disse do Nilson, do Jorge Ribeiro e de todos os outros aspectos. Apenas pedia para relegar Nilson para 3º GR ou então colocar no mercado. Toda a gente se lembra das defesas boas que ele fez, mas não esqueçamos que o mesmo Nilson quando descemos para a 2a liga foi um Desastre e perdemos muitos joguinhos com a sua culpa. Também na final da taça não gostei do seu comportamento. Com esta atitude mostrou ser um "falso" Vitoriano. Manuel Machado muito bem nas palavras e nas accões. Vitória és Eterno. Apenas a minha modesta opinião. Ricardo Pliteiro Silva. VSC_ADM.

22/6/11 19:23
Me disse...

O Ricardo Pliteiro Silva tem razão. Tanta coisa com o Nilson não sei porque !! E um bom guarda redes mas não e fora de série. Nos momentos de pressão falha e não e pouco, provou no Jamor. Também não esqueço que a descida tem a sua marca, e bem grande. Douglas a numero 1 ! Senhor Lafuente o caso do Joao Ribeiro esta fácil de ver, ou se aplica se quer jogar e ser vendido ou com a equipa que estamos a ficar arrisca-se a encostar e depois ainda vai para o Moreirense emprestado. Ele e que tem de decidir, penso eu de que !!
E o N'Djeng vem ou não ???

22/6/11 20:48
sadas disse...

Não, deixai andar esses ditos vitorianos a lamber o cu ao nilson .. OS JOGADORES PASSAM O CLUBE FICA

23/6/11 17:34
Dário disse...

O Nilson renunciou ao Burkina Faso pelo seu amor ao clube! Devia ser incluído na hieraquia dos capitães pois ele sente bem o Vitória!

23/6/11 18:13