domingo, fevereiro 24, 2013

A derrota do futebol (vídeo)



O jogo era muito importante na luta pela manutenção, para as duas equipas. Mas, contrariando todos aqueles que dizem que em futebol não podem perder os dois, Vitória e Braga foram derrotados esta tarde. Mas não foram os únicos. Também o futebol saiu vergado a uma derrota pesada no encontro desta tarde.
Lamento profundamente tudo o quanto se passou no Estádio D. Afonso Henriques e que vai sendo amplamente difundido pela comunicação social através de vídeos e imagens. Este, não é o futebol que me habituei a amar, este não é nem nunca será o tipo de espectáculo que quero ver no Estádio D. Afonso Henriques.

Por tudo isto é bom que todos assumam as suas responsabilidades pelo deplorável espectáculo ocorrido no estádio do Rei esta tarde. Começando por aqueles que entenderam que um Vitória-Braga seja ele na II Liga ou na I Liga não deveria ser considerado um jogo de alto risco. Continuando na direcção do Vitória SC que de forma imprudente não requisitou policiamento para o encontro de hoje, bem como nos dirigentes do clube adversário que vezes sem conta continuam a contribuir para esta escalada de violência através de comportamentos ou atitudes lamentáveis (bastará ler também o comunicado relativo aos incidentes de hoje). E, finalmente, e mais importante para os adeptos.

Não podemos em momento algum deixar de condenar aqueles que tornam os campos de futebol numa batalha campal, que continuam a dar razões aos que se afastam dos jogos de futebol. Confundir rivalidades ou bairrismo, com arruaça e violência será meio caminho andado para continuarmos alegremente à espera que algo de ainda mais grave aconteça no futebol português.

Espera-se, contudo, que este momento não seja aproveitado por outros para, de novo, quererem passar a imagem de "maus da fita" dos adeptos vitorianos. O que se passou hoje deve ser condenado de parte a parte mas deve ser para além disso deixado claro quem acendeu o rastilho esta tarde, como se comprova com este vídeo. Deveremos para além disso ir até ao fim no apuramento das responsabilidades de todos os que contribuíram para o triste espectáculo de hoje.

Contudo, parece evidente que as atitudes provocatórias dos adeptos bracarenses, a tocha lançada de forma verdadeiramente assassina para a bancada de sócios do Vitória foram a forma destes acenderem um rastilho que depois se comprovou impossível apagar por falta de policiamento no estádio. Já depois dos problemas provocados nos encontros com Belenenses, Paços de Ferreira e Leixões. E isso em momento algum pode ser escamoteado! Mas, da mesma forma que condeno de forma veemente quem quis provocar toda esta confusão, não posso deixar de lamentar a atitude vergonhosa dos adeptos vitorianos na resposta aos adeptos visitantes.


video





No entanto, é bom que deixemos algo muito claro e que passa pela dualidade de actuações de alguns dos principais actores do futebol português, nomeadamente os árbitros. Relembre-se que, ao contrário do jogo entre Braga e Paços de Ferreira, não vimos adeptos refugiados no campo e por trás das balizas. Porém, ao contrário do que aconteceu nesse encontro o árbitro de hoje Hugo Pacheco resolveu suspender a partida.

Pior, quando todos os problemas nas bancadas terminaram e estavam reunidas todas as condições de segurança para o jogo prosseguir, Hugo Pacheco manteve a intenção de não o reatar. E isto é, uma decisão em tudo diferente daquela que teve Paulo Baptista no jogo em Braga e que uma vez mais deixa a nu aquilo que escrevia há dias. Uns são filhos da mãe, os outros...

Para além disso, é importante que a direcção vitoriana esteja atenta ao possível castigo que poderá ser aplicado. Quer fazendo prova daquilo que se passou nas bancadas quer deixando claro que não pode pactuar com diferenças de tratamentos entre os clubes.



Foto: ABola
Vídeo: António Costa e João Pedro Soares

22 Comentários:

Paulo Pinto disse...

Hoje, e aproveitando uma tarde soalheira, fui ao futebol. Dirigi-me ao Estádio D. Afonso Henriques (DAH). Isto para um “dérbi do Minho” entre equipas “B”.
Logo à chegada, e nas imediações do DAH, um forte contingente policial, que envolvia elementos do Copo de Intervenção (CI) e das Forças de Intervenção Rápida, que me causou estranheza. Mas segui. Entrei no DAH e nem um polícia dentro do estádio; assim como nenhum adepto do S. C. Braga. Pelo que o jogo começou sem incidentes.
Estavam decorridos sensivelmente de cinco minutos quando os adeptos do S. C. Braga entraram na Bancada Norte do DAH, e de imediato se dirigiram para a Bancada Poente, arrancando cadeiras e arremessando-as contra os adeptos do Vitória S.C. . Estes de imediato reagiram, arrancando também cadeiras e arremessando-as contra os visitantes. Tudo isto acontecia com a oposição de cerca de uma dezena de elementos da segurança privada, que numa primeira fase conseguiu que os adeptos das duas equipas não se digladiassem. Mas passados alguns minutos foram suplantados, em número e força, pelos adeptos de Vitória S. C. que empurraram os adeptos do S. C. Braga para o exterior das bancadas, agredindo-os de forma bárbara, que só não tomou proporções de tragédia devido à intervenção da Polícia, entretanto chamada, e que pôs fim à situação. Com isto tudo o jogo terminou aos sete minutos. Fora do DAH a Polícia não permitiu quaisquer confrontos entre adeptos. Não houve rigorosamente nada.
No fim de tudo constatei o seguinte:
- A força policial presente, que envolvia perto de uma centena de elementos, e foi colocada nas imediações do DAH foi deslocada de outras cidades do Distrito de Braga e/ou outros locais da cidade de Guimarães, com prejuízo da segurança do cidadão. O CI; esse veio do Porto.
1.ª Pergunta: Quem deu a ordem para tal ???...
2.ª Pergunta: Quem suportou, financeiramente, o dispositivo policial para as imediações do DAH ???...
- A PSP de Guimarães tinha um dispositivo policial para assegurar a segurança dentro e fora do DAH, com algumas dezenas de elementos. A direção do Vitória S.C., e isto foi o boato que correu no estádio, recusou esse policiamento, escudando-se na nova legislação.
3.ª Pergunta: Quem vais ser responsabilizado pelos acontecimentos ???...
Assim constata-se que só uma tragédia, que hoje esteve na iminência de acontecer, vai levar o Governo a alterar a nova lei sobre policiamento em espetáculos desportivos.
4.ª Pergunta: A quem interessa esta nova lei sobre policiamento em espetáculos desportivos?
5.ª Pergunta: Até quando é que nós, os cidadãos, vamos suportar o policiamento de espetáculos desportivos, em prejuízo da nossa segurança ???...

24/2/13 21:59
vermelho vivo disse...

Concordo com quase tudo o que escreveste. Lamentável, vergonhoso!
Mas era bom que explicasses uma parte do teu comentário em que descreves como tudo começou ao sr. Presidente JM. Porque foram lamentáveis e quase vergonhosas as suas declarações. Só faltou imputar a culpa aos sócios do Vitória e garantir a sua exemplar punição. Esqueceu-se de entre outras coisas situar os acontecimentos no seu inicio, branqueando totalmente o comportamento provocatório dos adeptos do Braga como percursores de tudo o resto, esqueceu-se que esta violência começa a ser imagem de marca dos adeptos do Braga: Belenenses, Leixões, Paços de Ferreira... Mas o sr. JM é que vai apurar o que aconteceu e castigar exemplarmente os responsáveis. Pois... Com esta abnegação toda a defender os interesses do Vitória e dos seus sócios, estamos garantidos. Quer apurar responsáveis? Pois bem, então demita-se. Porque só alguém muito amador ou completamente leviano permite que um jogo com a rivalidade de um Vitória-Braga, ainda para mais depois de um outro Braga-Vitória ocorrido no dia anterior, não tenha policiamento. O apuramento de responsabilidades parece-me muito claro e óbvio: Direcção do Vitória.

24/2/13 22:16
Arsenal de Braga disse...

1. Os factos ocorridos em Braga foram amplamente censurados por todos: adeptos e direcção da SAD do Braga. Sem apelos nem agravos, sem mas nem meios mas. E ninguém referiu as cadeiras que foram arremessadas pelos adeptos do Paços e que iniciaram os confrontos.

2. O vídeo difundido mostra, no primeiro instante, uma cadeira a ser arremessada no sentido da bancada do Braga e, só depois, uma tocha a ser arremessada em sentido inverso. Ou seja: os confrontos já tinham começado. Porque é que o vídeo começa cirurgicamente aí?

3. Não devemos esquecer as declarações provocadoras de Luís Cirilo e, mais recentemente, do actual Vice-Presidente do VSC.

4. Condenamos todos os que contribuíram para isto. Todos: adeptos do Braga, adeptos do VSC e organização do jogo. Todos.

24/2/13 22:33
Vimaranes disse...

Onde estão as declarações provocadoras do actual vice-presidente do Vitória?

Folgo em saber que se esquece das atitudes do presidente do seu clube no último encontro para a Taça de Portugal no camarote presidencial ou para a Taça da Liga no relvando com gestos provocatórios para os adeptos do Vitória SC.

24/2/13 22:58
Lourenço Lima disse...

Não estive no D. Afonso Henriques e digo ainda bem. Em vez de ter assistido a mais um espectáculo deplorável como vem acontecendo nos estádios de futebol, fui assistir a mais um grande jogo de voleibol, entre o nosso Vitória e Associação Fonte Bastardo. Tomei conhecimento do acontecido quando cheguei ao Pavilhão do Complexo Desportivo António Pimenta Machado. Não foi uma surpresa para mim. Era de esperar. Depois do jogo intenso de ontem e de mais uma vez os adeptos do Vitória terem sido mal tratados no regresso a Guimarães e de pois de ter visto a forma deselegante como o Arrogante do Treinador do Braga tratou o Prof. Rui Vitória, fazia prever um clima de alta tensão no jogo de hoje. Muito embora condene tudo o que se passou no nosso estádio, a começar pela destruição das cadeiras das duas bancadas, parece-me óvio que perante as provocações premeditadas, quanto a mim, pelos adeptos do Braga, os Vitorianos sentiram-se feridos e insultados e reagiram bem. Quem não sente, não é filho de boa gente. Lembro-me de há muitos anos de uma invasão dos adeptos do F.C. Porto, antes do ninicio do jogo, também no nosso estádio, em que os nossos adeptos reagiram e deitaram as vedações abaixo. Resultado, uma batalha campal, solucionada peloa policia, de forma que o jogo se iniciou sem problemas até final. Este árbitro de meia tigela não teve tomates, porque receou que alguma reação despropositada do adeptos do Vitória. Culpados de tudo isto, sáo naturalmente os desordeiros, os prevericadores, mas em primeiro lugar, quem organiza o espéctaculo.Aqui a Direcção do Vitória e em especial o Sr. Armando Marques, responsável pela organização dos jogos no D, Afonso Henriques são os principais responsáveis. Todos os jogos com o Braga, Porto, Benfica e até Sporting, são de alto risco, face aos comportamentos das suas claques.

24/2/13 23:23
miguel silva disse...

Os sócios do Vitória não deveriam ajudar a que dessem razão ao M Machado. Aqueles 100 de braga só vieram para provocar a situação que o patraozinho queria. E alguns vitorianos cairam que nem patinhos...

24/2/13 23:44
miguel silva disse...

Os sócios do Vitória não deveriam ajudar a que dessem razão ao M Machado. Aqueles 100 de braga só vieram para provocar a situação que o patraozinho queria. E alguns vitorianos cairam que nem patinhos...

24/2/13 23:45
Ginho disse...

Boa noite pessoal
Sou de Braga e na proxura de novas informações sobre os confrontos encontrei o vosso blog.
O único comentário que me merece é o seguinte: "não haverá coisas mais fascinantes na vida do que alimentar uma rivalidade estúpida?

Um bem haja,
Jorge Rodrigues

24/2/13 23:59
miguel silva disse...

O Arsenal de Braga diz que as palavras de Luís Cirilo, que nem sequer faz parte da Direcção do Vitória, foram provocatórias??? O que dizer das palavras de Mesquita Machado??? Um verdadeiro incentivo ao que aconteceu hoje! Não me espantava nada que aqueles 100 adeptos tivessem vindo a mando dele, só para mostrar que tem razão. Permitam-me dizer que, se Luís Cirilo foi incendiário Mesquita Machado foi reaccionário ao ponto de sugerir qual a forma mais fácil de prejudicar o Vitória neste assunto... e volto a dizer: aquela cambada de palermas que atirou cadeiras do nosso lado, só deu razão ao ditador de braga. A estupidez tem este efeito... O Vitória, por culpa de um bando de arruaceiros, não se pode defender porque também é culpado.

25/2/13 00:04
Hugo Vilas Boas disse...

Depois do que se passou no jogo do "scb x FC Paços Ferreira" e dos não castigos aplicados ao cobardes de braga pela investida a velhotes e crianças do paços, era de adivinhar uma estratégia para limpar a imagem, ilibar e incutir as culpas no VSC, antes, durante e depois do sucedido no jogo de ontem entre as equipas B dos dois clubes.

Só a direcção do VSC não consegui prever esta situação, mas pior ainda foram as declarações do nosso presidente, quase como a culpabilizar os adeptos do Vitória Sport Clube pelo sucedido... lamentável...!!! muito mais quando não se tinha ainda inteirado por completo dos acontecimentos e quando o erro de não ter colocado PSP nas bancadas foi da dita direcção, facto que logo foi aproveitado para a comunicação social aproveitou para distorcer os acontecimentos e ilibar os verdadeiros prevaricadores.

Dito isto, já se está a prever quem vai ser o prejudicado, castigado e tudo mais, pois se nem o nosso Presidente nos defende, quem o vai fazer? não fui ao jogo, mas acho quede lá estivesse não me tinha contido em correr atrás dos "mongolóides" enviados por a direcção do scb com a clara intenção de que o jogo não terminasse, pois como se vê no video os únicos objectos que caem perto e talvez no relvado, são cadeiras lançadas por parte dos adeptos do scb, facto que quase aposto mão vai surgir no relatório do árbitro do encontro, que também estava concerteza encomendado.

Vitória até morrer...!!!

25/2/13 01:09
Hugo Vilas Boas disse...

Todos falam e falam, o presidente da LPFP e o do sindicato da PSP na Tv, o árbitro no facebook, mas o que ninguem diz foi quem provocou os desacatos, colocando em causa a integridade física dos adeptos do Vitória SC e dos seus familiares, reagindo em auto-defesa, ao arremesso não só de cadeiras, como de tochas.

25/2/13 01:57
guimaraes manda disse...

so vejo comentarios burros...nem parece um site que defende o vitoria e seus adeptos...nao a violencia?ok concordo nao leva a nada,mas dado as circunstancias nao se poderia evitar,e sim mais que tudo ha que mostrar a nossa raça e quem manda aqui,ou agora vem estes otarios e fazem o que querem na nossa cidade!!!vejo muitos aqui a criticar mas quando tao prestes a levar porrada de adeptos de outras claques esquecem se que sao estes que invadiram a bancada que os vao defender...acima de qualquer coisa ta a honra do clube e cidade...vimaranes ta na altura e acordares e deixares de defender isto ou aquilo as coisas sao como devem ser e estes cabroes ja andavam a pedi las a muito tempo...ou es adepto do sofá?porque senao es ja foste a braga como eu fui e levas t pedradas e agora queres o que?que is recebam de braços abertos e deixa los fazer tudo o querem?nunca,em guimaraes manda mos nos...ja basta ser mos sempre enrabados pelo cabrao do salvador e os nossos presidentes ficarem sempre na merda e ainda vamos ser por estes merdas que sao adptos das borlas?nao...

25/2/13 02:44
José Paulo Cardoso disse...

Pois é meus caros, eu já tinha avisado há uns dias atrás! Vamos ter um castigo exemplar para servir de exemplo e para servir os interesses do "trolha" e do "papa"! Montaram-nos uma armadilha e caímos que nem patinhos! Sim, porque isto foi tudo premeditado com a conivência do árbitro.Nunca, em momento algum esteve em risco a integridade fisica quer de árbitros quer de jogadores e/ou dirigentes. Nunca houve invasão de campo, como há umas semanas atrás em braga, então porque é que o árbitro acabou o jogo? Porque não o reatou? Como é que em 15 minutos apareceram 8, digo bem, 8 carrinhas carregadas de policias armados de "shot-gun", na entrada para os balneários!? Foram enviados a mando de quem? Do "trolha"!? Do "papa"!? Era bom que se investigasse mas, como de costume, vão ser os "energúmenos" dos adeptos do Vitória que vão pagar as favas. Vejam o JN de hoje (segunda-feira 25/02).Traz um retrato fiel dos acontecimentos.

25/2/13 08:56
Hugo Vilas Boas disse...

A direcção do Vitória que não durma muito sobre a assunto, pois a reunião "extraordinária" da LPFP, vai ser rápida e eficaz, muito mais se não reagirem e argumentarem antes da mesma.

Os vídeos e as fotos mostram claramente que o árbitro e a equipa do scb ficaram no relvado a assistir a tudo como se nada fosse, recolhendo apenas aos balneários quando os adeptos do VSC correraram e colocaram ordem nos braguistas que atiravam cadeiras e very lights para a bancada dos adeptos do VSC.

Esta atitude mostra que estava tudo combinado, ou só a violência de uns provoca preocupação no árbitro do encontro, que após o encontro vai falar para o facebook ainda antes de se saber o que diz o seu relatório.

E por que motivo se encontravam tantos policias no exterior do estádio, porque a ver por as imagens, ninguém diria que não era um encontro sem policiamento, pois foi tão pronta, rápida e cirúrgica a intervenção da PSP quando os vitorianos correram com os cobardes de Braga.
E que dizer dss declarações do presidente do sindicato da PSP, culpabilizando o VSC por o sucedido. Que tem o sindicato a ver com isto?
O Vitória mexeu com interesses financeiros de várias instituições, principalmente da PSP, e agora está a servir de bode-expiatório para todos: LPFP, PSP, adeversários, etc, etc...

25/2/13 13:03
Ricardo disse...

A derrota do futebol também nos 3 jogos que envolveram o Braga sempre com violência (Com adeptos a entrarem no relvado) e o jogo nunca parou sequer!! Temos de condenar todo o tipo de violencia obviamente, mas aqui algo se passou. Nem um objecto ou cadeira foram parar ao relvado, jogadores e equipa de arbitragem estavam mais que seguros para ser feito o jogo?!?! Agora, as perguntas mantém-se: porque é que a PSP queria o dobro ou triplo de policias para 20/30 adeptos do Braga? não aceitaram as condições do Vitoria e aí havia algo na manga. Porque é que entraram so depois de haver desacatos fisicos?? Porque é que o arbitro parou o jogo e recolheu logo??? E os adeptos nunca mais regressaram nem a equipa?? Estava tudo combinado??? Quase tenho a certeza que sim... Aí temos de ter pulso firme, condenando sempre a violência, mas defendendo sempre o Vitória e os adeptos até á exaustão! Parece que foi tudo premeditado de todas as partes menos a nossa (Vitoria). Até quero ver as sanções que existem para uns e a diferença que é por ser o Vitória. Aí, ninguém pode escamotear a realidade que ontem se passou no DAH. meia duzia de rapazer que entraram e provocaram uma bancada quase cheia. Sabem da rivalidade existente e tudo que ela envolve, o que queriam? Já sabiam o que iam ter infelizmente, temos de saber viver bem com a rivalidade e não provocar que a mesma seja deteriorada em cada derby. Pelo Vitoria e para o Vitoria, Tudo e Sempre.

25/2/13 13:07
SPCova disse...

Boa tarde a todos,

A culpa? Mais do que banir, lamentar e condenar, todos procuram a culpa.

A culpa? A culpa é do Governo que para poupar uns trocos legislou nesse sentido não precavendo a segurança dos seus eleitores (mas afinal nada de novo. Fizeram o mesmo na saúde).

A culpa? A culpa é SEMPRE do clube organizador que tem que ser responsável pelo que se passa dentro do estádio. No espaço público a responsabilidade é da PSP, e nesse sentido a presença do contigente policial.

A culpa? A culpa é da má formação social que permite, aplaude e quantas vezes incentiva a existência de claques maioritariamente formadas por individuos cuja razão de existência é o ódio a alguém. Sejam eles quem forem. De que clube forem.

A culpa? A culpa é de todos os que assistem impavidos e serenos a estas situações. Daqueles que hoje nada disseram enquanto os meninos de Guimarães e Braga se vangloriavam nos cafés.

A culpa? A culpa é do Vimaranes e Arsenal de Braga, e tantos outros blogues, de tantas cores, que enquanto iniciativas louváveis de debate e conversa, permitem que mentecaptos de todas as cores possam verter insultos, insinuações e ameaças. Por dar tempo de antena a pessoas sem qualquer tipo de formação moral que vivem para o insulto fácil.

A culpa? A culpa é de tantos que lamentam e condenam e depois usam o "mas" para subrepticiamente de alguma forma justificar o injustificável. Do bancário, do professor, do dentista, que são incapazes de fazer mal a uma mosca mas que tendo um espacinho para opinar se referem aos adversários como lerdos, e outros epítetos piores.

A culpa? A culpa é minha e de vários como eu. Que mesmo sendo fortes opositores destes desmandos nos limitamos a uma ou outra condenação onde nos deixam opinar. Que nada fazemos para varrer do mapa estes párias da sociedade.

Enfim. O ser humano precisa, para ser feliz, de inimigos. Seja por causa da cor da pele, da língua falada, da religião, da etnia ou até do futebol. Eu gosto muito do meu País, da minha cidade e do meu clube. A cor da pele é-me indiferente, religião não tenho e tento na minha vida não generalizar.

Era o que faltava odiar alguém por gostar de um clube de futebol diferente do meu.

Não sugiro a paz no mundo. Quem sou eu para o fazer. Mais, as picardias e rivalidades no desporto acrescentam sal. Mas quem não sabe distinguir linhas de conduta deve ser punido. Tenha vestida seja que camisola for.

25/2/13 15:59
MS disse...

1.º - Condeno os atos que se passaram ontem.

2.º - A culpa é totalmente da nossa Direção por ser leviana, por não requisitar policiamento. É que isto nem se devia discutir. Se o problema eram as verbas, então agora mais verbas serão, de entre outras castigos severos de que obviamente seremos alvos.

3.º - É de salientar a as reações de ambas das Direções. Por um lado, a do Braga, à semelhança do que já acontecera no jogo contra o Paços de Ferreiras, condena os acontecimentos, pede desculpa e tal, mas defende os seus adeptos ou, pelo menos, não os pune verbalmente, e tenta suavizar as coisas. Por outro lado, a nossa Direção, mais concretamente o Exmo. Sr. Eng. Júlio Mendes, que - diga-se - parece que anda no futebol (português) há apenas alguns meses, condena veementemente os adeptos do seu clube, mesmo ainda sem terem sido apuradas as ditas responsabilidades que ele e os seus pretendem apurar. Mais simplesmente, o de Braga sabe que a força de um clube está efetivamente nos seus adeptos e tenta protegê-los, apesar de tudo e a bem e mal; o nosso parece estar a esquecer disto. No que toca a este aspeto e a outros, diga-se que o Sr. Salvador, nos dez anos que leva à frente do SCB, aprendeu bem e rápido.

4.º - É também curioso notar, pelas várias imagens e muitos vídeos que circulam aqui e ali, que muitos dos artistas do Braga que vieram para cá com o intuito que todos vimos, são os mesmos que aparecem a arremessar cadeiras no jogo contra o Paços de Ferreira. A indumentária, se não é a mesma, é muito semelhante. Eu pergunto: arremessaram cadeiras num jogo, arremessaram cadeiras noutro jogo, será continuarão a arremessar cadeiras noutro qualquer jogo? A resposta é: claro, porque ninguém faz nada. A lei é dura, mas não é para todos, só para alguns (dentro destes alguns incluo o Vitória naturalmente).

5.º - Termino com um apelo. Exmo. Sr. Dr... - peço desculpa - Exmo. Sr. Eng. Júlio Mendes, tem de aprender a falar (mais) para os associados do seu clube, a estar mais próximos deles, procure o diálogo e não a discórdia entre a família.

25/2/13 17:10
Hugo Vilas Boas disse...

http://relvado.sapo.pt/1-liga/vitguimaraes-critica-liga-por-nao-considerar-classico-com-braga-alto-risco


Como se pode verificar neste link, facto este que convêm relembrar, a LPFP cassificou o clássico entre o Vitória SC x scn de 2010, como um jogo de "risco normal" e não de "risco elevado", sob protesto dos responsáveis vimaranenses, e agora vem falar de um jogo deste calibre... qual calibre?... de calibre "normal" como indicado por a própria LPFP.

25/2/13 18:48
guimaraes manda disse...

miguel silva!!!ainda nao percebi se es do vitoria?se es socio do vitoria? ou se nao es nada,ou entao se es um daqueles que tem dois amores e o teu coraçao puxa mais para outro lado por isso so sabes criticar!um paraquedista..se é que me entendes...eu por acaso nao fui um desses "palermas ou arruaceiros" como tu dizes porque nao tava em guimaraes e nao pude ir ver o meu CLUBE mas se tivesse podias ter a certeza que tb ia dar no focinho daqueles cabroes porque acima de tudo tenho dignidade e defendo o que é meu,neste caso é o meu CLUBE e minha CIDADE que estavam em causa,foi pena nao tares lá e levares com uma cadeira ou com uma tocha na cabeça e depois queria ver se gostavas...engraçado que todo o estadio bateu palmas quando os adeptos regressavam da outra bancada,depois de defender a honra vimaranense,mas prontos culpados sao os que aceitam estes comentarios de gajos que so dizem merda...ate gosto de vir aqui porque tudo o que diz respeito ao meu clube eu vejo e voces ate metem coisas engraçadas,mas se calhar vou deixar de vir porque quando chego aqui e vejo tu vimaranes a dizer "a derrota do futebol"o que é isso mano?a criticares esta reaçao perfeitamente normal de quem ama o seu clube,atençao nao era so a claque que estava lá e que invadiu,adeptos normais do vitoria sem pertencer a claques tb estavam presentes, e mais depois de no dia anterior terem levado pedradas,depois de na nossa propria casa eles partirem para cima atirando cadeiras e tochas,querias o que?que o pessoal se senta se e continua se a ser humilhados no seu proprio estadio ou entao esperar que eles fossem magoar alguem!mano como diz o ditado quem nao se sente nao é filho de boa gente,por isso acorda para a vida e ve bem as cores que defendes e quem defendes...ja agora um ultimo conselho isto é um site de vitorianos,marroquinos a comentar aqui?nao percebo a tua politica de escolha de comentarios,desilusao total!!!vitoria ate morrer

26/2/13 01:29
ricardo sempre disse...

Deixo uma pergunta que me intriga;

Foi confirmado pela direção do Vitoria que pediu 20 agentes tendo como resposta do comando de braga que só podia ir 30 (declarações do sub Intendente de Braga a uma rádio a confirmar a versão da solicitação do Vitoria).
Depois dos incidentes ocorridos na bancada, chamam a força de intervenção que estava no exterior (vinda de braga a escoltar a claque) cerca de 10 agentes e afinal conseguem resolver a situação.
Mas lá ver se entendo,
O Vitoria pede 20 e eles dizem que não chega, 30 seria mais eficaz, estavam 10 no exterior e chegou perfeitamente.
Então quem paga o policiamento é obrigado a pagar a quantidade de agentes que lhes convem?
De Braga só vieram 50 adeptos.
Estava 1 autocarro no exterior do estádio.
No Sabado alguem viu os nossos adeptos em Braga ao entrar no estádio dirigir-se aos adeptos da casa e atirar-lhes cadeiras?

26/2/13 11:54
Hugo Vilas Boas disse...

A direcção do Vitória SC, continua sem reagir atempadamente a tudo o que é dito de forma distorcida em toda a comunicação social, dia após dia, hora após hora.

Entendo que tem de aguardar por o relatório do árbitro para reagir dr forma mais incisiva e nevrálgica, mas ainda assim já vai ser tarde, o relato distorcido dos acontecimentos por parte da comunicação social já passou para o público em geral, facto que vai ser aproveitado por a LPFP, e o castigo também já terá sido atribuído.

26/2/13 13:54
miguel silva disse...

Aí está a prova de que foi tudo preparado para prejudicar o Vitória: um jogo de castigo para nós e nada para o braga. Que sirva de lição aos que, do nosso lado, andaram a destruir o estádio e a denegrir ainda mais a imagem dos adeptos do Vitória. O castigo é sempre pior para o clube da casa, nunca se esqueçam disso! E aos arruaceiros envolvidos nas tristes cenas do domingo passado, só me apetece chamar-lhes de burros!

26/2/13 17:07