sexta-feira, novembro 29, 2013

Empate em Rijeka "elimina" Vitória (0-0)


 
 
Amargo. Talvez seja o melhor adjectivo para definir o estado de espírito depois do resultado de ontem. Acima de tudo porque fica o amargo na boca do Vitória não ter, pelo menos, adiado todas as decisões para o último jogo. E a equipa merecia tê-lo conseguido pela prestação honrosa que acabou por ter nesta edição da Liga Europa.
 
Não fosse a arbitragem em Sevilha ou até o golo já na compensação em Guimarães frente ao mesmo adversário e o Vitória teria esse direito de discutir até ao último round. Esta noite, perante um adversário que ainda não perdeu em casa esta época e contra quem Bétis e Lyon também empataram, o Vitória não conseguiu a vitória que perseguia. Mas a equipa lutou e teve oportunidades. Douglas disse sim quando foi chamado, Paulo Oliveira fez mais uma exibição absolutamente imperial, André carburou até não mais poder e Tomané e Barrientos foram forçando para conseguirem o golo que todos mereciam.
 
Talvez esta possa ser uma visão demasiado romântica, mas convém não esquecer que à partida para este sorteio todos admitiam como muito difícil a qualificação. O Vitória sai da Liga Europa mas ainda terá um encontro para procurar prestígio e dinheiro. E mais do que isso para ganhar embalo para um 2014 que todos esperamos pelo menos tão positivo como 2013. ~
 
Agora, cabeça virada para o campeonato porque a maturidade que faltou em alguns momentos só se consegue com mais participações europeias e por isso há muito a ganhar no campeonato, começando já por segunda-feira!

0 Comentários: