terça-feira, outubro 25, 2011

A voz do Leitor

AS CONTAS

Opinião de: Paulo Silva

Deixo abaixo um pequeno texto com uma análise que tento que seja o mais simplista possível, de forma a que os associados do VSC possam aferir da gravidade das contas do VSC, bem como as razões que levam a que as contas do VSC tenham atingido tal ponto de descalabro que deixam o nosso clube à beira do abismo… Se juntarmos a actual situação desportiva com a situação financeira actual, o nosso clube encontra-se efectivamente numa situação muito crítica e que caso nada seja feito, temo que culmine numa autêntica tragédia.

Assim, para que não existam dúvidas relativamente a esta questão e à efectiva situação financeira do nosso clube, deixo aqui algumas notas às contas para que sirvam de reflexão a todos aqueles que gostam do clube e para que tenham uma noção mais concreta da nossa actual realidade:

1. O Passivo REAL do clube é de 13,64 Milhões de Euros e não os 15,11 Milhões de Euros falados. Isto porque de facto, existe uma rubrica considerada no Passivo que não representa efectivamente uma “dívida”, mas sim uma obrigação contabilística de registar os Subsídios recebidos pelo clube no Passivo. Esta rubrica (Diferimentos) representa Passivo apenas teórico, já que não representa nenhuma obrigação de pagamento efectiva. Essa rubrica é em Junho de 2011 de 1,48 Milhões de euros, quando em Junho de 2010 era de 2,14M€ (decréscimo de 660 mil euros)…. Apesar de ser uma boa notícia, já que implica que o nosso Passivo (exigível, ou seja, com obrigação efectiva de pagamento) não seja tão alto quanto se pensa (apesar de ser incrivelmente elevado), traz ao de cima outra realidade “chocante”:

O Passivo REAL (ou seja, excluindo essa rubrica meramente contabilística) aumentou na última época desportiva 725 mil euros (de 12,92M€ para os 13,64 M€) e não 54 mil euros conforme nos pretendem transmitir. Com isto quero dizer que de facto a nossa dívida (real e que mais dia menos dia temos que pagar) aumentou num ano de receitas fantástica o montante de 725 mil euros!!!!!

Acresce a isto o facto de o Passivo Exigível Corrente (entenda-se dívida a liquidar a curto prazo) ter aumentado (excluindo novamente a tal rubrica de diferimentos) no último ano de 10.86 M€ para os 12,84 M€, ou seja, quase 2M€!!! o que representa um acréscimo de 18.2%!!!! Este acréscimo deve-se essencialmente ao seguinte:

- Aumento da dívida bancária de curto prazo em cerca de 900 mil euros (passagem de dívida de longo prazo para curto prazo)

- Aumento da dívida ao Estado em 500 mil euros!!!!

- Aumento de Outras Contas a Pagar de 800 mil euros!!!!

- Diminuição da dívida a fornecedores de 130 mil euros (mantendo-se estas dívidas no entanto muito próximo dos 2 M€!!!)

2. Apresentamos Receitas extraordinárias de 7,25 M€ de venda de jogadores e aquisição de jogadores de 1,75M€. Daqui resulta um resultado entre compras e vendas de passes de jogadores de 5,5M€ que obviamente deviam ter sido traduzidos, pelo menos em parte, na redução do passivo em montante substancial.

3. A dívida à Banca ronda os 8 M€, de onde resulta o pagamento de juros anuais de mais de 800 mil euros….. Aqui se pode verificar o quão importante era a liquidação de parte desta dívida, que teria um efeito muito positivo nas contas do clube.

4. Os custos com pessoal aumentaram num ano mais de 2M€!!!!, o que é de facto insustentável e totalmente injustificável.

5. A dívida ao Estado ascende a mais de 2M€!!!! Tendo aumentado 500 mil euros. Isto é facilmente perceptível pelo atraso constante no pagamento das obrigações perante o Estado. Aliás parte da dívida está a ser paga (????) em planos prestacionais.

6. A dívida a fornecedores ascende a 2M€, tendo-se mantido praticamente igual…

7. Estamos em constante incumprimento perante o Estado, o que por si só demonstra a grande dificuldade económica e financeira do VSC.

8. Como se justifica o crescimento dos custos a um nível geral de forma tão exagerada??

9. O VSC necessita de ter 61 funcionários!!!!! Extra jogadores??? Porquê?

10. Em 2 anos esta Direcção conseguiu apresentar Resultados Líquidos Negativos de cerca de 3M€!!!!! Isto demonstra um total desfasamento entre os consecutivos orçamentos que se apresentam e a realidade do VSC

Questões que deveriam ser respondidas e esclarecidas aos associados:

. Como é possível o vice presidente para a área financeira afirmar poucos dias antes da apresentação das contas que “achava?!?!? que o Passivo tinha decrescido cerca de 1M€” e na prática cresceu 725 mil euros!!!!! É só uma diferença de 1,75M€….. Para que serve o Vice para a área financeira se comete uma gafe destas??? Sem falar da gafe dos 4M€ da Liga Europa, que não mais parece do que preparar já uma desculpa para os resultados catastróficos que se prevêem para esta época desportiva….

. Qual a perspectiva de resultados para o final da presente época? Qual o Passivo expectável? Qual o resultado expectável??

. Como vão fazer face às necessidades financeiras do clube até final da época?

. Existem algumas receitas previstas? Se sim, quais?

. Porque aumentaram os custos com pessoal em 2.14M€??? 29%!!!!!!! Não tivemos cá o Cristiano Ronaldo….

. Porque aumentaram os FSE´s em 687 mil euros???? Crescimento de 17%!!

. Porque se gastaram 764 mil euros em acções de prospecção, transferência e empréstimo de jogadores?? A que dizem respeito?

. Porque não foram utilizados as receitas extraordinárias para abater ao Passivo??

. Se num ano em que tivemos receitas extraordinárias de 7,25M€ tivemos um resultado negativo de 2M€, qual será o resultado este ano???

Estas dúvidas precisam de ser esclarecidas pela Direcção, já que como é evidente as suas respostas não são perceptíveis no Relatório de Contas.

Notas adicionais:

- Temo que actualmente a nossa dívida seja ainda maior. Nas últimas 2/3 semanas entraram 3 novos processos na conservatória, com penhoras associadas, contra o VSC levados a cabo pela Segurança Social e Finanças pelo não cumprimento (mais uma vez) das nossas obrigações.

A nossa situação financeira é neste momento mais grave que a desportiva. Perante a análise do nosso panorama, estamos efectivamente à beira do abismo.

Perante este cenário e num ano em que apresentamos o maior orçamento de sempre pergunto – Qual será o Resultado Líquido no final da época??? Qual será o Passivo nessa altura? Arrisco-me a dizer que a não ser que surja outro negócio Bébé (que não me acredito), no final da presente época o nosso Passivo ascenderá a valores muito próximos dos 20M€!!!!, o que para um clube com a nossa dimensão é catastrófico….

Apesar disso não me parece que o chumbo das contas seja o melhor caminho a seguir. Efectivamente as contas são estas e terão que ser aprovadas mais dia, menos dia. A questão que se coloca é – como é possível ter chegado a estes números????

Espero ter sido útil e que exponha esta dura realidade num espaço que grande parte dos vitorianos consulta com regularidade.

1 Comentários:

Vimaranes disse...

Antes de mais, caro leitor Paulo Silva obrigado por este excelente texto que julgo que é suficientemente claro para percebermos o estado em que estão as contas do clube.

De facto, temo que se nada for feito, tal como escrevi há 2 dias, o Vitória se possa tornar impossível de gerir.

Creio no entanto, que o espanto pelas contas é tal até pela absurda derrapagem de mais de 60% relativamente ao orçamento que tinha sido apresentado em AG, que o chumbo das contas (ainda que não tenha efeitos directos) possa servir para duas coisas. Para que este catastrófico relatório e contas não passe em claro (ainda que saibamos que mais tarde ou mais cedo teria de ser aprovado) ou pelo menos para deixar bem claro à direcção do clube que este é o fim da linha. Esta é no fundo a minha dúvida. Porque aprovar estas contas poderá parecer que estamos a legitimar esta ausência de uma política financeira.

Ainda que deva dizer que a aprovação ou chumbo das contas será o menos importante nesta altura. O decisivo é colocarmos um ponto final na actual gestão do clube. Seja sexta-feira ou numa AG extraordinária.

25/10/11 15:00