terça-feira, outubro 08, 2013

Quando o importante é ganhar (1-0)


 
Há jogos assim. Em que quando não dá para mais, o importante é ganhar. E ontem era um desses casos. O Vitória jogava na ressaca de um encontro europeu, perante um adversário directo no campeonato e tentava regressar aos triunfos depois de duas derrotas. E, ganhou. Afinal de contas, é apenas isso que vai contar, mesmo que tal não tenha sido conseguido com a exuberância ou tranquilidade que os adeptos gostariam.
 
E se na primeira parte o Vitória foi bem mais reactivo do que proactivo, na etapa complementar, a atitude e a garra de conquistar um triunfo não faltou. Marco Matias, foi o exemplo disso mesmo. Claro, talvez nem sempre definindo bem, mas incorporando aquilo que tantas e tantas vezes o adepto exige ao jogador. Crer, garra e atitude.
 
E foi mesmo Matias a resolver o encontro, já perto do fim, já depois da expulsão justa de um maritimista. Ganhou quem afinal de contas, sem que tenha deslumbrado, mas fez por isso. Se há coisa que Pedro Martins se pode queixar é do facto da sua equipa ter acreditado, cedo demais, que levaria um ponto de Guimarães.
 
O Vitória regressa assim aos triunfos, em vésperas de entrar em competição nas Taças, da Liga e de Portugal. Domingo, é com o Leixões, para a primeira mão da eliminatória da Taça da Liga.

 
Foto: RR

0 Comentários: