terça-feira, setembro 13, 2011

Arbitragens e Punhais

Emílio Macedo da Silva reagiu esta manhã, em conferência de imprensa, à arbitragem do passado sábado no Estádio da Luz. O presidente vitoriano pediu mais respeito pelo Vitória e solicitou uma reunião com urgência com Vítor Pereira.
"Consideramos que em apenas quatro jornadas, fomos muitos penalizados em duas delas. (...) O Vitória exige mais respeito e vai accionar todos os mecanismos para que estas situações não se repitam. (...) Não se compreende que depois de vistas as imagens repetidamente ainda há quem defenda a regularidade dos lances, pior que um cego é aquele que não quer ver. "
Na resposta a Manuel Machado, Emílio Macedo da Silva diz-se apunhalado pelo ex-treinador e desmente que houvesse algum acordo com Rui Vitória antes da sua saída, como aliás o próprio também tinha desmentido ontem.
"Perdi a imagem do homem sério, honesto e ponderado. (...) Manuel Machado perdeu toda a consideração que sempre tive para com a sua pessoa."

8 Comentários:

Paulo César disse...

A verdade ficará por se saber. MMachado diz uma coisa que a ser verdade tem toda a razão. A direcção e Rui Vitória dizem que não há fundo de verdade no assunto e MMachado reagiu sem ouvir a outra parte.

É preciso seguir em frente, por muito que goste do MMachado é hora de enterrar o assunto porque 2ª feira temos uma batalha para ganhar. E nós adeptos vamos ser muito importantes. À semelhança da equipa temos de entrar no D. Afonso Henriques para ganhar. Deixar os assobios em casa e apoiar até ao fim.

13/9/11 13:02
Sonho Vitoriano!!! disse...

Finalmente uma atitude minimamente digna, finalmente lá se viu alguma tomada de posição por parte de Emilio Macedo.
Mas tal como diz o Paulo César é hora de enterrar toda esta polémica de Manuel Machado e pensar só no próximo jogo. Concordo que os vitorianos vão ser fundamentais nesta vitória. Vamos todos criar um ambiente infernal para o Braga, vamos fazalos entrar a perder.

13/9/11 15:38
vermelho vivo disse...

Tal como diz o Paulo César, a verdade ficará por se saber e também que é preciso seguir em frente. É verdade. Mas... há uma coisa me merecia ser explicada: como é que Abel Sousa no seu texto neste blog, antes de MM sair:

http://ovimaranes.blogspot.com/2011/08/isso-sim-e-uma-vergonha.html

já falava em Rui Vitória???
Será vidência???

13/9/11 16:00
Romano disse...

Se o Rui Vitória tinha uma clausula apenas para o Vitória o que fomos negociar com o Paços Ferreira??"O Clube informa também que salvaguardou todos os seus interesses nesta saída amigável" site do Paços...

13/9/11 19:24
Romano disse...

Por muito grande que o Vitória é não me acredito que o Rui Vitória tivesse uma clausula exclusiva para treinar apenas o Vitória:)

13/9/11 19:28
José Silva disse...

Quem estiver a dizer a verdade, se se sente tão ofendido, só tem que meter em tribunal o outro. E com certeza o contrato do Rui Vitória com o Paços terá que ser revelado (ao tribunal pelo menos).

13/9/11 20:30
ricardo sempre disse...

Emilio Macedo tem razão sem sentir-se apunhalado por MM.
Ainda ontem tive acesso a uma conversa de pessoas ligadas a negócio e com amizade de um e outro.
Então, em Janeiro ultimo foi acordado verbalmente entre EMS e MM renovar por mais um ano, este contrato viria a ser efectuado em Julho, foi também dito que MM um dia que fosse embora nunca iria pedir um tostão a mais mesmo que tivesse ligação contratual.
Curioso e até esquesito, segundo os ultimos comentários de MM foi dito que já havia acordo entre Rui Vitoria e EMS desde Maio.
Então como ficamos senhor MM, já havia acordo e mesmo assim foi assinar o seu contrato.
EMS pode ter muitos defeitos mas nao creio que seja mentiroso.

14/9/11 10:06
Afonso disse...

Depois de um chafurdanço entre SEM e MM, pensei que sairiam uns esqueletos do armário, mas não, ficamos pelo vocabulário á Octávio Machado e deixamos os sócios e adeptos na ignorância.
Claro que Rui Vitória tinha uma cláusula que lhe permitiria sair em caso de contacto com um clube que o projectasse para voos maiores, só mesmo um treinador sem ambição é que se ficava por um contrato de termo certo e na esperança de o ver renovado, sem ter a ambição de no futuro haver algum clube melhor que o quisesse.
Treinadores como MM e de igual capacidade, ficam á espera de ver renovado o seu contrato, pois sabem que maiores ambições lhes estão vedadas devido ao futebolzinho que as suas equipas praticam.
Para MM, a Vitória era como um emprego na função pública, era um tacho certo.

E desde já agradeço terem colocado um link para o meu blog.

14/9/11 17:34