sábado, junho 23, 2012

Orçamento 2012/13

@ABola

O documento de orçamento divulgado pelo Vitória e que será debatido no próximo sábado é a descida, pelo menos possível, à nossa realidade. Depois de anos a viver fora da órbita real com constantes atropelos aos orçamentos aprovados e derrapagens calamitosas para o clube, não seria de esperar outra coisa que não a descida do orçamento disponível para o futebol profissional, por exemplo. Aliás, a notícia de hoje do jornal Record dando conta de que o Vitória terá de abdicar do seu estágio de pré-temporada em Quiaios por força das dívidas que tem para com aquele centro de estágio ainda ajudam a explicar melhor o estado em que o Vitória foi deixado por quem o dirigiu ao longo dos últimos anos. E que, mais uma vez aqui o escrevo, terá de ser responsabilizado por isso mesmo.

Mais do que a descida do orçamento disponível para o futebol profissional em cerca de 4 milhões de euros (para os 5 milhões) ou até da descida abrupta do investimento nas modalidades em cerca de 700 mil euros, creio que o mais significativo é perceber-se que o Vitória não tinha afinal outro caminho que não este. Claro que a subida de receitas de bilheteira, maketing, etc, previstas obrigarão a um esforço suplementar para ser conseguida, em especial no actual momento de estagnação da região, mas o que se espera acima de tudo é que este orçamento que ainda prevê um resultado negativo, seja escrupulosamente cumprido, ao contrário dos últimos. 

Este será, "apenas", um primeiro esforço naquilo que é a descida a um patamar de sustentabilidade do clube e que terá, forçosamente, que ter seguimento (ainda com um maior aperto de cinto) nos próximos anos para que o clube possa sobreviver. Agora, uma coisa parece-me evidente, a actual direcção do Vitória não deverá apenas pedir a aprovação deste orçamento, mas acima de tudo comprometer-se em tudo o fazer para o cumprir e, caso não o consiga, em apresentar em sede própria um orçamento rectificativo, de forma a não tornar estas assembleias-gerais de aprovação do orçamento uma mera perda de tempo em que o mandato dos associados é, constantemente, atirado para o lixo. Para além disso, é importante que apesar de todos estes constrangimentos se consiga fazer uma equipa competitiva mas, acima de tudo, que se explique aos associados que a mudança de mentalidade obrigará a muita paciência para o Vitória tirar dividendos no futuro.

4 Comentários:

JMSM disse...

Este orçamento é mais uma loucura. Não pode passar. Se passar, é uma autorização tácita à criação de uma SAD, porque em Dezembro não haverá novamente dinheiro. Ou antes.

J Machado

25/6/12 14:33
José Silva disse...

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/interior.aspx?content_id=764336

A Lista das soluções... afinal não era a solução.

Tamos f...

25/6/12 21:40
Amadeu disse...

Discordo da "ligeireza" da análise.
Dadas as circunstâncias e as más noticias "constantes" é ainda um Orçamento MEGALÓMANO.

12 M€ é demasiado.

Na sua análise o futebol profissional não inclui a equipa B, porquê? A descida do Orçamento é grosso modo a descida do futebol profissional: 2,8M€, ponto.

Falta cortar em muitas mais gorduras, se calhar na mesma equipa B.

Eu não aprovo um Orçamento DEFICITÁRIO e que não contempla soluções para o problema económico identiciado pelo próprio CFiscal (+5 M€ para além deste Orçamento).

Sinceramente não entendo como se pode pedir para aprovar algo que não vai resolver os problemas mais urgentes...!

25/6/12 22:46
José Silva disse...

espero que a noticia da renovação do Alex seja mentira!!

Tou farto de ver o Vitória sofrer golos porque ele anda a dormir.

PQP esta m...

26/6/12 18:31