domingo, dezembro 23, 2012

Vitória B derrotado em casa

VITÓRIA B 1-2 PORTIMONENSE (Índio)

Resultado que teve tanto de injusto como de desolador. Com uma boa oportunidade para subir na tabela depois do triunfo com o Leixões, os vitorianos foram surpreendidos pelo Portimonense. A equipa de Luiz Felipe acabou por não ser capaz de fazer um grande jogo, ainda assim fés o suficiente para sair com um resultado positivo, perante uma turma algarvia que se remeteu à sua defensiva aproveitando os erros alheios.

E, de facto, pouco ou nada se viu do Portimonense ao longo de toda a partida, com o Vitória B a assumir sempre as despesas do desafio. O grande golo de Wakaso aos 31 minutos, surgiu perfeitamente contra a corrente e numa altura em que era o Vitória a única equipa a ter oportunidades de golo.

Na segunda parte, o Vitória teve mais dificuldades para contornar uma equipa cada vez mais recuada, ainda assim a equipa continuava a ter critério na altura de delinear as suas jogadas ofensivas, embora demonstrando aquilo que tem sido evidente ao longo desta temporada que é alguma falta de qualidade e maturidade ofensiva.

Ainda assim, a pressão vitoriana surtiu efeitos e aos 75 minutos Índio fez o golo da igualdade, repondo alguma justiça. No entanto, quando o Vitória B tentou o assalto final à baliza do Portimonense, os algarvios voltaram a ser letais no aproveitamento de falhas alheias e, perante o erro de Freire e Kaka, fizeram o 1-2.

Resultado injusto, diante de uma equipa que foi absolutamente eficaz e que surpreendeu o Vitória B que poderia ter aproveitado o encontro de hoje para dar um salto na tabela.







Veja mais imagens no nosso facebook.

1 Comentários:

José Lafuente disse...

Já é uma constante escrever ou dizer isto, mas hoje foi mais do mesmo a nível de finalização. O Vitória B, desperdiçou 7 oportunidades flagrantes de golo.
Na 1ª metade, entramos muito bem, e aos 25 minutos, já tinham sido desperdiçadas bolas de golo, por parte do Diogo Lamelas, Tomané, do Índio. O Portimonense faz um remate à baliza e faz um golaço por intermédio do Wakaso.
Até ao final da 1ª parte, mais desperdício através do Freire que a 2 metros da baliza, tem um cabeceamento muito mal medido.
Na 2ª parte, o Tomané sai ao intervalo muito provavelmente lesionado, e entra o Tiago Rodrigues, mas a Equipa tem 20 minutos onde o Portimonense está melhor, e tem uma oportunidade flagrante de golo, numa transição ofensiva muito rápida, ainda assim o Mendes mandou a bola ao lado.
É então que entra o Tiago Almeida, e a Equipa cresce, voltando a ter o controlo da partida.
As oportunidades voltam a aparecer, Rafa envia a bola ao poste, na recarga o Freire cruza para a área o Índio encosta para golo, o defensor de Portimão corta em cima da linha, e só à terceira á bola entra.
O Vitória anima, parte para cima, e volta a desperdiçar, com o Rafa em clara falta de confiança, a ter por duas vezes a oportunidade de bisar a baliza do Portimonense. Entretanto Kanú sai lesionado, e passou o Lamelas para lateral direito.
Volvidos 5 minutos, há um chuto para a frente, como Portimonense a enviar a bola para o gigante Simmy, o Freire ganha de cabeça, a segunda bola sobra para o Fábio Felício que mete na área, o Kaká faz o corte, mas a bola embate num jogador adversário e vai para a nossa baliza. Tremendo azar esta Equipa tem.
Até ao final do jogo, mais uma grande oportunidade, a bola anda junto á linha de golo, mas penso que é mesmo o Freire que a tira da baliza do Portimonense. Mais uma vez a falta de sorte.
A derrota é tão injusta, o Portimonense foi a pior Equipa que vi passar no Estádio do Rei, e leva os 3 pontos para casa.
Agora é continuar a trabalhar, pois quem joga como o Vitória vem jogando, merece muito mais, e um dia teremos nós a pontinha de sorte.
Quanto a jogadores em destaque, o Paulo Oliveira esteve melhor que o Freire, o Kanú esteve mais uma vez bem como médio defensivo, o Tiago Rodrigues entrou bem (pegou na batuta, esteve bem no passe). Na frente o Tiago Almeida entrou bastante bem (veio dar presença na área), já o Índio esteve perdulário (que falha aquela quando o jogo está a 0).
Menos bem estiveram o Bruno Alves (falhou alguns passes logo na 2ª fase de construção), e o Rafa está mesmo com uma gritante falta de confiança.

23/12/12 18:10