segunda-feira, dezembro 08, 2014

Só faltou o golo em exibição com tanta qualidade (0-0)


Sérgio Conceição tem razão ao estabelecer como seu objectivo ficar à frente deste Vitória. Porque ficar à frente de uma equipa com esta qualidade, só pode ser um objectivo motivador. Este domingo, o Vitória voltou a deixar claro aquilo que já havia sido evidente no jogo da Taça de Portugal. O Vitória é, nesta altura, melhor equipa do que o seu rival e hoje poderia ter até saído com os 3 pontos da pedreira. 

Diria mesmo que esta terá sido a equipa mais jovem que jogou no municipal nos últimos anos, mas também aquela que praticou o futebol mais adulto e de mais qualidade. Aliás, a excelência da exibição no primeiro tempo, teria mesmo merecido um golo e porventura bem que poderia ter resultado na conquista dos três pontos. 

Este Vitória voltou a ser gigante. Exibição personalizada e de grande qualidade e mais uma resposta - como se ainda fosse precisa - àqueles que continuam a duvidar da classe deste jovem Vitória. Mesmo quando, a equipa teve de se unir perante as expulsões (a pressão dos últimos tempos teria de surtir efeito) e segurar o encontro. 

Pará domingo, o Vitória terá menos três jogadores, por castigo. Mas, perante a resposta que tem sido dada, o problema é mais dos que não podem jogar, do que daqueles que irão jogar. Porque este grupo já demonstrou que é nos momentos mais difíceis que responde melhor. 

Hoje, não há vitoriano que não sinta orgulho nesta equipa. E diria mais. Não há vitoriano que se orgulho de ter Rui Vitória como treinador e não ter os Sérgios desta vida...

0 Comentários: