sábado, janeiro 18, 2014

Atitude, raça e bom futebol (0-1)



Depois da derrota frente ao rival, era importante que o Vitória deixasse uma imagem completamente diferente na deslocação a Olhão. E a verdade é que o conseguiu. Uma atitude completamente diferente, períodos de excelente futebol, mesmo com um relvado muito difícil, e acima de tudo um triunfo inteiramente justificado e que apenas pecou por escasso.

O Vitória terá ficado a dever a si mesmo uma goleada por números bem gordos, tantas que foram as oportunidades desperdiçadas no José Arcanjo. Aliás, só mesmo por culpa dessa falta de inspiração no momento da finalização é que os vitorianos acabariam com o "credo" na boca, nos minutos finais, já em inferioridade numérica, e quando a Olhanense foi "despejando" bolas para a área vitoriana.

Contudo, o Vitória foi sempre superior à equipa algarvia que provou também neste jogo ser uma mais mais débeis do campeonato. Mesmo depois da expulsão injusta de Abdoulaye, o Vitória foi sempre superior e por isso os três pontos viajaram justamente para a cidade-berço.

Num jogo com apenas um golo, é justo que se destaque aquele que por força disso acabou por ser o homem do jogo, Tomané. O jovem jogador vitoriano continua a dizer presente e apontou mais um golo no campeonato. Fê-lo com uma assistência de Crivellaro, no regresso à titularidade do brasileiro. E como é diferente o futebol do Vitória com Crivellaro. O médio vitoriano voltou a jogar e a fazer jogar e a deixar o perfume do seu futebol em campo. Para além dele, destaque para as exibições de Barrientos, um dos melhores do Vitória, de André - uma vez mais gigante no "miolo" - e para Addy. O ganês regressou à titularidade, "roubando" a titularidade  Luis Rocha e esteve em bom plano, apesar do muito trabalho que o melhor da Olhanense, Femi, lhe deu.

Começou há pouco, mas volta a parar. É que o campeonato regressa, de novo, apenas em Fevereiro com o Vitória a receber no D. Afonso Henriques, o Nacional, em mais um jogo importante na luta por um lugar europeu.




Foto: MaisFutebol

0 Comentários: