sexta-feira, agosto 26, 2011

Isso sim, é uma vergonha


Sinceramente, já não sei o que motiva Manuel Machado a aceitar treinar o Vitória. Só encontro uma explicação racional: o vitorianismo do treinador – intocável – e o apego à terra que o viu nascer e onde praticamente passou toda a sua vida. Sendo certo que não lhe faltam clubes para treinar, só encontro esta explicação. Não pode haver mais. Ainda que admita que num clube como o Vitória é necessariamente importante – mais do que noutros – saber lidar com a pressão exterior, não acredito que o Professor não se sinta magoado e melindrado com a forma como é vergonhosamente tratado. Porque não tem paralelo, daí a adjectivação. Podem advogar, os críticos e intérpretes dessa forma vil de tratar o treinador, que sempre que as coisas não correm bem, qualquer técnico, dirigente ou jogador do clube recebe o mesmo tratamento de 'choque'. Não concordo. Manuel Machado há muito que serve de exemplo único. Vá-se lá saber porquê – há quem diga que por ser da 'casa'! - o Professor nunca foi capaz de agradar a uma franja de adeptos do clube, a esses que estão sempre ao virar da esquina, ávidos por o vilipendiar e maltratar. Pode Manuel Machado cumprir com os objectivos a que se propõe – independentemente dos recursos que lhe são postos à disposição e dos meios que utiliza para tal -; pode Manuel Machado estar directa ou indirectamente ligado a todos os grandes êxitos que o clube já alcançou (foi campeão nacional de juniores; dirigia o departamento de formação no título de iniciados; integrava a equipa técnica que conquistou a Supertaça e, extensivamente, nas duas temporadas como treinador principal conquistou o apuramento que lhe exigiram para as competições europeias e chegou, numa delas, à final da Taça de Portugal). Não chega nem nunca chegará.

Hoje, creio ter ganho consciência de uma coisa que, indisfarçavelmente, me causa alguma espécie: pode Manuel Machado um dia conquistar um título para o Vitória, que por mais significativo que ele seja, o Professor nunca há-de conquistar a simpatia desses adeptos. Provavelmente, nesse dia, essa gente dirá que o mérito foi de outros e não do treinador; ou então dirão até uma coisa ainda mais caricata: “não fez mais do que a obrigação”.

Admitindo que o futebol é um cenário pouco dado a unanimismos (por um lado, ainda bem que assim é, porque a massa crítica também é fundamental), não posso é concordar com a forma como muitas vezes essa crítica é expressada. E, contrariamente, ao que possa estar a induzir, não estou a falar dos insultos dirigidos ao treinador do Vitória durante e após o jogo com o Atlético de Madrid. O que sinceramente mais me incomoda é perceber que muitos desses adeptos que pelos vistos o odeiam, assobiam-no logo que a equipa é apresentada pelo speaker. Ora aí está um excelente contributo dos melhores do mundo; uma 'belíssima' forma de demonstrar o somos únicos.

Nota final: sei que muitos defenderão a ideia que Manuel Machado é justamente assobiado e insultado porque não 'percebe' nada de futebol; porque o Vitória perde; porque faz declarações desapropriadas; porque tacticamente comete muitos erros; porque a sua estratégia é muito defensiva; etc e tal. Para bem do Vitória, espero que um dia não se cumpra aquela velha máxima do “atrás de mim virá quem bom de mim fará” e que um Rui Vitória qualquer que venha treinar o nosso clube faça muito, muito mais mesmo, que Machado. Uma coisa me parece certa: mesmo que não faça, nunca será tão insultado e tão incompreendido.

23 Comentários:

Culé disse...

Apesar de na minha opinião achar o treinador do vitoria fraco, acho que o Manuel sofre do síndrome Machado...o mesmo do Pimenta!!!

São criticados, são insultados, querem a cabeça deles...mas uma coisa é certa, no vitória não houve melhor!
O senhor Abel Sousa tem razão, o vitoria tem que se modernizar tem que olhar para o futuro como ambição, vocês não podem ficar sempre no romantismo dos "únicos"!!!

Abraço desportista!

26/8/11 11:47
Amadeu disse...

Começo por dizer que defendi a vinda de MM de regresso ao Vitória, assente nas seguintes linhas:

1. Porque esperava ver MM a fazer apostas em jogadores da nossa formação.
2. Porque apesar do espectáculo futebolistico fraquinho que as suas equipas apresentavam, sempre tinha defesas sólidas e equipas construidas "de trás para a frente".
3. Como vitoriano que é, esperava que colocasse "juizo" e ajudasse a miserável direção na construção e defesa do clube.

Resultado? Saiu-me tudo furado. Ainda por cima o futebol do VSC não é pobre, simplemente não existe.

Ora, lendo este texto de opinião, fico com vergonha de adeptos como o autor quando não identificam MM como um dos problemas actuais do VSC. Ainda para mais quando o próprio admite que o VSC tem dos melhores planteis dos ultimos anos.

É de uma tremenda falta de justiça dizer que MM nunca seria reconhecido pelos seus feitos. O afastamento de cerca de 10.000 sócios deve-se apenas à crise, à gestão ruinosa de EMS, ou a ausência de futebol com MM, também tem a sua contribuição?

É que depois de uma época inteira sem jogar futebol, o MM apenas ontem foi justificadamente apupado porque até à data os seus jogadores NÃO FORMAM UMA EQUIPA e não jogam futebol, ponto. Ontem só se ouvia perguntar se o Vitória não treinava...

Os adeptos não são parvos e se vissem que MM, com as limitações que lhe impõem, ia construindo algo, necessariamente teriamos que dar tempo ao tempo. Mas não! Não se vê nada.

Não há paciência para textos destes. Discordo em absoluto.

Amadeu

26/8/11 12:37
J.silva disse...

eu acho que a culpa tambem passa por manuel machado. mas penso que o principal problema é a direcçao. nós temos de ter um manager,ou seja, tem de ser mais que treinador. esta direcçao alem de nao perceber nada mete se muito e limita muito os treinadores. viu no caso do cajuda. só que o cajuda nao baixou as orelhas e disse as verdades.

tem que mudar muita coisa no Vitoria e só depende dos socios.

Abraço

26/8/11 13:08
Miguel Ribeiro disse...

Sr Abel Sousa sua excelência é uma vergonha como Vitoriano... O Vitória simplesmente não joga futebol e quem é o treinador? Quem pôs constantemente de lado o Rui Miguel? Quem desmoralizou João Ribeiro? Quem substituiu Teles nos últimos jogos da época passada queimando o jogador? Quem exigiu Renan e agora o quer dispensar? Quem coloca Alex sempre titular quando este se apresenta numa forma miserável? Quem manda bocas ao Nilson e o despromove de capitão? Quem coloca jogadores a titular por compadrio? Quem escolheu zero jogadores da cantera do Vitória no actual plantel? Quem escolhe o 11 titular? Quem vem com discursos sem ambição? Quem coloca 1 jogador sem rotina a central menosprezando por completo os outros 2 do plantel? Mas estamos a brincar afinal? Eu sou tão Vitoriano como MM, e não é isso que sou treinador do Vitória. Não está em causa o vitorianismo deste, e obviamente MM se faz algo de mal ao Vitória certamente não será propositado, agora que não tem conhecimentos nem condições para ser técnico do Vitória lá isso não. Apoio que MM deveria estar na Direcção do Vitória, pois aí sim poderia ser uma mais valia.
Quanto aos adeptos não fomos, não somos nem nunca seremos únicos. A maioria dos adeptos do Vitória é banal é adepto das Vitórias e não do Vitória.... Se bem que com exibições como as que presenciamos ontem é difícil ser-se persistente no apoio ao clube.

26/8/11 13:36
Guimarães disse...

Sr.Miguel Ribeiro, que tem você a mais que qualquer outro Vitoriano? Vergonha é não saber respeitar a opinião de um sócio mesmo discordando das mesmas...

Saudações Vitorianas

26/8/11 14:30
miguel silva disse...

Sr Abel Sousa eu só quero ir ao estádio ver a equipa do Vitória dar um bom espectáculo de futebol, e mesmo que perca, que pelo menos defenda a honra do clube. Apresentar péssimo futebol, uma equipa que parece que nunca treinou junta e jogadores a mandar vir uns com os outros porque não se entendem, apesar de jogarem juntos há vários meses, envergonha-me! E não me interessa se o treinador é vitoriano ou não, só quero que faça um bom trabalho! Não volto aos estádio até darem provas de que são uma equipa. Ontem não vi equipa nenhuma, voltei a ver uma manta de retalhos e tentar desenrascar-se. Fomos enxovalhados no campo e em todos os órgãos de comunicação social. ONDE VAMOS ARRANJAR PATROCINADORES AGORA???
Se Manuel Machado não tem o que precisa da direcção, que se demita. Ir à final da Taça e perder por 6-2, ir às pré-eliminatórias da Liga Europa e perder 6-0 é uma vergonha, mais vale não ir. Dizer que o objectivo é ficar em 4º ou 5º para ir às competições europeias e depois não ter equipa para disputar essa competição É ENGANAR OS SÓCIOS!!! Estou farto desta direcção, QUERO UMA SAD JÁ!!! QUERO PROFISSIONAIS PAGOS PARA FAZEREM O SEU TRABALHO E DEFENDEREM O CLUBE (ou empresa, tanto faz)! Pelo menos seríamos informados sobre a gestão. Neste momento pago cotas e não faço a mínima ideia para onde vai o clube...

26/8/11 14:40
Orlando disse...

Sr. Abel Sousa,
Só se compreende esta sua protecção ao MM, pela amizade que possa ter por ele, mais nada.

Como deve saber, os jogos são o espelho dos treinos durante a semana.
não se vê mecanismos ofensivos, defensivos, transições ofensivas e defensivas, jogadas estudades, cantos estudades, livres estudados, etc, etc, ou seja.
Durante a semana estes situações de jogo tem de ser mecanizadas, para que no dia dos jogos elas saiam naturalmente. E devem ser repetidas tantas vezes quantas as necessárias para sairem bem.
No dia em que os treinos sejam assim, verá que no dia do jogo as coisas saem com naturalidade, jogadas estudadas, cantos estudades, livres estudades, tudo isto para causar surpresa ao adversário.

O dia de jogo é o espelho dos treinos.

26/8/11 14:42
Amadeu disse...

Digo-o por conta própria, nem conheço o Sr. Miguel, mas para mim é evidente.

Ó Sr/a Guimarães:
O Sr. Miguel Ribeiro o que tem a mais que o Sr. Abel Sousa é olhos na cara.

E não anda a reboque de ninguém.

26/8/11 14:52
TG disse...

Eu discordo em alguns pontos com autor do texto, concordo com outros. Sem dúvida que há adeptos Vitorianos que simplesmente não gostam de MM, é um facto! Eu contra o MM cidadão, adepto Vitoriano não tenho absolutamente nada contra, enquanto treinador, a minha opinião sincera é que é bastante limitado, não tem categoria para ser treinador deste grande clube. Por diversas razões, já não foi uma, nem duas vezes que vimos de um jogo para o outro jogadores titulares que até tinham sido dos melhores em campo, a saltarem de titulares para não convocados, e jogadores que ainda não tinham jogado a serem colocados a titular em jogos de grande pressão...isto obviamente não tem um bom efeito sobre o grupo, como qualquer um compreenderá. Para além disso é o futebol praticado pelo Vitória, tanto na época passada como no inicio desta, que chega a ser confrangedor...já por mais do que uma vez disse, que a equipa desde à um ano e tal não demonstra evolução nenhuma, zero! E depois ouvimos sempre as mesmas declarações, que é uma equipa em construção, que é preciso ganhar automatismos...eu vi o Braga no primeiro jogo para o campeonato, e consigo ver uma ideia de jogo, que obviamente não está totalmente assimilada, mas percebe-se...no Vitória à mais de um ano que tento vislumbrar e não entendo...constantes mudanças tácticas, jogadores como o Toscano que são do melhor que temos, não é titular, estratégias super defensivas, uma equipa absolutamente perdida em campo. Se eu visse que o plantel não tinha qualidade...mas o plantel tem muita qualidade, por isso exige-se muito mais. Gostaria de ver MM a desempenhar funções no Vitória, mas não integrando a equipa técnica. Para além disso há o problema da direcção, que é um caso bicudo... o planeamento da época é absolutamente desastroso, nunca vi tantas demonstrações de incompetência em tão pouco tempo como aconteceu nesta pré-época. Foi o N'Djeng, o Carlão, o Edgar deixa de ser convocado porque vai sair e agora sabe-se que afinal fica, P. Mendes que apesar de ter assinado, saiu cá para fora informações de que alguém no Vitória não queria que viesse...é N'Diaye que se fala que foi vendido o seu passe ou uma parte deste a empresários e da direcção nada se sabe...enfim...e mais alguns que aqui podia citar...esta direcção está milhares de km de distância da estrutura directiva que o Vitória merece, os adeptos já perceberam isso à muito, simplesmente a opção que tivemos nas últimas eleições não transmitia confiança alguma também...esperemos que alguém competente surja para servir dignamente o nosso clube.

26/8/11 15:30
TG disse...

Concordo plenamente com o que disse o Orlando:
"Como deve saber, os jogos são o espelho dos treinos durante a semana."

É disto que se trata...

26/8/11 15:40
miguel silva disse...

Já repararam numa equipa, de uma cidade familiar aos vimaranenses, que saiu ao Braga na fase de grupos da Liga Europa? No clube daquela cidade Eslovena parece que sabem reconhecer oportunidades de promoção ao contrário de outras cidades e clubes europeus...

26/8/11 15:40
Alberto Sá disse...

Este texto do sr. Abel Sousa é uma opinião pessoal que merece respeito, por isso. Mas porque é público, não está alheio à crítica.

Basicamente, o que o sr. Abel Sousa nos diz é que não somos merecedores do Manuel Machado. Nas entrelinhas, quase se pode dizer que o Manuel Machado no Vitória é como dar pérolas... (o resto já sabem).

Ora, isto só pode ser anedota, sr. Abel Sousa. Se o treinador é assim tão fora-de-série, com tantos e bons resultados granjeados e exibições de encher o olho, gostaria que me apontasse uma - uma só pessoa - que ache que o Manuel Machado poderia algum dia vir a treinar um dos chamados 'grandes'. Não encontra, pois não?! (a não ser junto da família e outros 'afilhados'...)

Digamos que equipas como o Vitória, Braga, Nacional e Marítimo e o máximo a que pode aspirar. E essas andam sempre entre o 4º e 6º lugar, com ou sem Manuel Machado...

E porquê não atinge Manuel Machado mais altos vôos? Bom, isso está à vista de toda a gente: simplesmente, o tipo de futebol, metodologia e de estratégia que Manuel Machado utiliza não lhe dá mais do que o 6º ou 5º lugar, e nos anos em que há demérito dos adversários, pode alcançar o 4º. Porque para mais não dá, nem nunca deu!!

Perguntar-se-á: e isso não é bom, ficar entre 4ª e 6ª? Será pois, para um clube que não aspire a mais do que isso. O problema é que o Vitória encalhou aí há demasiado tempo, e não consegue dar o salto em frente. E não é preciso muito, basta olhar para o lado de lá de Morreira: competência, rigor, dedicação e muita ambição. Mas não a ambição ganaciosa do querer meter ao bolso para si, mas antes a ambição do colectivo. É isto que falta ao Vitória...

Não digo que o Manuel Machado seja o principal culpado, acho até que não é pois também é vítima do amadorismo da Direcção, e neste início de época isso tem sido por demais evidente.

Mas se o Manuel Machado se sente incomodado com a Direcção, que faça valer os interesses desportivos do Vitória, que se diz adepto integrante, e fale!
E se o sr. Abel Sousa sabe de algo mais, que utilize este espaço para o fazer, porque o Vitória somos, ou não, todos nós?

Agora, ficar de braços cruzados resignados a esta decadência, isso não!
Achar que as coisas estão bem, é um atentado à nossa inteligência, sr. Abel Sousa.
Achar que não merecemos mais do que isto, é achar que nunca sairemos deste patamar da mediania. E para isso não é preciso apelar a encher o estádio, mais vale ver futebol estrangeiro pela televisão...

26/8/11 15:45
Rui Rodrigues disse...

o abel sousa ainda se vai arrepender do que escreveu. Basta os "patrões" puxarem-lhe as orelhas e lá vai ele pedir desculpa como fez ainda há bem pouco tempo.
Acontece que nesta situação do Vitória há responsáveis directos e outros indirectos.
E o abel sousa também tem as suas responsabilidades.Depois de ser o moço dos recados do vitor magalhaes no tempo em que este foi presidente e já depois de ter sido um ponta de lança no derrube de pimenta machado e na beatificação do vitor magalhaes,a verdade é que apoiou o milo contra o pinto brasil e todos estarão recordados do debate na santiago moderado por ele com uma vergonhosa falta de isenção. Agora vem fazer este frete ao machado a tentar contribuir para o segurar quando toda a gente que gosta do Vitória já percebeu que ele tem de sair.
uma das razões para estarmos assim são sem duvida os abeles sousa do jornalismo de Guimarães.

26/8/11 16:24
Filipe disse...

Eu partilho em grande parte da opinião do autor. Respeito os demais que discordam mas confesso que tenho um grande apreço pelo Manuel Machado. É simplesmente a minha opinião pessoal. O que de facto me incomoda é a verdadeira satanização que se faz a jogadores e treinador. E esta situação já não é de hoje, é quase que cultural! Revejo-me, sem dúvida, nas críticas á direcção mas a verdade é que foram duas vezes conduzidos a comandar os destinos do Vitória por voto democrático...dos sócios!

26/8/11 17:02
SPCova disse...

Caro Sr. Abel Sousa,

Fiquei boqueaberto ao ler a sua opinião. Positivamente boqueaberto. Os meus mais sinceros parabéns.

26/8/11 17:26
Miguel Ribeiro disse...

Excelentíssimo Guimarães em quê que não respeitei a opinião? É uma vergonha como Vitoriano na medida em que tem 2 pesos e duas medidas... Opiniões disfarçadas de ironias e contraditórias. Claro que a grande amizade entre Abel Sousa e MM diz tudo...
Não acho que tenha nada a mais do que qualquer outro associado que pague as cotas, que compre cadeira anual, que assista aos jogos quer em casa quer fora, que participe nas eleições, que assitas às mais diversas modalidades amadores e que dê o seu apoio, que promova a palavra Vitória, que divulgue com orgulho o nome Vitória pelas 4 cantos do mundo, que consiga trazer novos e bons associados ao clube que ama... N ponho em causa a pessoa Manuel Machado, mas nem pouco mais ou menos, ponho sim em causa o fraco treinador que é... Manuel Machado no Vitória sim mas na Direcção. Pelo menos opino com o meu nome n atrás de uma alcunha ou nick name... Nem todas as verdades são verdades absolutas, não sou dono e senhor da razão bem como não o é o Abel Sousa...

26/8/11 18:00
A.C. disse...

Devemos sempre respeitar um comentador,mesmo que discordemos do que expressa.
Mas este texto que supostamente deveria ser de opinião,é na essência um auto de defesa a um "professor" com o qual não se tem aprendido nada ! Nada de nada mesmo !
Pior aínda é pretender transformá-lo em vitima de cenários imaginários de mera antipatia pessoal,embirração,inimizade e ódios gratuítos !
Aqui não está em causa o ser como pessoa,mas sim a incompetência,a incapacidade,a falta de caracter e de personalidade,desde sempre patenteadas pelo individuo em questão.
E esse apego à nossa Cidade e ao nosso Clube,que também se advoga deixa aínda muito mais a desejar !
Aínda ontem o podemos testumunhar no fim do jogo em mais uma ridicula entrevista,produzindo comentários como: «o Atlético deu aqui uma belissima lição de futebol».Isto além de ser mais uma demonstração de imbecilidade escapando-se cobardemente na desresponsabilização por pretensos méritos alheios,é também um insulto,e um acto de provocação aos sócios,adeptos,Clube e Cidade ! E mais à frente continua com mais esta "pérola": «Noto que em termos de construção da equipa ainda estamos em atraso. Teremos de ter muita paciência para não descambarmos.» No minimo hilariante não só pela afirmação mas também por se contradizer. Afinal a equipa não demonstra deficit de produção por causa do nivel dos opositores.
Por tudo isto não há santo que aguente e daí os tais "insultos"...Tem de se admitir que não é facil ter de aturar uma criaturinha deste quilate.
É obvio que não é o unico responsavel pelas situações problemáticas,mas é indesmentivel que tem contribuído,e muito para o que se passa actualmente.

26/8/11 19:33
Joao disse...

Em parte discordo das declarações do senhor Abel Sousa, pois sendo outro qualquer a treinar o vitoria seria na mesma criticado e julgado pelas suas acções como outro qualquer (na minha opinião), eu sou adepto do vitoria e amo o meu clube isso não esta em causa, e sinceramente fui um dos que aplaudi o seu retorno ao nosso clube pois ela é da casa é dos nossos fez grandes feitos pelo nosso emblema qualificou-nos no seu ultimo ano que cá esteve para o UEFA com a equipa a um excelente nível, e eu estava bastante confiante no seu retorno, mas depressa me caiu essa confiança onde a época passada consecutivamente víamos no vitoria uma equipa sem ambição a praticar um futebol fraco com alguma sorte no seu sucesso que na minha opinião tanto na qualificação para a final da taça de portugal como no quinto lufar conquistado e bem recentemente na qualificação para os play of´s da liga Europa nos tivemos mais foi sorte que a meu ver não merecíamos la ter chegado! E sim com isto tudo que fui vendo perdi a fé no treinador e defendo o que já defendia no fim a época passada que precisamos de mudar de rumo! Precisamos de alguém com a nossa garra a nossa ambição e a nossa vontade de vencer! e Meus amigos vitorianos não via isso neste treinador e não vejo isso nesta Direcção! Nos adeptos fervorosos como sempre fomos e como eu gosto de ser que vivemos muito este clubismo, precisamos de mais muito mais! Chega de dar facadas no nosso orgulho Vitoriano, quando estávamos na segunda liga tinha muito mais prazer em ir ao estádio apoiar a equipa do que agora! E como está à vista de todos nos adeptos estamos cansados destas desilusões constantes e isso vê-se muito bem na afluência ao estádio, porque até eu que desde que sou gente raras foram as vezes que falhei um jogo em casa estou a perder a vontade e a fé!

NÓS MERECEMOS MAIS!

26/8/11 20:51
Vimaranes disse...

O LEITOR ROGERIO SILVA PEDIU-ME QUE AQUI COLOCASSE O SEU COMENTÁRIO POR NÃO ESTAR A CONSEGUIR ACEDER À CAIXA DE COMENTÁRIOS.

"Ponto prévio: não sou amigo de MM. Logo, nada me motiva a escrever este comentário a não ser colocar aqui a opinião de alguém com 27 anos ininterruptos de sócio.
1 - O Vitória iniciou a época no dia 20 de Junho. No dia 26 de Agosto, 2 meses depois, e já com a supertaça, a pré-eliminatória e o play-off de acesso à liga europa, a primeira jornada do campeonato disputados, ou seja: 6 jogos oficiais disputados, o plantel não está definido. Continuam a entrar e a sair jogadores. Pelo caminho, houve a novela N'jeng, Carlão, Edgar... Algum treinador seria capaz de trabalhar eficazmente nestas condições?
2 - A ausência de soluções atacantes é um facto evidente desde o ínicio dos trabalhos, será que o treinador era o obstáculo a que essa lacuna fosse rapidamente solucionada?
3 - Com essa evidente lacuna atacante, o treinador viu-se privado do único ponta de lança que tinha no plantel - Edgar - em 3 jogos oficiais. Será culpa sua?
4 - O Pedro Mendes entrou com o comboio em andamento e está nitidamente mal fisicamente, o Saucedo entrou já com a equipa em competição e ainda nem em condições está de jogar, o Soudani chegou à meia dúzia de dias e lesionado, o Nuno Assis só foi apresentado ontem, o Maranhão e o Paulo Sérgio tem estado mais tempo lesionados que a treinar. Bruno Teles esteve 1 mês parado por lesão. O João Alves e o Alex estão longissímo do que realmente valem. O Faouzi, N'Diaye e El Adoua estão a cumprir o ramadão. Juntemos a isto a 'ausência forçada' de Edgar. A culpa é do treinador?
5 - Lamentavelmente, o Vitória paga muito caro a factura dessa insígnia  "somos únicos". Efectivamente, somos únicos! mas nem sempre pelas melhores razões. Senão repare-se:
Estes sócios que forçaram esta saída de MM são os mesmos que antes, forçaram a saída de Manuel Machado, Jaime Pacheco, Vitor Pontes, Norton de Matos, Manuel Cajuda, Nelo Vingada, Paulo Sérgio...
São os mesmos que dificultaram as prestações de melhor qualidade a Edgar assobiando-o de cada vez que este tocava na bola, e não foi só esta época, isto já vinha da época passada e aplaudiram efusivamente na quinta-feira. São os mesmos que idolatram Targino quando estão fartos de saber porque é que ele não rende dentro de campo. E quem sabe, são ainda alguns dos que forçaram a saída de Jaime Pacheco quando este tinha o Vitória em segundo lugar, e o receberam como herói quando ele  regressou. E quem sabe, são os mesmos que estarão a forçar a saída do próximo treinador daqui por uns meses. Ou seja: para estes sócios "sermos únicos" também implica não dar tranquilidade e margem de erro a ninguém. E... Menos ainda se esse alguém for dos nossos. Mas... Também é por esta cegueira que o Vitória dificilmente conseguirá sair da "cepa torta".
6 - Na minha opinião o Vitória padece efectivamente de mal enorme: Esta direcção! É tamanha a incompetência que vitíma tudo o que a ela se junta. E isso sim. Se os sócios querem alterar o estado deste clube e consequentemente a sua vertente desportiva, não é carimbando com o selo de incompetência todos os treinadores que por aqui tem passado nem desestabilizando os jogadores e a equipa ou insultando o treinador. É agindo contra esta direcção.
(continua)

27/8/11 01:43
Vimaranes disse...

CONTINUAÇÃO DO COMENTÁRIO DO LEITOR ROGÉRIO SILVA

7- Mas o que é que vemos? Muita acção... Nas teclas dos Pc's. Sim. Apenas nas teclas. Com a agravante de que tentam de todos os modos influenciar a opinião dos que por cá vão passando.
Se são assim tantos, se estão tão indignados, se efectivamente querem alterar alguma coisa e não apenas partir pedra a partir da cadeira em que se sentam em frente ao ecrã, porque não marcam uma assembleia para destituir esta direcção?
8 - Por tudo isto, compreendo e subscrevo totalmente a tua opinião, Abel Sousa. Mas... O futebol é paixão e neste caso do Vitória, é paixão exacerbada, o que nem sempre permite ver a razão com a clareza desejada.
9 - Por
tudo isto e não sonegando alguns erros tácticos cometidos por  MM, sou de opinião de que ele foi mais vítima do que culpado.

É apenas uma opinião para uma séria reflexão.

Rogério Silva

27/8/11 01:45
José Manuel (Nelo) disse...

Abel Sousa tem razão. E mesmo que não tivesse, tem direito a expressá-la sem ser maltratado por tal. Há ainda muito fascismo e muito Salazarismo na nossa cultura e mentalidade.

27/8/11 11:29
José Manuel (Nelo) disse...

Abel Sousa e Manuel Machado são dois exemplos de quem sofre da mesma antiga e sibilina tirania Vimaranense: só certos "eleitos" é que podem dizer, opinar ou candidatar-se. E eu sei do que estou a falar, porque convivo com isso na minha própria família.
Um zé-ninguém que seja filho ou neto de outro zé-ninguém cá do burgo nunca será alguém simplesmente por questões de berço.
Por outro lado, um zé-alguém, por mais oco que seja, mas tendo algum pilim e um núcleo duro de apoiantes em certas tertúlias e blogs, será sempre visto como um dom Afonso reencarnado. O último grande movimento desses eleitos gerou o regresso de Jaime Pacheco, e deitou borda-fora exactamente o agora imolado Manuel Machado. Ainda haverá quem se lembre no que resultou o regresso do tal Jaime ?

27/8/11 11:40
master kodro disse...

Não o diria de outra forma, Abel. Sem tirar nem pôr.

27/8/11 15:10