domingo, agosto 26, 2012

Levantem a cabeça!

Porto 4-0 VITÓRIA 

@Reuters

O jogo já tinha terminado e, à saída para as cabines, Rui Vitória dirigiu-se ao jovem Ricardo, que saía cabisbaixo, e pedia-lhe para levantar a cabeça. O gesto diz muito e era o sinal indicado para lançar para os jovens depois da pesada derrota sofrida. Não que a equipa devesse sair de cabeça erguida pelo que fez na invicta, mas porque terminado o jogo é determinante que a equipa levante a cabeça, se volte a unir e parta para o próximo encontro com o Estoril com confiança.

Este, já lá vai e pouco ou nada há a acrescentar. A equipa tem as virtudes e os defeitos que já se sabia e as suas debilidades tornam-se ainda mais evidentes quando pela frente estão equipas com o poderia do Porto, por exemplo. Não há que esconder.

Claro que se pedia mais. Bem mais. Acima de tudo pedia-se mais atitude competitiva e menos nervosismo, mas não fomos capazes. O Porto foi largamente superior e o Vitória incapaz de incomodar o adversário. É verdade que melhorou no início da segunda parte com a entrada de Marco Matias, mas o segundo golo tudo decidiu. Pior só mesmo a lesão de Matias. Mais uma. Mais um azar, que se espera sem o tempo de paragem das de Amorim e Dinis.

Quanto ao resto, não vale a pena adiantar muito mais. Perder é sempre mau para um clube como o Vitória, ser goleado seja com quem for, é ainda pior. Mas, atenção! É "apenas" um jogo e há muito caminho para percorrer e mais do que isso, há muito para crescer, ainda que esta equipa precise dentro do possível de mais um ou outro acrescento de qualidade. Tirando isso, não virá mal ao mundo perder num local onde não se ganha há 16 e não se pontua há 7. Há mais vida para além do Dragão. Por isso, levantem a cabeça "miúdos", porque com o Estoril é para ganhar!

Destaque ainda positivo para os vitorianos presentes no estádio do Dragão que, mesmo a perder por 4-0, se fizeram ouvir e souberam acarinhar a equipa.

0 Comentários: