sexta-feira, novembro 08, 2013

Desilusão (0-1) (vídeo)



Quando não se pode ganhar, não se deve, pelo menos, perder. Esta será uma velha máxima do futebol mas que o Vitória não foi capaz de perceber na noite de hoje. Perante um Bétis bem melhor do que aquele que o Vitória enfrentou em Sevilha, os vitorianos sentiram sempre muitas dificuldades para impor o seu futebol.
 
A equipa espanhola teve quase sempre mais bola e o Vitória muitas dificuldades para conseguir estar ao nível do que já foi capaz nesta Liga Europa. Numa equipa onde o meio-campo foi curto, e no ataque se sentiu a falta de Marco Matias e Malonga, lesionados,, e onde Maazou voltou a mostrar não estar ainda a 100%, valeu Barrientos para agitar o futebol ofensivo da equipa.
 
Depois de ter passado por períodos complicados na primeira parte, o Vitória foi capaz de equilibrar mais o encontro no segundo tempo e também por isso não merecia ser castigado da forma como foi no último suspiro do desafio. Mas o futebol às vezes é cruel, como se sabe.
 
Se de um lado, saiu do banco o jogador que decidiu o encontro, do outro as opções forem menos felizes. Estranhou-se a saída de Barrientos - claramente o melhor em campo naquele período - e Ricardo, uma dos jogadores que saíram do banco, não foi capaz de acrescentar nada à equipa. Ao invés de fortalecer a equipa como pretenderia, Rui Vitória acabou por ver o Vitória perder qualidade.
 
Pior do que isso foi, nos instantes finais, a equipa não ter tido a maturidade suficiente para perceber que seria pelo menos importante segurar a igualdade. Não o fez e, com isso, pôs-se a jeito para ver o Bétis ser feliz. Num lance que nasce numa reposição precipitada, a defesa do Vitória dormiu a sesta e o recém entrado Chuli fez o único golo da partida.

Cruel e desolador. O Vitória sofria o golo no último momento da partida, sem que o merecesse. Ainda assim, e apesar da derrota, o Vitória apenas depende de si para seguir em frente. Dois triunfos frente a Rijeka e Lyon garantem a qualificação mas, agora sim, a margem de erro é muito diminuta. Mas, cabeça levantada, por antes da primeira final de dia 28 (na Croácia) há ainda vários jogos para ganhar!

Destaque também para os 22.602 espectadores que hoje estiveram no D. Afonso Henriques. E um lamento apenas para os incidentes que se verificaram ao longo do dia de hoje e que em nada devem orgulhar os vimaranenses. Tal como os incidentes verificados em Espanha, em nada devem orgulhar os sevilhanos.

Veja toda a fotorreportagem do encontro no facebook do VIMARANES em https://www.facebook.com/ovimaranes.blog.

 





Foto: MaisFutebol

0 Comentários: