terça-feira, abril 08, 2014

Não, não tenho saudades



Deixem-me navegar contra a onda que, ao que parece, se instalou no futebol português. Deixem-me ter memória. Deixem-me defender, mais do que o futebol português ou a emotividade e a competitividade dos seus jogos, a verdade. Deixem-me dizer que, ao contrário daquilo que parece ser uma opinião generalizada dos clubes portugueses e da esmagadora maioria dos comentadores de futebol, não tenho saudades do Boavista e não posso concordar com a sua subida administrativa, alcançada à custa de uma ridícula prescrição e não da negação do conteúdo das acusações de que o clube foi alvo. Um processo que puniu o clube por coação de árbitros de futebol, e o empurrou para a 2ª liga e não para os campeonatos não profissionais para onde este acabaria por cair por causa de uma gestão incompetente.
 
Num futebol português onde tudo se tenta apagar, sobe-se agora o Boavista esquecendo-se as razões que levaram a justiça desportiva a despromovê-los e provando uma vez mais que o futebol português tem memória curta. Memória curta, porque esquece a forma como este Boavista cresceu, como muitas vezes ganhou e como não raras vezes os seus triunfos foram à custa do prejuízo do Vitória.
 
Não, não tenho saudades dos jogos com o Boavista. Tenho é saudades de ver o D. Afonso Henriques cheio, de ver o Vitória ganhar, de ver o Vitória jogar bom futebol. Tenho saudades de momentos como o daquela tarde inigualável no estádio do Jamor. Tenho saudades de ver Guimarães de mãos dadas com o seu Vitória.
 
Não, não acho que o futebol português saia beneficiado com a subida do Boavista. O futebol português nunca sairá beneficiado com a subida de quem tão mal fez a este mesmo futebol. Mais do que isso, a primeira liga de futebol só sai beneficiada com a subida dos que o fazem por mérito próprio e não à boleia de alargamentos de última hora.
 
Permitam-me que não tenha saudades de quem tanto nos tirou nos bastidores. Permitam-me que não fique feliz com o regresso de quem tão mal nos quis. Sim, talvez aqui esteja espelhado algum rancor, mas deixem-me gostar primeiro do Vitória e depois do futebol português.
 
E sim, prefiro duelos com clubes de dimensão inferior que até nos vençam justamente nas quatro linhas, do que recordar duelos com o Boavista onde tudo afinal estava decidido antes do jogo acontecer...

9 Comentários:

José Miguel Novais Freitas disse...

Subscrevo!Vitoria Sempre!
Um abraço

8/4/14 18:19
Flávio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Santos disse...

Meu caro Vimaranês, subscrevo na íntegra o seu excelente texto, no qual poderia substituir "Vitória" por "Belém" que continuaria certeiro. O Boavista dos Loureiros e dos vândalos, que até na 2ª B continuam a semear a desordem, não interessa à I liga e muito sinceramente preferia que o Belenenses, se ficasse em 15º, descesse à 2ª liga do que beneficiasse de um playout com o 3º classificado da 2ª liga, à conta da repescagem dos "remendados" (como a malta do Belém lhes chama). Um abraço e no sábado que ganhe o melhor! ;)

9/4/14 15:51
Vimaranes disse...

E lá estarei Sábado no Restelo, com o gosto de sempre de ir ao vosso estádio (apesar de distância), esperando claro um triunfo do meu Vitória, mas ao mesmo tempo esperando que o Belenenses no final do campeonato consiga ficar na 1ª liga. Um abraço e boa sorte!

9/4/14 16:21
Flávio Santos disse...

Obrigado. :) No Verão passado tive o prazer de passar uns dias em Guimarães, cidade maravilhosa e tão simbólica para quem preza a nossa História! E, claro, chamou-me a atenção a quantidade de bandeiras do VSC às janelas, além da ausência de símbolos alusivos aos "três estarolas". :)

9/4/14 17:09
luis cirilo disse...

Subscrevo inteiramente. Esse clube é o maior inimigo (sem aspas) que o Vitória teve nos ultimos 40 anos.
Fizeram tudo, mas tudo, para nos prejudicarem.
Por mim não voltavam nunca.
Até porque não estão inocentes.
O processo é que foi mal elaborado

16/4/14 01:21
antonino oliveira disse...

Caro Luis, diz o senhor « Esse clube é o maior inimigo (sem aspas) que o Vitória teve nos ultimos 40 anos.»

Lamento em parte desdizê-lo. Mas essa gente mais que inimigo figadal do Vitória (não o do KB),foram e são inimigos do futebol, por conseguinte inimigo de outros clubes, embora admita que o Guimarães possa ser dos mais prejudicados.

É o futebol que temos, espelho da gentalha que (des)governa o país.

Cumprimentos




17/4/14 17:03
antonino oliveira disse...

Caro Luis, diz o senhor « Esse clube é o maior inimigo (sem aspas) que o Vitória teve nos ultimos 40 anos.»

Lamento em parte desdizê-lo. Mas essa gente mais que inimigo figadal do Vitória (não o do KB),foram e são inimigos do futebol, por conseguinte inimigo de outros clubes, embora admita que o Guimarães possa ser dos mais prejudicados.

É o futebol que temos, espelho da gentalha que (des)governa o país.

Cumprimentos




17/4/14 17:03
José Mota disse...

O vosso problema, adeptos e dirigentes do Vitória SC, é reconhecer que somos melhores,que o fomos e sempre o seremos. Não me venham dizer que a nossa campanha na liga dos campeões em 2001/02 foi prevista antes dos jogos começarem que isso não pega, para não falar no título de 2000/2001 que esse foi limpinho. Tratai de arranjar gente competente para vos dirigi, palneai bem as épocas e depois falamos. Já agora, a época que há pouco terminou, e que pelos vistos tão mal vos correu, também teve a "mão" do Boavista? Francamente, haja honestidade até no domínio da emissão de opiniões.

17/5/14 21:23