segunda-feira, maio 20, 2013

Voz do Leitor


 Para ti que és um conquistador,

Vai ser um dia daqueles e nós sabemos disso. Não falo do Sol, que nos unirá a todos com camisolas mais curtas e um sorriso na face durante a tarde. Falo de um dia que pode ficar para a história, para a nossa história. 

 O jogo é grande. É claro que é grande. É o jogo por que esperamos há tanto tempo. E é exatamente por esta razão que sou contra novas finais de novas taças. Uma, só uma, já esfrangalha os nervos, eleva os ânimos, aquece os corações e esvazia os pulmões. É de pôr um gajo maluco! 

Vou lá estar. É um jogo para a conquista do lugar que tanto quero, que tanto queremos. Onde quer que jogues, joga bem. Não tenhas receio, estarei lá contigo, e serei o apoio e a voz que, por ti, gritará Vitória! 

Joga por ti! Entra em cada disputa como se nela estivesse o futuro, o teu; finaliza cada jogada como se fosse a última; desarma os adversários como se fossem ladrões que estivessem prestes a roubar-te o que te pertence. Corre, corre muito, corre até à exaustão e enche-me de orgulho! Já demonstraste que o “nome” não significa nada em futebol, o que vale é a vontade, o trabalho e, principalmente, a humildade. Força, garra, dedicação, profissionalismo e um belo futebol devem fazer parte da tua partida. Acredito em ti! Se fores suplente ou não convocado: junta-te a mim e apoia os teus companheiros até o fim! 

 Desejo-te sabedoria, tranquilidade e fé. Junto com os teus companheiros procura nas bancadas o sentimento de imortalidade e superação para transformares este jogo de futebol no mais inesquecível triunfo do Vitória. Estarei nas bancadas do Jamor torcendo muito por ti, porque não quero perder a oportunidade de te ver brilhar. Mas joga também por mim, e por esta nação que te segue para todo o lado! Joga por quem sempre te apoiou. Tu já és um vencedor, passaste por muitas dificuldades neste ano que finda, e tens o meu reconhecimento. Mas se deste jogo saíres vencedor, serás lembrado para sempre como um herói. Se já conquistaste títulos, luta por mais este, torna-o no mais importante da tua vida. Se nunca conquistaste nada, joga com toda a vontade do mundo para sentires o doce sabor de ser Campeão. Acredito na tua conquista, na tua capacidade de superar desafios. Ainda mais quando tens um símbolo imortal ao peito. 

Só gostava de te pedir uma pequena coisinha, tão pequena que nem sequer devia estar em questão, mas estará e sei que estará. Cá vai: mesmo que as coisas não estejam fáceis… e poderão não estar… não desistas! Se tudo correr bem a euforia vai ser tal que haverá completos estranhos a abraçarem-se nas bancadas, homens a beijar mulheres, mulheres a beijar outras mulheres, e até homens a beijar outros homens que isto do futebol já não é o que era e ainda bem. Quando tudo corre bem não há mal que nos pegue! 

Mas… não desistas! Não desistas, que eu não desistirei! Não abdicarei do meu dever, como Vitoriano, de te apoiar, de apoiar a equipa e o treinador até ao último segundo. Supera-te! Alia o gesto à vontade. 

Ganha fôlego, sobe os degraus, corre, joga, berra, sua, bate palmas, gesticula, deixa tudo o que és e tudo o que tens, canta e grita tudo o que te apetecer. Torna-te parte do jogo e da vitória. Este jogo é o jogo! Por ti, pelos teus, pelos teus treinadores, por mim e pelos teus adeptos. Teus. Os de preto e branco. 

 Ganha o jogo e lambe os lábios. Abre uma garrafa de espumante na varanda do Jamor. Se nos encontrarmos, quando nos encontrarmos, beberemos um copo juntos. Desse espumante, que é o da vitória, que é teu, que é do Vitória. 

Que Deus te ilumine! Que a tua estrela brilhe! 

Meu caro Rui, 

Não duvido que os conseguirás motivar, que os farás acreditar. Sim, Rui, acreditar! Quando, um dia mais tarde, algum destes miúdos revelar todas as frases que tu dirás no balneário, a palavra que terá que aparecer em grande será essa: ACREDITAR! Vocês já venceram uma batalha: a da humildade. Que, no final, sejam o estandarte da vitória da modéstia, da simplicidade e da genuinidade. Não é impossível. Nada é impossível. O tudo está ao alcance de uma vitória, que não será tarefa fácil, eu sei. Mas não aceitemos que nos imponham uma premissa de medo, ou então tudo o que foi feito até aqui terá sido em vão. Não depende só de ti, eu sei, mas também depende de ti. Faz o teu papel, eu farei o meu, e deixemos que os outros falhem no deles. 

BOA SORTE A TODOS! 

1 Abraço Júlio Vieira de Castro – Sócio 2612 do Vitória Sport Club

3 Comentários:

Ricardo Silva disse...

Fantástico!!!

21/5/13 00:56
Ricardo Silva disse...

Fantástico!!!

21/5/13 00:56
José Silva disse...

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=823052

De onde apareceram estes bilhetes? O benfica tinha guardado alguns? Da federação? Dos patrocinadores da taça? Da Ass. de Fut. de Braga e/ou Lisboa?

E para nós? não há?

21/5/13 17:10