terça-feira, setembro 02, 2014

André - o pequeno gigante!


O André não precisará de elogios. Não precisará de correntes em redes sociais para exigir a sua convocatória para a selecção. Nem tão pouco precisará que qualquer um de nós, conhecendo o seu valor como jogador ou como profissional, digamos ou escrevamos vezes sem conta que André André merece ser olhado de outra forma por Paulo Bento.

O que André André precisa, e fá-lo como ninguém, é responder em campo. Responder com a sua classe, com a sua qualidade, com a sua capacidade de trabalho, capaz de arrastar a equipa mesmo quando esta parece numa terrível encruzilhada. 

Talvez a ironia destas coisas esteja no nome do seleccionar. Paulo Bento, conhece o Vitória. Sabe bem o que é jogar de Rei ao peito. Sabe o que é jogar fora dos clubes da situação. E sabe o que é ser-se jogador fora da rede do empresário do momento. Sabe o que é subir a pulso uma carreira. Paulo Bento sabe tudo isso, mas não coloca em prática.

Mas não se pense que o espanto é apenas nosso. Não é. É de todos aqueles que vão seguindo o futebol. O comentador da TVI Pedro Sousa, dizia no passado domingo que "para se ser seleccionador é preciso ver-se mais à frente. Que é fácil convocar jogadores que estão já no Málaga ou no Valência, mas difícil é convocá-los quando ainda jogam em Setúbal", continuava dizendo "porque não se olha para o momento? Porque não se convoca André André e Tomané?". Pois é. A resposta é difícil de dar. E se relativamente a Tomané nos podemos escudar na convocatória dos sub-21, no caso de André André o caso assume contornos estranhos, até atendendo ao naipe de jogadores escolhidos.

Nós, por cá, sabemos o que  o André vale. O tipo de homem, de profissional e de jogador que é. Nós, por cá, sabemos que o André não se deixará afectar pelas convocatórias e que continuará a responder em campo, como o fez no passado sábado no Restelo. Com a garra habitual e com a classe de sempre. E esperando que, a qualquer momento, Paulo Bento tire a venda, ou que o deixem tirar, e possa olhar "mais à frente". 

Por enquanto o André continuará a fazer o seu caminho, ao lado de uma equipa jovem, com potencial, aguardando que um dia a selecção volte a ser de todos nós!

0 Comentários: