segunda-feira, novembro 11, 2013

Eficácia e falta de soluções (0-2) (vídeo)


Encontrar o Porto nesta fase da Taça de Portugal não era desejável. Encontrar o Porto no cenário actual de muitos jogos consecutivas nas várias competições e amputado de vários jogadores ainda pior. Mesmo com todas as dificuldades e perante um Porto que não tem brilhado mas tem um plantel com muitas soluções, o Vitória tinha naturais ambições de passar à próxima eliminatória.

Contudo, o golo com grande dose de felicidade de Fernando logo aos 14 minutos acabaria por dificultar ainda mais um jogo que por si só estava longe de ser fácil. E, mesmo que o Vitória tenha reagido bem, o Porto voltou a ser letal na forma como aproveitou mais um erro vitoriano para fazer o 0-2 e praticamente resolver a eliminatória.

Não se poderá dizer que a equipa não lutou, porque o fez sempre, mas a verdade é que a falta de soluções no sector mais avançado acabou por ser fatal quando pela frente está uma equipa do poderia do Porto. O triunfo ajusta-se, ainda que exagerado e o Vitória fica cedo fora da competição que conquistou no ano passado.

O mês de Novembro guarda ainda várias decisões, em várias frentes e a equipa terá de reagir rapidamente, ao mesmo tempo que se aguarda a recuperação total de jogadores como Marco Matias e Malonga para que Rui Vitória disponha de mais soluções. 

Uma última nota para Nii Plange. Já tinha ficado mal na fotografia na passada quinta-feira quando saiu sem cumprimentar Ricardo Gomes e hoje voltou a ficar quando, chamado por Rui Vitória, terá mostrado pouca "disposição" de entrar em campo, o que levou a que o treinador mudasse de ideias e optasse pela entrada de Crivellaro. Duas atitudes que merecem uma reflexão, essencialmente do jogador. Porque uma das razões pela qual o Vitória conseguiu a temporada que conseguiu na época passada, foi a união do grupo e o facto de não haver quem se julgava melhor do que os outros.

Venha o Leixões, num jogo que depois destes 3 maus resultados, ganha ainda maior importância!

0 Comentários: