quinta-feira, março 28, 2013

O Jamor está perto (0-2)

 
 
O futebol é propício a surpresas e até mesmo a desfechos que parecem improváveis. Ainda assim, e feita a declaração de interesses, todos concordarão que a final está ao virar da esquina. Exibição personalizada, plena de grande parte das virtudes que o Vitória vem evidenciando esta temporada e a matreirice necessária para resolver o jogo quando foi preciso.
 
O Vitória provou no Restelo, como a teoria o indicava, ser melhor equipa do o Belenenses. Com mais soluções e maior qualidade. Os golos de Ricardo dão uma "almofada" bem interessante para o encontro da segunda mão, onde se espera um estádio D. Afonso Henriques com um ambiente ao nível do que esta equipa tem feito por merecer. Esta noite, o Vitória soube ser eficaz, soube gerir o encontro, perante um Belenenses que também mostrou o porquê de estar a fazer uma excelente temporada.
 
Mas, ganha a luta a meio-campo, o Vitória conseguiu ser melhor principalmente no primeiro tempo e também por isso o golo tenha surgido com justiça. Como se previa os da casa tudo fizeram para inverter o rumo dos acontecimentos na etapa complementar mas é verdade que sem grandes situações e quase sempre utilizando o passe longo e procurando a cabeça dos seus dianteiros. Mas, até aqui, a jovem equipa vitoriana soube responder a preceito. O segundo golo de Ricardo, depois de um livre cobrado de forma fantástica por Crivellaro foi a machada final na partida desta noite.
 
Dizia o saudoso Raul Solnado, um conhecido adepto do Belenenses, "façam o favor de ser felizes". E esta equipa tudo tem feito para o ser. Por eles e por aqueles que uma vez mais sofreram em casa, ou no estádio. Os mais de mil adeptos que se deslocaram à Capital, num dia de semana, regressaram felizes, depois de terem sido capazes de criar um grande ambiente que a equipa não se esqueceu de agradecer no final da partida.
 
O "sonho" do Jamor está perto. Muito perto aliás. Mas falta o "carimbo" final no dia 17 de Abril. Aí sim, poderá ser mais um grande dia para o Vitória e para os vitorianos. Mas até lá, continuemos a saborear este triunfo, mas acima de tudo, o orgulho que sentimos ao ver esta equipa jogar. Porque os miúdos são, como dizia o poeta, "do tamanho dos seus sonhos"!
 
Link do Resumo do jogo
 

3 Comentários:

Flávio Santos disse...

Caro Vimaranês, há muito que não comentava por aqui, até porque o Belém tem andado arredado do primeiro escalão. Fiquei triste com o resultado e penso que a diferença entre as equipas esteve na matreirice a na eficácia, pois em jogo jogado não houve assim tanta diferença. O Belém abusou do jogo directo, o que não tem sido habitual este ano mas talvez seja reflexo da intensidade de jogo que o Vitória mostrou, que obviamente não é aquela que vemos num Leixões, num Aves ou num Portimonense. Foi aliás o primeiro jogo oficial da época que o Belém fez com uma equipa da I Liga. O Vitória teve mérito na forma como deixou pouco espaço para o nosso playmaker, Tiago Silva, o que resultou no já referido jogo directo.

28/3/13 18:04
Flávio Santos disse...

Gostei muito de ver a claque vitoriana a incentivar a sua equipa, respeitando o adversário, algo a que nós belenenses estamos habituados por parte do vosso grande clube. E que contrasta com a boçalidade e selvajaria de bracarenses, boavisteiros ou das claques dos três eucaliptos. Até nisso o Vitória é diferente. Também fiquei contente com a saudação do nosso speaker aos jogadores e adeptos vitorianos e com a forma como estes aplaudiram Desmarets. Foi uma jornada bonita, por que nós belenenses ansiávamos há muito. Bem hajam e tudo de bom (à excepção do jogo de dia 17! ;-).
Um abraço.

28/3/13 18:07
Vimaranes disse...

É um gosto voltar a vê-lo por aqui! Sim também me parece que, apesar de muita jovem, esta equipa do Vitória tem já outra experiência e isso foi fundamental no jogo de ontem. E também por isso soube ser matreira o suficiente para resolver o jogo. Notável também, como tive oportunidade de elogiar ontem no relato do jogo na Rádio Fundação, o ambiente criado pelos adeptos das duas equipas, contrastando com outros campos, ou então com as dificuldades de trabalho da comunicação social, ali tão perto... em Setúbal que sentimos na última deslocação. Foi um gosto voltar ao Restelo, num jogo em que o Belenenses provou que a excelente época que está a fazer não é obra do acaso e estão de parabéns por isso, e acima de tudo pela quantidade de jogadores portugueses de qualidade que têm. Boa sorte para o próximo jogo, em que devem garantir o regresso à I Liga e dia 17, espero que o Vitória - sempre com os pés bem assentes na terra - consiga garantir o acesso à final.
Um grande abraço!

28/3/13 19:03