domingo, março 03, 2013

Ex-presidente da Comissão Disciplinar da Liga critica castigo


Na sua habitual crónica de domingo no Jornal Record, o ex-presidente da comissão disciplinar da Liga de Clubes Ricardo Costa critica o castigo aplicado ao Vitória a propósito dos confrontos no encontro entre Vitória B e Braga e, para além disso, diz não compreender porque também os bracarenses não foram castigados. Com o título "Desnorte total", Ricardo Costa escreve assim sobre os acontecimentos polémicos da passada semana:

1. "Castigo sumário ao Vitória por "arremesso para dentro do terreno de jogo de objectos que pela sua própria natureza sejam idóneos a provocar lesão de especial gravidade" aos diversos agentes presentes no jogo e que leve à interrupção do jogo por mais de 5 minutos: 2 jogos à porta fechada e multa de 10.000 euros. Onde se viram objectos no relvado? Quais foram os objectos no terreno que eram susceptíveis de provocar perigo para a vida ou privar de órgão ou desfigurar os participantes? Ficou prejudicada a realização do jogo por causa dos objectos perigosos presentes nas quatro linhas ou próximo delas?" 

2. Abertura de processo disciplinar ao Vitória por "distúrbios" dos seus "adeptos" que inviabilizaram a continuação do jogo. Esta sim foi a infracção disciplinar que se terá cometido - para ambos os clubes! Então porquê o castigo sumário (só para o Vitória?) na infracção inexistente e a instauração de processo que existiu? Talvez só para se reconhecer que este processo tinha de ser arquivado, como foi na comissão de inquéritos da Liga: não se pode castigar duas vezes pelos mesmos factos... 

 3. Abertura de processo disciplinar ao Vitória por "falta de condições de segurança imputáveis ao clube" antes do jogo se realizar. Como assim, se a infracção indicada pela CD pressupõe que o jogo não se tenha iniciado? Resultado: mais um arquivamento na Liga. 

4. Castigo sumário da Braga SAD pelo "comportamento incorrecto" dos seus "adeptos" com multa. Como? Então só os "adeptos" do Vitória é que foram responsáveis pela interrupção do jogo? Resultado: a SAD já nãopode ser castigada como foi o Vitória: os mesmos factos não ser sancionados mais do que uma vez!

1 Comentários:

luis cirilo disse...

Há uma coisa que já todos percebemos em relação aos relatórios dos delegados da Liga.
SObre as infracções imputáveis aos adeptos do braga escrevem o minimo possivel(mas escrevem o que impossibilita inquéritos suplementares)para que a punição seja também minima mas exista para atir areia aos olhos dos que não querem ver.
A propósito gostava bem d eler o relatório do delegado ao Vitória B-Braga B. Consta-me que é explosivo. Contra nós como é óbvio

3/3/13 17:47