domingo, dezembro 30, 2012

Mais um empate em Aveiro

BEIRA-MAR 2-2 VITÓRIA (Ricardo e Marco Matias)




Segundo empate na Taça da Liga, segundo empate a dois em Aveiro esta temporada. Depois do nulo caseiro diante do rival, o Vitória precisava de triunfar esta tarde na cidade da Ria. Contudo, quis o destino que o resultado fosse o mesmo do encontro do campeonato, mais um empate a dois golos, mas desta feita com o Vitória sempre no comando do marcador e o Beira-Mar a correr atrás do prejuízo.

Talvez Rui Vitória tenha surpreendido ao colocar em campo a dupla de centrais que perderá nos próximos dias (com Freire no banco) ou talvez tenha tentado deste modo precaver-se de eventuais lesões que ainda complicassem mais a vida dos vitorianos. Já na direita, concedeu a estreia ao jovem Pedro Lemos, face às ausências por lesão de Alex, João Gonçalves, Amorim e até Kanu.

Na primeira parte a verdade é que o Vitória fez uma exibição agradável, destemido, tomando conta da partida e chegando ao golo num excelente remate de Ricardo. Poderia e deveria o Vitória ter aproveitado a etapa primeira para ampliar a vantagem mas não foi capaz. O Beira-Mar só aproveitou o domínio consentido dos vitorianos mas mesmo assim sem conseguir criar grandes calafrios a Douglas.

Já a segunda parte teve uma história diferente. Cedo se percebeu que faltava "músculo" ao meio-campo e que a equipa tinha dificuldades em continuar tão sólida como no primeiro tempo. A ligação meio-campo/ataque deixou de funcionar e o Vitória com isso permitiu que os aveirenses se fossem instalando no "miolo" vitoriano. A entrada de Rúben (autor dos dois golos) no Beira-Mar também foi decisiva e trouxe outro tipo de problemas à equipa de Rui Vitória.

Só o golo do empatou espicaçou o Vitória, que aí sim voltou a conseguir ter mais bola - com Barrientos a aparecer em melhor plano - e a mostrar aquilo que já tinha ficado evidente quer no encontro do campeonato, quer no desta tarde. Forçando, o Vitória conseguia criar dificuldades a uma defensiva aveirense dura de rins. Foi numa jogada plena de insistência que Marco Matias, o provou (o melhor do Vitória) chegando ao golo da vantagem. 

Obrigado a correr atrás do prejuízo e já com toda a artilharia pesada no seu ataque, o Beira-Mar aproveitaria a lesão de El Adoua (que estava a ser assistido) e alguma passividade da defensiva vitoriana para chegar ao golo da igualdade. E, como um mal nunca vem só, o estreante Pedro Lemos ainda seria expulso, o que tornou ainda mais frágil a equipa vitoriana. Daí até final, foram sempre os aveirenses a estarem perto do golo, com o Vitória a segurar o "mal menor".

Com este resultado, o Vitória fica agora à espera do que dará o outro encontro desta segunda jornada, para depois perceber o que poderá conseguir ainda na recepção à Naval 1º Maio.
Veja os golos deste encontro:



1 Comentários:

José Lafuente disse...

Pelo relato, foi um empate justo, ao contrário do empate da 1ª Jornada, onde merecíamos claramente vencer!
Foi pena que no 2º golo sofrido hoje, o Adoua estava a receber assistência médica. Depois com a expulsão do Pedro Lemos, tudo se tornou ainda mais difícil. Agora é lutar até ao fim.Jogámos com uma Equipa muito jovem, e em certos momentos, falta-nos aquela "matreirice" que é necessária em certos momentos do jogo.
Agora está mais complicado, mas o futebol não é uma ciência exacta, e a Naval pode colocar tudo igual, ou até ficar em primeiro. A ver vamos! Tomará que sim!

31/12/12 12:34