quinta-feira, janeiro 10, 2013

Despedida inglória (2-0)



O Vitória foi esta noite afastado da Taça da Liga, mesmo depois de vencer a Naval 1º Maio por 2-0. O golo de Ricardo e a "obra de arte" de Crivellaro permitiram aos vitorianos saírem da prova sem perderem qualquer jogo mas não foram suficientes para evitar a eliminação. A verdade é que desde o empate com o Braga em Guimarães na primeira jornada que os vitorianos sabiam ser difícil garantir a passagem.

Esta noite, Rui Vitória fez duas alterações relativamente à equipa que alinhou em Barcelos, com as entradas para o onze de Tiago Rodrigues (para o lugar do lesionado André) e de João Ribeiro (para o posto de Marco Matias). Mesmo longe do requinte exibicional demonstrado na terra do galo, o Vitória fez o suficiente para derrota os figueirenses e fê-lo, de novo, com nota muito positiva para alguns dos jovens que vão sendo "lançados às feras" por Rui Vitória. 

Paulo Oliveira e Tiago Rodrigues foram dois dos jogadores em destaque na partida, que também contou com João Ribeiro e Barrientos em bom plano, por exemplo. Apesar da eliminação, o resultado desta noite foi mais uma etapa no crescimento de uma equipa com muito potencial e cujo melhor momento acabou por ser o grande golo de Crivellaro. Curiosamente, e tal como no encontro diante do Braga, o Vitória voltou a sentir dificuldades em fazer valer a superioridade numérica, depois de ter jogador praticamente toda a segunda parte com mais um elemento. Fica pois um sabor amargo nesta competição que, quer pelo sorteio, quer pela forma como correram os jogos deram toda a ideia que o Vitória poderia ter ido mais além.

Destaque negativa para a pior - ou uma das piores assistências no D. Afonso Henriques. Francamente, ver o estádio do Rei com menos de um milhar de espectadores é uma enorme desolação, mesmo que o horário do jogo ou a competição não permitissem grandes enchentes. Mas... 814 espectadores (!?)... E se nada for feito para voltar as chamar os vitorianos ao estádio temo que este cenário se possa repetir.

0 Comentários: