quinta-feira, janeiro 03, 2013

O Novo ano para o Vitória


Com o Vitória Sport Club, a atravessar a fase mais periclitante dos seus 90 anos de existência, espera-se que o novo ano civil, possa trazer mais alento e alegrias aos Vitorianos. Assim e ao nível do futebol profissional, a Equipa Principal, tem feito boas exibições, e continua a lutar em todas as frentes (Liga e Taças, com na prova rainha do futebol português, o Vitória a ter um jogo “decisivo” já dia 16 num Estádio do Rei, que tem que se tornar num verdadeiro “Inferno Branco”), fazendo assim, com que exista a possibilidade de haver alegrias neste ano que agora se iniciou.
 
Apesar de todas as limitações, sejam elas de ordem financeira (há vários meses de salários em atraso) e de composição do plantel (já perdeu jogadores numa fase primordial da época, e pode ver ainda sair mais alguns, com El Adoua e Soudani no topo dos próximos que podem deixar a Cidade-Berço), o Técnico Rui Vitória, continua a passar uma mensagem positiva para o exterior, mostrando esperança num futuro No meio de tantas adversidades, ninguém pode “acusar” o Técnico Vitoriano, de ser um Homem destemido, e que não vira a “cara à luta”. Rui Vitória mostra claramente a este nível, que é o Homem certo, no lugar certo, e a sua continuidade no Vitória é na minha óptica essencial para o Clube.
 
Entretanto, seguem-se já no novo início do ano, novas “batalhas” muito importantes, mas com o denodo que já se viu do Plantel e da Equipa Técnica, e o forte apoio dos Vitorianos, há esperança de que os resultados sejam positivos, o que seria portanto, um motivo de grande regozijo para a família Vitoriana.
 
Já na Equipa B, Luiz Felipe (tem feito um trabalho meritório, colocando a Equipa a jogar um futebol de qualidade, e fazendo com que vários jogadores cheguem aos A), também se debate diariamente com muitas contrariedades, com as muitas chamadas dos jogadores do seu plantel à Equipa Principal, o que não ajuda à melhor preparação para os jogos da 2ª Liga, tornando a jovem Equipa mais frágil (há poucas soluções no plantel).
 
Ainda assim, o Vitória B, está na viragem do ano, numa posição acima da “linha de água”, situação primordial e que se deseja de alcançar no final da época, sob pena de o Vitória ver “desaparecer” o projeto, que já no imediato e no futuro próximo é uma das “salvações” do Clube. Na formação, pretende-se que todos os escalões do Futebol, Voleibol, Basquetebol, Pólo Aquático e Judo (foi Campeão Nacional de Juniores em 2012), possam formar grandes Atletas, mas também Homens e Mulheres, situação que se for aliada aos títulos, complementa as suas etapas de “crescimento”.
 
Em relação às modalidades amadoras, espera-se que o novo ano, traga mais estabilidade ao Basquetebol (tem feito uma boa época, e a Equipa de Fernando Sá ainda pode alcançar feitos de outros tempos) e ao Voleibol (a formação orientada por Alan Cocatto está a honrar os pergaminhos do Clube na modalidade), secções ganhadoras, e que continuam a lutar com honra e determinação pelo emblema que envergam ao peito. Já no Pólo Aquático, que se possa efetuar mais uma época sem sobressaltos na 1ª Divisão, e que no Kickboxing -Boxe, os atletas do Vitória persistam a ganhar vários títulos nacionais, europeus e mundiais, “colecionando” ainda mais troféus.
 
Por último, que na Natação, possamos ver a Daniela Pinto e restantes jovens nadadores do Vitória, a ganhar títulos e bater recordes pessoais, e que no Ténis de Mesa, Ciclismo e no Judo, os resultados possam cada vez mais ser melhores para o Vitória, mostrando-se assim a vitalidade do Ecletismo Vitoriano. Uma nota ainda, para os Veteranos que “vestem de branco”, que vão convivendo e ganhando inúmeros Jogos e também Troféus.
 
Que continuem com essa energia e espirito de Conquista! Que 2013, seja então um ano repleto de alegrias, e que o Vitória Sport Club possa sair da “crise” financeira (são precisos urgentemente os investidores que Júlio Mendes assegurou que irão surgir para a possível SAD) que está instalada.
 
Anseia-se então por um bom ano para todos os Vitorianos, e que haja muita saúde, trabalho e melhores condições financeiras, situação esta, que tem afastado infelizmente muitos adeptos do Estádio do Rei, não fazendo com que se verifique as assistências de outros tempos.
 
Esperemos por isso, por melhores dias, que seguramente com a força e o crer de todos os Vitorianos, vai ser uma realidade! Um Bem-haja a todos!
 
Por José Lafuente

0 Comentários: