segunda-feira, dezembro 17, 2012

Ineficácia dita leis

Paços de Ferreira 2-1 VITÓRIA (Barrientos)

@Sítio oficial Vitória SC

Contam as que entram. É a tal verdade de La Palice que ninguém ousará desmentir. Se apenas de futebol jogado falássemos, o Vitória teria feito o suficiente para sair da Mata Real com um resultado positivo e que premiaria o bom jogo das duas equipas, mas não é assim.
 
O desacerto ofensivo dos vitorianos, até da marca da grande penalidade, ditou leis e levou à perda de pontos numa deslocação que, tal como se previa, foi difícil. A primeira parte foi talvez o expoente máximo desse mesmo desperdício. Na única ocasião de que dispôs o Paços não perdoou, enquanto que os vitorianos desperdiçaram as duas que tiveram, sempre com Baldé na jogada.
 
Na etapa complementar, seria Manuel José a resolver à bomba, num lance em que Cícero aproveitou para bisar em posição duvidosa. O golo de Barrientos ainda fez o Vitória reentrar na partida, mas o golo da igualdade não surgiria, ainda que, uma vez mais, não fosse por falta de oportunidades.
 
Depois das boas indicações dadas na recepção à Olhanense, o Vitória voltou a estar em bom plano ainda que o desacerto da sua zona ofensiva tenha impedido a equipa de sair com pontos da capital do móvel. Não creio que algo se possa apontar ao carácter da equipa esta noite, ainda que fique um enorme amargo na boca depois de um resultado negativo, que poderia ter sido evitado.
 
Esta noite, todos estarão dispostos a crucificar Baldé. Eu não. A sua atitude no final da partida quando ergueu as mãos no ar ainda no meio campo pedindo desculpas aos adeptos - já depois de ter sido consolado por Rui Vitória e Siaka Bamba - desarmaram qualquer vontade que pudesse ter em criticar o seu desacerto desta noite. Só falha quem lá está. E se depois da excelente exibição diante da Olhanense não era o melhor ponta de lança do mundo, também hoje não será o pior. Baldé percebeu que o encontro não lhe correu de feição e fez questão de o deixar espelhado no seu gesto. Quarta, marcará. É um feeling.
 
Destaque ainda para o excelente triunfo do Vitória B em Matosinhos. Um golo de Índio e outro de Tomané deram um triunfo importantíssimo para os vitorianos respirarem melhor.

8 Comentários:

ar disse...

Isto é o futebol! pessimo jogo em aveiro 1 ponto, jogo sofrivel na madeira para a taça ficamos apurados,ontem estivemos bem, criamos oportunidades suficientes para nao sair de paços com zero pontos,nao conseguimos!Venha o proximo jogo.

17/12/12 08:33
ricardo sempre disse...

O Paços venceu, que deva e muito á falta de pontaria de Baldé.
Pelas oportunidades criadas e penalti falhado o Vitoria teria ganho o jogo e por vários golos.
O Vitoria tem tudo para chegar ao final do campeonato e ficar em 4/5º lugar.
Concordo com Luís Cirilo, esta equipa tem margem de crescimento de forma brutal.
Realço um aspecto da equipa que me deicha muito contente;
"temos 11 trabalhadores e 0 vedetas"
Quando assim é, tudo é possível.
Concordo com o Carlos Ribeiro, na quarta Baldé vai marcar.
Vamos a eles!

17/12/12 09:54
Vsc1922 disse...

Muito sinceramente não consigo perceber como é que conseguem acreditar nesta equipa. Não vejo boas exibições, não vejo qualidade, nada. Não consigo perceber como é que o Barrientos e o João Ribeiro não jogam de início.

17/12/12 12:03
ricardo sempre disse...

Caro Vsc 1922, então vejamos;
Parto do principio que é sócio do Vitoria é claro.
Decorridas 12 jornadas, temos 15 pontos, estamos a 4 pontos do 4º lugar e mesmo estes 15 pontos estão em posição que muitos anos dá acesso a competições europeias, caso do 6º lugar.
Vamos jogar os quartos final da taça, com sorte e saber é claro podemos bem passar ás meias finais e aí temos uma oprtunidade de ouro para ir á final da taça.
Esta época já viramos 7 jogos, entre campeonato e taça, desde empate ás vitórias.
Temos dois planteis disponiveis, este cenário permite acolmatar lesões e até saídas em janeiro, acolmata ainda o desgaste fisico de alguns jogadores.
Mas podemos comparar este plantel ao da época enterior.
Meu caro, só mesmo de nomes era comparável.
Porque nesta altura em resultados e coletivo, esta equipa está bem melhor.
Se isto tudo não permite ter confiança nesta equipa?
Então meu caro, resta-nos um dever como sócio.
"saber apoiar, acreditar e respeitar todos que fazem parte desta extrutura"
Vou-lhe recordar o ano fantástico das boas exibições e nem Europa em 4º lugar deu.
2002/03 em Felgueiras com jogadores tipo; Pedro Mendes, Romeu, Nuno assis.
Isto acaba por ser como quem, acredita ou não em Deus!

17/12/12 13:56
Ricardo Silva disse...

Excelente comentário ricardo sempre,temos mesmo é de acreditar e apoiar!Vamos bravos!!!

17/12/12 18:57
Ricardo Silva disse...

Excelente comentário ricardo sempre,temos mesmo é de acreditar e apoiar!Vamos bravos!!!

17/12/12 18:57
Amadeu disse...

Não fomos felizes, mas fizemos por isso.
A jogar assim ganharemos muitas mais vezes.
Finalmente dois jogos seguidos com um pouquinho de qualidade e lógica futebolistica.
Assim, podemos ter fé.

Diogo, antes das boas exibições temos que ganhar e mostrar consistência.

Agora sim concordo com os ricardos, com esta atitude parece-me que estamos no caminho certo. Estava farto de "Não futebol".

Excelente análise Carlos. Vi o mesmo.

Força Vitória!

18/12/12 00:09
Ricardo Silva disse...

É isso amadeu,as coisa aos poucos vao evoluindo,temos muita juventude e imaturidade mas com esta alma e coração vamos ter muitas alegrias!!
Ps:os marroquinos ja estão todos borrados,vão jogar contra estes Bravos pra taça!
Vamos bravos!!!

18/12/12 12:26