quarta-feira, setembro 07, 2011

Um misto de orgulho e de indignação

@Sítio oficial Vitória SC

Recebi, com imenso orgulho, esta terça-feira o convite para receber o emblema de 25 anos de associado do Vitória. Um orgulho de ter tido a sorte dos meus pais me colocarem sócio desde a altura em que nasci, um orgulho tremendo de completar este ano um quarto de século de filiação ao clube do meu coração. Ao clube que me faz chorar, ao clube que me faz sorrir, ao clube que aprendi a seguir por todo o lado e a defender intransigentemente em qualquer circunstância. Uma data simbólica, é certo, apenas isso, mas que comemorarei com prazer, conjuntamente com todos os outros associados homenageados, no próximo dia 22.
 
 
É, contudo, um momento de orgulho acompanhado por um misto de indignação. Não pelas minhas divergências conhecidas com o actual rumo do Vitória e com a actual direcção do clube. Não por entender que receberei tal distinção de uma direcção com um projecto desportivo e financeiro falido, até porque as direcções passam e o clube fica. Mas pela falta de ética existente nos actuais responsáveis, que levará, uma vez mais, as comemorações do aniversário do clube para um estabelecimento do qual um dos vice presidentes é sócio e que nada tem a ver com o Vitória Sport Clube. Gostava, por isso, de receber tal distinção no nosso estádio (como em muitos outros anos), na casa do Rei, na casa que visito com orgulho em cada jogo ou noutra infraestrutura do clube. Um lugar onde se sentisse Vitória. Não apenas pela presença dos associados.
 
 
Infelizmente, há quem não perceba esta cultura vitoriana. Infelizmente, há quem queira continuar a contribuir para a actual perda de identidade do clube, até nestas "pequenas" coisas. Infelizmente, há quem, por razões que não me cabe a mim tentar especular, prefira estabelecimentos de membros da actual direcção em detrimento das instalações do nosso clube. Lamento.

11 Comentários:

Romano disse...

As pessoas passam o Vitória fica...

7/9/11 01:08
jotafundador disse...

Parabéns Vitoriano e amigo!

7/9/11 12:14
Ecos da toca.... disse...

Infelizmente tenho que concordar que esta é uma situação lamentável e que se devería evitar. Nós vitorianos vamos temos orgulho no Vitória e não havería por isso melhor local, para realizar a entrega dos emblemas de 25 e 50 anos de associado, do que o nosso estádio. Que é para nós vitorianos um santuário. Mas infelizmente nesse aspecto estámos sozinhos pois quem não sente o Vitória não entende estes pequenos pormenores.

7/9/11 13:47
Marco Ribeiro disse...

Parabéns!

Mais um decisão anedótica desta direcção de anedotas.

Abraço

7/9/11 16:19
José Silva disse...

Além da questão do sentimentalismo, ou melhor falta dele, em relação ao local, seria importante saber se foi feito um desconto no preço, de forma a beneficiar o VSC... ou se pelo contrário esse preço foi inflacionado para beneficiar a pessoa em questão!

7/9/11 17:41
Vimaranes disse...

Obrigado João e Marco.

É de facto incompreensível como, com condições para receber uma homenagem do género, a comemoração do aniversário e a entrega dos emblemas seja, pelo segundo ano consecutivo, "atirado" para um estabelecimento que nada diz ao clube e que ainda por cima é propriedade de um vice-presidente. À mulher de César não basta ser séria... é preciso parecê-la. E as questões éticas são bem importantes, como refere o caro José Silva.
Claro que como diz o caro Romano, as pessoas passam e o Vitória fica, e vai também com essas pessoas esta gritante falta de amor clubístico que não atenta nestes pormenores, como diz o caro Ecos da Toca.

7/9/11 17:52
Ricardo Lopes disse...

25 anos anos é sempre uma data memirável. Eu, por lá já passei á meia duzia de anos. O resto nem sequer vou comentar, Carlos. Sabes o que penso. Eu também tenho uma mágoa, o meu emblema foi entregue pelo presidente que estará para sempre na história do clube como aquele que desceu o Vitória.

7/9/11 20:22
José Silva disse...

Infelizmente só me puseram a sócio aos 14 anos!! Senão também já tinha recebido :(

tenho que esperar mais uns 9 anos!

PS: em relação ao novo candidato!
gostava de ver um candidato com um nº de sócio abaixo do meu!!! Com todo o respeito pelo senhor em questão

7/9/11 21:56
Romano disse...

O preço de 15€ por pessoa não me parece caro, no entanto, por uma questão de transparência deviam pedir orçamentos a outras empresas de forma a evitar desconfianças e também para o Vice Presidente não ser confrontado com insinuações... porque acho que no Mitpenha os serviços devem ser muito superiores a 15€ por pessoa

7/9/11 22:10
J.silva disse...

porque nao Carlos Ribeiro para presidente? o senhor Luis freitas diz que so se candidata se nao houver uma lista credivel. sinceramente eu estou de acordo com todas as ideias e opinioes de Carlos Ribeiro. acho que precisamos de um presidente novo e com novas ideias. a estabilidade é super importante mas quem nao arrisca nao petisca. temos de procurar o melhor. e como diz rui vitoria: nao ter medo de perder, ganha se mais vezes.

em relaçao ao local de comemoraçao, devia de haver um boicote e ninguem aparecer no restaurante e estarem todos a porta do estadio a fazer um piquenique. porque o que interessa é a uniao e nao uma festa num restaurante chic

8/9/11 11:54
Vimaranes disse...

Caro J. Silva, julgo que nem seria necessário qualquer boicote caso a direcção do Vitória tivesse uma pequena noção do que é o Vitória e do que significam estes momentos de comemoração e homenagem aos seus associados. Mas como não tem, toma decisões que são um contributo para a contínua perda de identidade do clube. Mas eles não percebem, eu sei. Nunca perceberam ao longo dos últimos anos e continuarão a não perceber. Repetindo o "palco" do ano passado. Curiosamente, a polémica que foi na altura das eleições uma determinada lista pedir para fazer a sua apresentação nas instalações do clube por se entender que as instalações do clube serviam apenas para actos oficiais do mesmo. Curiosamente a outra lista escolheu o MitPenha coincidentemente (ou não) o mesmo local que agora escolhem para homenagens a vitorianos.
Claro que me dirão, só vai quem quer. Mas o problema é que um sócio que decidisse não ir estaria a falhar um momento ímpar e no qual tem muito orgulho. Mas apesar disso tenho e temos também o direito enquanto associados de lamentar a falta de visão dos actuais dirigentes.

Relativamente à outra questão, devo dizer o seguinte. Não há candidatos sem eleições, habitualmente e neste momento não há eleições próximas. Julgo também que há gente com capacidade em Guimarães para assumir tão árdua tarefa. Por outro lado, tenho a certeza, que na altura certa poderá aparecer um bom candidato, seja hoje, amanhã ou em 2013, até porque conversas naturais com vitorianos todos temos.

Agora, e com todo o respeito que tenho pelo associado nº17.176 que escreve o artigo de opinião disponibilizando-se como candidato e que não conheço pessoalmente, ninguém se pode apresentar como candidato dizendo "Eu sou candidato, mas só se não aparecer ninguém". Quem se assumir como candidato será porque entende que tem as características para tal, que pode efectivamente ajudar o Vitória a ser maior e melhor, que entende que tem aquilo que é necessário para ser presidente do Vitória Sport Clube. O Vitória é uma instituição demasiado difícil de gerir, para que alguém avance sozinho e por iniciativa própria, sem os necessários apoios, porque o "barco" não é fácil, nem nunca foi. Por isso, antes de alguém se assumir como candidato é preciso perceber o que tem para oferecer, mas acima de tudo perceber se tem essas condições, principalmente, num clube com estatutos ultrapassados e que não prevêem, ainda, a profissionalização e remuneração da sua estrutura directiva.

Agora, uma coisa estou certo, nenhum vitoriano deixará de ajudar o Vitória se a isso for solicitado e todos darão sempre o seu melhor em prol do nosso clube. E estou ainda certo de que há gente com qualidade que certamente estará disposta a fazer um esforço para ser candidato ao clube se isso for necessário. E por último, estou ainda mais certo que, cada dia que se avança sem uma mudança de rumo, é mais um dia perdido na construcção de um Vitória de e com futuro.

8/9/11 13:36