segunda-feira, dezembro 10, 2012

Triunfo acompanhado de boa exibição

VITÓRIA 2-0 OLHANENSE (Baldé e André)


Sabe melhor ganhar assim! Acompanhado do triunfo, surgiu uma exibição convincente diante de uma das boas equipas deste campeonato. Depois de exibições pouco conseguidas nos últimos jogos, a equipa vitoriana apresentou esta noite um futebol de qualidade, com vários jogadores com notas bem positivas.

Douglas, voltou a ser decisivo ao defender mais uma grande penalidade e num momento fulcral da partida. Num lance inventado pelo árbitro Bruno Esteves, o brasileiro voltou a estar à altura e defendeu de forma superior a grande penalidade batida por Rui Duarte. Mas já antes, Baldé tinha adiantado o Vitória no marcador. Um fantástico golpe de cabeça que bateu sem apelo nem agravo o guardião Bracali. Aliás, o avançado vitoriano foi outros dos jogadores em franco destaque esta noite, com uma exibição de boa qualidade.

O segundo golo, o da tranquilidade, acabou por surgir com justiça na etapa complementar e da autoria daquele que foi hoje - na minha opinião - o melhor jogador em campo, André. O médio foi essencial no equilíbrio do meio-campo, uma verdadeira "formiguinha" e que teve a justa recompensa com o golo alcançado.

Diante de uma Olhanense que já tinha provocado algumas surpresas no campeonato, o Vitória exibiu-se - finalmente - a bom nível, dando razão aqueles que acham que este plantel tem capacidade para mais do que aquilo que se viu nos últimos jogos e como ficou evidente hoje.

O triunfo e os três pontos eram fundamentais para o Vitória, até atendendo ao equilíbrio do campeonato e deixam a equipa confiante para os próximos três encontros deste mês, a começar pelo próximo na Mata Real.

A única nota negativa prende-se para o pouco público presente hoje no D. Afonso Henriques. Desolador... 

Fique agora com o resumo do encontro:

1 Comentários:

ricardo sempre disse...

Foi uma Vitória justa, mais uma vez se evidenciou o coletivo desta equipa.
Já sabemos que nao temos um futebol bonito, nem muito pressionante, de Douglas a Baldé jogam todos na mesma sintonia.
Durante 90 minutos vi 11 trabalhadores com dedicação e esforço coletivo.
Em anos anteriores, jogadores do plantel principal saiam e os teinadores ja nem sabiam o que fazer.
Neste jogo até vimos uma dupla de centrais que nunca vi jogar juntos e que bem se sairam.
No meio campo nota-se que ninguem é titular confirmado, deicha-me optimista que mostramos ter banco.
Na frente, prefiro Sausani, mas tambem não se pode acomodar, Baldé está a crescer e pode ser pesadelo para Saudani.
Ja aqui disse que esta equipa surpreende, tem um coração enorme, não tem vedetas, joga como equipa.
Por isso fico muito optimista para os proximos jogos.
Na mata Real espero que joguem assim e sintam que podem ganhar, porque está perfeitamente ao nosso alcance.

10/12/12 09:28