sábado, agosto 06, 2011

Inspirem-se!


19 de Outubro de 1988. Esta é a data que estará ainda na memória de muitos e que outros tantos gostariam que tivesse repetição no dia de amanhã. O Vitória defronta o Porto em Aveiro e tentará conquistar a sua segunda supertaça da história. Desta feita, o jogo não será a duas mãos, nem haverá Nando, Germano, Nené, Bené, Carvalho, Soeiro, João Baptista, N’Dinga; Roldão, René, Chiquinho, Décio ou Silvinho. Mas, curiosamente, há Neno e Basílio que repetirão, desta vez no banco, a final de 1988. Naquela altura, tal como nesta, o Vitória tinha sido derrotado na final da Taça de Portugal com o Porto e contra todas as expectativas venceria a Supertaça. Hoje, como naquela altura, o optimismo pode não ser muito, mas a vontade de ver a equipa vitoriana pintar de ouro mais uma página do seu historial é tremenda.

Aos jogadores, só pedimos que se inspirem nos ídolos do passado e se tornem nos ídolos do presente!

Em 1988, ao leme do comando técnico vitoriano estava o técnico brasileiro Geninho. Foi ele que levou o Vitória à conquista do único troféu de futebol sénior que consta das vitrines vitorianas. Foi também com ele que o VIMARANES falou, para recordar um dos grandes protagonistas daquele dia histórico.

    

5 Comentários:

vitoriasempre disse...

bora povo acreditem nada e impossivel voves conseguem nos acreditamos vitoria sempre

6/8/11 13:40
jotafundador disse...

Com respeito pelo adversario, MAS SEM MEDO.

7/8/11 02:26
José Silva disse...

Obrigado Manuel Machado... Antes de ti, era impensável uma final com apenas 2000 vitorianos. Obrigado. Sinceramente, muito obrigado por matares a vontade de ir a uma final.

7/8/11 14:55
jotafundador disse...

Subscrevo inteiramente o teu comentario meu caro Jose Silva.

7/8/11 16:16
José Silva disse...

RUA...

7/8/11 23:05