sábado, fevereiro 21, 2015

Nadaram, nadaram... mas morreram na praia (2-2)



Ponto prévio. Não é possível jogar futebol nas condições em que se apresentou esta noite o relvado do estádio da capital do móvel. A chuva intensa que se abateu sobre Paços de Ferreira antes e durante o jogo, tornou o relvado totalmente encharcado e tornou o desafio uma verdadeira lotaria. Perante isto, qualquer análise sairá enviesada, porque não foi possível jogar futebol.

Posto isto, também me parece evidente que esta noite não há nada a apontar à equipa no que toca à atitude competitiva que porventura terá faltado, na mesma dose, em partidas anteriores. Hoje a equipa lutou e quis vencer e fê-lo com a garra que tantas vezes exigimos. 

Rui Vitória tentou surpreender com o "onze", mas acabou ele também surpreendido pelo estado do relvado que lhe terá dado a volta a toda a estratégia montada. Estou certo que, soubesse Rui Vitória no estado em que ficaria o relvado e o onze escolhido seria diferente. Aliás, o próprio treinador percebeu ao intervalo que o jogo estava mais para lutar do que para jogar. Infelizmente, o relvado parecia em óptimas condições a uma hora do desafio começar mas depois... ficou transformado numa verdadeira piscina.

Claro que houve erros individuais que custaram caro. Se Assis foi o melhor na passada sexta-feira, esta noite foi infeliz nos dois golos sofridos. E mais do que isso, a equipa demorou a adaptar-se a jogar nas condições que encontrou em Paços de Ferreira e isso custou cedo a desvantagem.

Com o empate de Saré e acima de tudo o golo de André a 15 minutos do final, parecia que o Vitória poderia conseguir de uma vez por todas reencontrar o trilho dos triunfos. No entanto, e num jogo de lotaria, o Paços ainda chegaria ao empate mesmo em cima do final.

Depois de uma entrada em falso, o Vitória nadou como pôde na piscina de Paços de Ferreira, mas acabou mesmo por morrer na praia e conquistar apenas o terceiro ponto em 15 possíveis neste início de segunda volta. Mas hoje, convenhamos, com este ou outro onze qualquer melhor... talvez só mesmo a equipa de pólo aquático do Vitória.

Venha o Marítimo. Sexta. De novo.

0 Comentários: