domingo, agosto 25, 2013

Empate com boa exibição (1-1)


Após a boa estreia com a Olhanense, o Vitória voltou a deixar uma boa imagem na deslocação à Madeira. Um empate a um golo mas num jogo que o Vitória mereceu algo mais. O golo de Crivellaro, de cabeça, valeu um ponto numa deslocação sempre difícil e manteve os vitorianos invictos no campeonato.

Rui Vitória não fez alterações no onze que tão boa resposta havia dado na primeira jornada e a exibição da equipa fez justiça às opções do treinador. O Vitória foi aliás dominador nos primeiros vinte minutos da partida - ao contrário da visão de Manuel Machado - e o golo de Diego Barcellos mostrou apenas a face de um Nacional "cínico" e eficaz, a aproveitar um deslize da defensiva vitoriana.

Com o golo, o Vitória tremeu um pouco e sentiu mais dificuldades para continuar a dominar a partida mas, foi precisamente nesta fase que Crivellaro recolocou alguma justiça no marcador.
Ao intervalo, o empate sabia a pouco para um Vitória melhor e mais perigoso do que o Nacional.

Na segunda parte, a partida foi mais dividida mas, ainda assim, o Vitória foi sempre mais perigoso e personalizado. Quando o desgaste se acentuou, talvez tenha faltado alguma dimensão ao banco às ordens de Rui Vitória para o Vitória definitivamente partir o encontro, mas ainda assim os vitorianos pareceram sempre mais próximos de chegar ao triunfo do que os madeirenses. Aliás, a supremacia no número de remates e ataques do Vitória relativamente ao seu adversário, demonstram a superioridade do Vitória.

Na próxima ronda, o Vitória recebe o homónimo de Setúbal, no Sábado pelas 18 horas. Um triunfo frente aos sadinos, dá corpo a um bom início de campeonato. De uma equipa que apesar de ainda estar em claro crescimento, vai dando provas de consistência mas, ainda com pouca dimensão em termos opções alternativas.



Foto: Sic Notícias

0 Comentários: