sábado, agosto 13, 2011

Notas Vitorianas

Numa altura em que volta a estar na "ordem do dia" um possível regresso de Nuno Assis a Guimarães, o Vitória prepara o inicio do campeonato amanhã com o FC Porto. Dos convocados para o encontro de amanhã volta a "saltar à vista" a ausência de qualquer ponta-de-lança. Edgar continua afastado, isto apesar do Vitória ainda não ter chegado a acordo para qualquer venda, enquanto que William e Fábio Fortes continuam afastados das opções de Manuel Machado. Destaque para a lesão muscular de Maranhão que o afasta da 1ª jornada do campeonato (já depois de Soudani também por lesão ter de ficar de fora) e da estreia nos convocados do reforço boliviano Saucedo.

7 Comentários:

vitoriadofuturo disse...

Para quem dizia que o ano passado precisavamos de rejuvenescer o meio campo nota-se claramente nas opções de compra essa politica no clube. Daqui a 2 anos andamos todos a chorar que não temos equipa porque os titulares vão-se reformar todos. E aqueles que estão a apoiar estas decisões da direcção, irão ser os primeiros a vir para aqui mandar postas de pescada porque não se pensa no futuro. Aqui neste clube só se pensa no momento e não se faz um planeamento para o futuro. Enfim... Ao que chegou o meu clube.

13/8/11 20:04
Vimaranes disse...

Parece-me que é possível fazer uma aposta no futuro, mesclando a equipa com jogadores experientes e com um passado de inegável qualidade. No caso específico de Nuno Assis, assim como no de Pedro Mendes, creio que são mais as vantagens das suas contratações do que as desvantagens, desde que dentro de patamares salariais adequados para um clube da dimensão do Vitória. Por exemplo, no caso específico de Nuno Assis (que não faço ideia se virá ou não) o Vitória tem apenas uma opção chamada Barrientos que pelo que se tem visto vai necessitar ainda de um razoável período de adaptação para ser uma opção de presente, por isso não veria com maus olhos um ingresso de um jogador de inegável qualidade e experiente como Nuno Assis (se me perguntarem claro que preferia ter mantido Rui Miguel, isso preferia, porque é um jogador ainda jovem, mas adaptado ao futebol português e por isso o Vitória poderia ter conseguido um retorno financeiro superior mas...)

Agora parece-me inequívoco que também Pedro Mendes acrescenta qualidade ao presente e certamente permitirá que os mais jovens evoluam com ele. Agora é preciso é que num plantel com jogadores experientes, não haja também medo de apostar em jogadores jovens e preferencialmente portugueses.

Nem entendo que um plantel deva contar apenas com jovens inexperientes, nem apenas com jogadores veteranos. Creio que o segredo, quer para a estabilidade do balneário, quer para um clube que ambiciona ser bom no futuro mas também no presente, deve ser o encontrar o equilíbrio necessário entre a juventude e a experiência.

A questão que aqui me incomoda, é parecer que estamos em plena altura do defeso, quando no final de contas já estamos em competição e o "entra" e "sai" continua. Não aprendemos com os erros.

13/8/11 20:37
Vsc1922 disse...

O Nuno Assis não devia ter saído do Vitória no ano passado, uma vez que todo o nosso futebol passava por ele, de maneira que sem ele e com o Rui Miguel sentado constantemente no banco de suplentes, o nosso futebol foi o que se viu.. Este ano mais uma vez cometeram-se grandes erros que foi vender o Rui Miguel e emprestar o João Ribeiro. Quando se vendeu o Nuno Assis a justificação foi que estava na hora de o Rui Miguel assumir o seu lugar, uma vez que o Assis estaria a ficar "velho", e agora é isto. Isto para não falar do "caso Edgar" e no facto de o Renan ser inscrito na Liga Europa e no campeonato não, este mesmo foi titular com o Mitjyland.. O Vitória caminha a passos largos para se tornar numa enorme empresa de construção.

14/8/11 08:37
José Silva disse...

Deixem-se de preconceitos "portuguesistas" de que jogadores com 34 anos tem que arrumar as botas. O ano passado vi alguns jogos do Nuno Assis, e com certeza quando tiver 38 anos vai continuar a ser mais rápido que a maioria dos jogadores, aliás, muito mais rápido que o Rui Miguel.

Quanto ao Pedro Mendes, não como médio defensivo, porque ele nunca foi muito rápido e só por estupidez alguém o mete a defensivo. No entanto a sua capacidade de passe, remate e visão de jogo permite-lhe ser acima da média até aos 40 anos.

Só num pais retrogrado como nosso é que se chama de acabados a jogadores com 33 anos.

Caro Vimaranes, quanto ao Barrientos, realmente no jogo com o Porto não teve muito em jogo, porque a bola não lhe foi passada muito, mas no jogo com o Midjtiland (e em pelo menos 2 dos amigáveis que eu vi), é jogador para ser titular indiscutível, tem uns pés e velocidade que fazem lembrar o N. Assis. Tem que ser titular.

14/8/11 15:13
José Silva disse...

Pedro Mendes no banco em detrimento do Saco do Olimpío!!!

VAI-TE FODER MACHADO

14/8/11 18:28
José Silva disse...

O comentário anterior foi feito antes do jogo...

como eu detesto ter razão.

Não acham estranho que o sector com mais opções tenha sido mais uma vez o pior do jogo?

Machado mais uma vez a queimar Pedro Mendes. Uma vergonha...

Vai pró C...LHO ó Machado. Contigo não vamos a lado nenhum

14/8/11 23:06
Vsc1922 disse...

Eu até estava a gostar de ver o Olímpio a jogar até ao momento que faz aquele penalty, é que era mesmo desnecessário, ao menos podia ter caído também mas nem isso. Cá para mim o Pedro Mendes ainda rescinde com o Vitória antes do natal.

15/8/11 01:59