quinta-feira, maio 09, 2013

As transferências de Ricardo e Tiago Rodrigues


 
Ricardo e Tiago Rodrigues vão reforçar o FC Porto na próxima temporada. Segundo se consta, os dois atletas custaram aos cofres portistas uma módica quantia de 2 milhões de euros, valores muito inferiores, até porque não são futebolistas banais. São jovens que, além de estarem adaptados às próprias exigências da 1ª Liga, demonstram ter potencial para outros palcos, por isso, a curto prazo, não será uma surpresa vê-los a competir ao mais alto nível.
 
A direcção sabe o que faz e creio que nestes tipos de negócios tentou não meter os “pés pelas mãos” como outrora fazia o seu antecessor. Penso que a venda ao desbarato de Ricardo e Tiago Rodrigues poderá ser justificada com a urgência do clube em conseguir estabilidade financeira o mais rapidamente possível. É, na minha maneira de ver as coisas, a explicação que me parece mais plausível neste momento. O clube já esteve bem pior, mas durante o decurso de uma época, há metas financeiras que são imperiosas cumpri-las. Depois, chega o momento de “acertar contas” com a própria Liga de Clubes e FPF, e até mesmo com a própria UEFA sob a pena de não participarmos nas provas europeias na próxima época.
 
Todos nós, vitorianos, queríamos que o negócio envolvesse valores bem mais altos, mas cabe à direcção do Vitória salvaguardar os interesses futuros do clube. Portanto, em virtude da transferência de Ricardo e de Tiago Rodrigues, a eventual preferência do Vitória sobre os excedentários do plantel Portista ganha cada vez mais forma. A confirmar-se este cenário, nem tudo correu mal neste negócio mas esperava-se muito mais.
 
 
Por Henrique Daniel Silva

0 Comentários: