domingo, novembro 02, 2014

E tudo o árbitro levou (2-1)



O Vitória já esfregava as mãos e já fazia contas ao quarto triunfo consecutivo mas a verdade é que não contava com a entrada em campo do avançado do Desp. Aves, Luis Godinho. Perdão, do árbitro Luis Godinho. Se é verdade que de Borba, Évora, as castas costumam ser boas, ficamos hoje a saber que de lá não saem bons árbitros.

Numa partida totalmente controlada pelo Vitória B, tudo fazia prever que os vitorianos saíssem vencedores, principalmente depois de Crivellaro ter inaugurado o marcador no início da segunda parte e dando justiça à melhor qualidade dos vitorianos.

Contudo em apenas um minuto tudo se alterou. Aos 89 minutos, Luis Godinho assinalou um pontapé livre directo mesmo ao jeito do veterano Jorge Ribeiro, numa falta inexistente e aos 90 minutos, descortinou uma falta que ninguém viu e que transformou numa grande penalidade a favor dos da casa. O Desportivo das Aves aproveitou os dois lances para operar a reviravolta no marcador, enquanto que o Vitória B viu três pontos fugir-lhe das mãos, para além de ainda ter visto Arrondel e o treinador Armando Evangelista serem expulsos. Para além destes dois lances, há ainda a registar uma grande penalidade a assinalar a favor do Vitória B ainda no primeiro tempo.

Depois de três vitórias consecutivas, os vitorianos perderam na Vila das Aves, mas a verdade é que a equipa não merecia a traição dos últimos minutos e merecia ter somado mais um triunfo no campeonato. Na próxima quarta-feira, o Vitória recebe o Desp. Chaves no Estádio D. Afonso Henriques.

0 Comentários: