terça-feira, fevereiro 19, 2013

Contagem decrescente para o grande dérbi do Minho*


 
Está em contagem decrescente o dérbi dos dérbis da região minhota. De um lado estará um Braga, actual 4º classificado da 1ª Liga, a viver momentos conturbados devido aos mais recentes resultados (ainda não venceu na segunda volta) e também porque a fasquia apontada no início da época foi demasiado inflacionada.
 
Do outro, o Vitória SC, equipa que tem realizado uma temporada absolutamente tranquila, e que vem de um triunfo caseiro sobre o vizinho e amigo Moreirense, ocupando neste momento o 7º lugar da tabela classificativa.
 
Será o quarto jogo da temporada entre estas 2 formações, o primeiro em Braga. Os outros 3 foram disputados na cidade e estádio do Rei, para 3 provas diferentes e tiveram, também, desfechos diferentes. No primeiro, o Braga ganhou 2-0 para o campeonato. Depois, registou-se um empate a zero para a Taça da Liga.
 
E, finalmente, num jogo de mata-mata, o Vitória venceu 2-1 para a Taça de Portugal. As histórias e os embates entre estes dois conjuntos minhotos já vêm de longe, tendo-se realizado 107 partidas entre estas duas formações no que à Liga Portuguesa diz respeito. O Vitória tem saldo positivo nos confrontos, conseguindo 45 vitórias (42%), 39 derrotas (36%) e 23 empates (21%).
 
Aconteça o que acontecer no jogo do próximo sábado, e tendo em conta os milhões gastos pelos 2 emblemas e pelas expectativas criadas no início da temporada, o SC Braga continuará a realizar uma época muito aquém do esperado…pelos bracarenses, claro!
 
Pelo recusa do Presidente do Braga em baixar o preço dos bilhetes para o dérbi de sábado (não querendo pôr fim a uma querela que iniciou) parece evidente que para ele o Vitória significa mesmo muito e que é merecedor de tão elevados ingressos. Obrigado Salvador!
 
De uma coisa estou certo, não será o Soares Dias a apitar o encontro…para desgosto dos bracarenses!
 
Ah…já me ia esquecendo, vou levar “armadura D. Afonso Henriques” para defender a minha integridade física pois, parece que para aqueles lados, sem que os delegados da Liga vejam, tem sido prática comum, em jogos da equipa A e B, agredirem quem não faz vénia ao emblema local!
 
 
*Por Sérgio Mota

0 Comentários: