segunda-feira, outubro 20, 2014

Obrigação cumprida (2-0)


A tranquilidade de Moura ficou suspensa por algumas horas. Afinal de contas, um dos maiores clubes do futebol português visitava o Alentejo e ninguém ousaria ficar indiferente. A tarefa não era propriamente das mais fáceis mas a festa da Taça de Portugal vale por isto também. Pela descentralização do futebol e pela festa para os clubes menores.




Os outros (o Vitória neste caso), se querem chegar longe, cabe-lhes em campo suar e correr mais do que o adversário e tentar provar que se na teoria são melhores, na prática têm também de o deixar bem evidente.

O Vitória foi tudo isso em Moura. Uma equipa competente que soube contornar os obstáculos colocados pelos alentejanos (e foram muitos) e vencer de forma inteiramente justa, com um auto-golo e uma grande penalidade convertida por André. 

O caminho que se espera longo na Taça de Portugal, começou ontem e espera-se que termine apenas no Jamor. Ainda há muitas batalhas para vencer, claro, mas o sonho comanda a vida! Sexta-feira, por exemplo, há mais um jogo para jogar e ganhar, em Setúbal.

0 Comentários: