quinta-feira, outubro 27, 2011

O Futuro... à lupa!

@Record

Os jovens internacionais do Vitória, Vitor Bastos (foto) e Gonçalo Silva continuam a ser dois dos principais destaques entre os jovens jogadores emprestados pelo Vitória. Este fim-de-semana, a dupla voltou a brilhar na defensiva do líder da Liga Orangina no triunfo no Estádio do Mar frente ao Leixões, numa partida que mereceu honras de transmissão televisiva. Vitor Bastos e Gonçalo Silva voltaram a ser totalista, rubricando uma exibição digna dos mais rasgados elogios. Seguros na marcação, rápidos no desarme e com uma solidariedade de registar, numa dulpa que se complementa muito bem. Actualmente o Atlético além de líder, é a defesa menos batida do campeonato, com apenas três golos.

Também na Liga Orangina, mas no Freamunde, Amorim continua a ser titular no onze freamundense, enquanto que Marco Matias e Assis continuam sem serem utilizados por motivos distintos. Este fim-de-semana, o Freamunde empatou 1-1 e manteve o 8º lugar do campeonato. Leia a análise individual dos nossos colaboradores do blogue Freamunde Allez para o VIMARANES:

João Amorim - Mais um jogo como titular, mais um jogo onde actuou os 90 minutos. Foi um jogo muito feio o que se assistiu na Figueira da Foz entre a Naval e o Freamunde, onde nenhum jogador de ambas as equipas sobressaiu de forma a ser realçado, e como tal o Amorim tambem não conseguiu uma boa exibição. Apesar de tudo foi dos que teve mais certinho, cumpriu o trabalho dele defensivamente mas a nivel ofensivo teve muito retraido e raramente subiu no terreno de forma a criar desiquilibrios no ataque. Entre 0 e 10, nota 5.

Marco Matias - continua com a sua longa lesão muscular algo misteriosa (ao que tudo indica chamada lesão Paços).

Assis - foi suplente não utilizado.

Destaque ainda nesta divisão para o Trofense. A equipa da Trofa foi goleada em Moreira de Cónegos por 1-4, um encontro a que assistiu o agora olheiro vitoriano Basílio Marques, curiosamente ao lado  do ex-treinador Manuel Machado. Dinis foi totalista no conjunto trofense, num jogo que não correu bem a toda a equipa, enquanto que Crivellaro saiu logo aos 15 minutos (!) depois da sua equipa ter ficado reduzida a 10 unidados. O avançado Fábio Fortes voltou a não sair do banco de suplentes.

No Penafiel, Paulo Oliveira continua a ser também uma das pedras basilares da equipa penafidelense, tendo voltado a ser importante para o difícil triunfo da sua equipa em Arouca por 2-0. O Penafiel é 2º classificado no campeonato. Não deixa de facto de ser curioso que nos primeiros dois classificados da Liga Orangina, o Vitória tenha 3 centrais emprestados e que são titulares nas respectivas equipas.

Já no Portimonense, o avançado Rafa continua também a merecer a confiança como titular pelo técnico João Bastos, ainda que a temporada não esteja a correr bem para os algarvios. No fim-de-semana, derrota na Covilhã por 2-0 e o último lugar do campeonato. No entanto, esta terça-feira, o Portimonense saiu vencedor no duelo com o Feirense para a Taça da Liga. Rafa foi totalista nos dois encontros.

Na II Divisão Nacional, comecemos pelo Lousada. A equipa lousadense não foi feliz este fim-de-semana tendo sido derrotada pelo Chaves por 2-1. Leia a análise individual do desempenho dos jogadores emprestados pelo Vitória ao Lousada - Cilmar, Rafa, Filipe e Dany - pelo nosso colaborador César Marques d'O blogue do Lousada:

Cilmar: O craque vimaranense entrou apenas aos 75 minutos, porém, não trouxe nada de novo ao encontro. De realçar apenas o lance aos 97 minutos, em compensaçã, onde faz um bom trabalho na esquerda, cruzando com conta, peso e medida para Oseías dominar de peito e atirar para defesa segura de Paulo Ribeiro.

Rafa: Foi um dos mais inconformados da turma do Lousada. Carvalho voltou a dar-lhe a titularidade e aos 15 minutos, foi chamado a converter a grande penalidade que deu, na altura, o empate aos rubro-negros. Cada vez mais adaptado à equipa, o jovem médio apoiou o ataque e estve perto de marcar aos 73 minutos, após um canto de Rui Gonçalves na esquerda, ao qual, Rafael surgiu ao segundo poste a estoirar, valendo o corte de Milhazes (que já passou pelo Vitória) a dar o "corpo às balas", impedindo que a mesma fosse para o fundo das redes.

Filipe: Mais um bom jogo deste produto da cantera da "cidade berço". Tal como nos jogos anteriores, voltou a figurar no onze inicial em tarefas defensivas e deu conta do recado.

Dany: Não saiu do banco de suplentes, apesar de Carvalho não esgotar uma substituição que ainda tinha na "manga".

Veja o resumo e golo de Filipe preparado pelo blogue do Lousada:



Pelo Desportivo de Chaves não alinhou ainda o central Josué. O jovem emprestado pelo Vitória regressou esta segunda-feira aos treinos, depois de ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica. Josué, era até à paragem por lesão, totalista na equipa transmontana e pode regressar aos convocados já este fim-de-semana.

O Amarante, foi derrotado este fim-de-semana por 2-0 frente ao Sp. Espinho. Na equipa amarantina, Bruno Alves e Diogo Lamelas foram titulares. O primeiro saiu aos 76 minutos, enquanto que o segundo foi totalista na derrota da sua equipa.

No Liminanos, Kaká foi uma vez mais titular num jogo aziago para o conjunto de Ponte de Lima e para o próprio Kaká. A equipa dominou mas acabou por ser derrotada diante do Camacha por 1-0, enquanto Tomané foi suplente utilizado. É exactamente o que nos conta o nosso colaborador João Carlos Gonçalves:

"Kaka foi titular mas, infelizmente, foi expulso já em cima do termo do encontro. Fez um bom jogo, como toda a equipa, defendendo bem e integrando-se amiúde nos movimentos ofensivos. Tomané entrou aos 75' numa altura em que a equipa estava a perder, não tendo qualquer lance relevante para o desenrolar do encontro."

No Tondela, Cláudio Ramos voltou a não ser opção como titular, num encontro em que a equipa de Vítor Paneira foi derrotada em casa frente ao Agrense por 2-0.

Finalmente, destaque para o Orduspor. A equipa turca onde alinha João Ribeiro está a fazer um bom campeonato, tendo vencido no fim-de-semana e empatado nesta quarta-feira. João Ribeiro não foi utilizado.

7 Comentários:

druyda disse...

tenho a impressão que Dinis não é jogador para o VSC.

27/10/11 17:28
Ze Pedro disse...

duyda so nao é jogador se o vitoria nao quiser.é superior ao flavio e este jogou varios anos a titular e tinhamos os mesmos objectivos,superior ao renan sem comparaçao, aliais penso que sera um jogador muito parecido ao pedro mendes , precissa é de jogar mais num clube com mais ambiçao do que um clube da 2 liga

27/10/11 21:58
druyda disse...

Ele esteve emprestado no Fabril da Corunha com opção de compra mas não o quiseram. No verão esteve a fazer a pré-época no Vitória mas depois foi emprestado, agora, no Trofense tem jogado mas nada de especial, ao que parece! Agora os jogadores para mostrarem qualidade têm que ir para clubes com ambição? Gostava imenso que o Dinis fosse titular no VSC mas acho que a sua transição de junior para sénior foi mal feita.

Mas não tiro conclusões precipitadas, a época ainda vai no inicio esperemos a sua evolução.

28/10/11 08:55
Vimaranes disse...

A saída do Dinis do Corunha teve mais a ver com a descida da equipa principal do que propriamente com a falta de qualidade do jogador, que foi sempre bastante elogiado em Espanha.

28/10/11 10:40
tonioquim disse...

discordo plenamente

30/10/11 22:32
tonioquim disse...

discordo plenamente druyda

30/10/11 22:32
Agrafo disse...

O Dinis ainda precisa de aprender algumas coisas a nível táctico, nota-se alguma insegurança.
O talento está lá, mas tem que ser polido.
O problema é que ninguém aposta nele. Nem nele nem nos colegas dele, formados no clube.Até me parece que nem os empresarios apostam na malta nova.
E com isto, julgo que se vai manter na 2 ou 3 divisão até final da sua carreira.

31/10/11 16:16