domingo, novembro 03, 2013

"Não jogarás, nem deixarás jogar" (1-0)


 
Será este um dos novos mandamentos da lei de Deus. Do João de Deus, claro está. A partida desta tarde teve 45 minutos de futebol, entretido. E depois, uma segunda parte onde o Gil Vicente não quis jogar, nem deixou jogar. Usando das armas permitidas no futebol português, os de Barcelos fizeram aquilo que têm feito, segundo rezam as crónicas, várias vezes esta temporada e, olhando para a classificação e para mal dos adeptos que gostam de futebol, com resultados positivos.
 
A juntar a isto, a equipa vitoriana contou também com uma má arbitragem de Rui Costa e dos seus auxiliares. Gabriel deveria ter sido expulso no final da primeira parte por agressão a Leonel Olímpio, mas o árbitro portuense ficou-se pelo amarelo. Na segunda parte, Moreno viu mal anulado o golo do empate. Depois disso, e a bem da verdade há um lance que poderia ter dado expulsão a Douglas e respectiva grande penalidade. Mau demais.
 
Aliás, Douglas que tantas vezes tem sido a principal muralha deste Vitória, hoje teve um jogo infeliz. Acontece aos melhores. E Douglas, é seguramente dos melhores. Mal batido no golo de César Peixoto, conseguido pelo Gil Vicente numa altura em que só dava Vitória.
 
E se até à meia hora, o Vitória poderia e deveria ter aproveitado para inaugurar o marcador, depois do golo do Gil tudo ficou mais difícil. Principalmente, quando na segunda parte o Gil Vicente simplesmente não quis jogar futebol. Anti-jogo sistemático, do pior que se vê no futebol mas que pelos vistos dá bons resultados pelos lados de Barcelos.
 
Uma nota também negativa para a lesão de Marco Matias. Mais uma. Depois das de Abdoulaye e Malonga, e apesar dos regressos hoje de Nii Plange e Maazou, este último claramente ainda com limitações. Ainda por cima numa altura em que o futebol não pára. Quinta e domingo há mais, e com carácter decisivo.
 
Finalmente, ficam os parabéns. Para Rui Vitória e pelos 100 jogos. Um treinador que o Vitória tudo deverá fazer para segurar. Parabéns, mister!
 
 
 
Foto: Sítio Vitória SC

2 Comentários:

luis cirilo disse...

Subscrevendo grande parte do que escreves permito-me,apenas, acrescentar um detalhe.
O Vitória tem de jogar mais.
E melhor.
Porque embora as lesões enfraqueçam a equipa (especialmente a de Maazou)o plantel tem soluções suficientes para dar uma resposta mais positiva do que aquela que vimos ontem.
É verdade que o anti jogo do Gil foi vergonhoso.
Mas nós devemos,essencialmente, queixarmo-nos de nós próprios.

4/11/13 20:42
Vimaranes disse...

Com as críticas a factores externos, não quero claro esquecer as nossas próprias culpas. Embora neste jogo haja determinadas atenuantes que será impossível não esquecer. O Vitória foi melhor até ao golo e o golo, num erro pouco habitual de Um guarda redes que já tantos pontos nos deu, foi um balde de água fria. Na segunda parte creio que não houve jogo, simplesmente. As várias lesões da equipa e o facto de estarmos na antecâmara de mais um jogo da liga Europa talvez tenham retirado um pouco do foco dos jogadores. E isso não sendo desculpa, sabemos que muitas vezes é assim. Também por isso estava à espera de outro tipo de rotatividade, como a colocação de André André por exemplo. Mas espero que quinta-feira tenhamos uma resposta positiva para embalar para um final de água repleto de resultados positivos como todos esperamos. Com a ajuda de todos e a presença de muitos vitorianos!

4/11/13 22:12