sábado, abril 18, 2015

Valente lição! (1-0)



De quem quis mais, de quem lutou mais, de quem foi melhor. Foi um triunfo dos verdadeiros conquistadores contra a sobranceria! Uma grande resposta do colectivo numa altura em que a margem de manobra era cada vez mais reduzida. A equipa correspondeu. Foi gigante na atitude competitiva e na garra, com um espírito tremendo, principalmente na segunda parte em que anulou por completo o adversário.

Desta vez, sem expulsões e sem outros incidentes, a equipa mostrou ao longo dos 90 minutos, aquilo que em parte já tinha deixado em campo até à expulsão no reduto do Moreirense. Mas, acima de tudo, mostrou querer mais do que o adversário e isso, nestes jogos, costuma ser decisivo. Muito mais do que qualquer apito das bancadas. 

O golo de Ricardo Valente trouxe justiça ao marcador, num triunfo que face à produção do segundo tempo poderia ter sido bem mais dilatado. Por mérito da equipa, claro, mas também do extraordinário ambiente que os adeptos do Vitória (mais de 15 mil) conseguiram criar, mostrando que também eles podem ser decisivos nas finais que restam neste campeonato. 

Três pontos conquistados, num jogo que era de alto risco para a moral das tropas para o que resta do campeonato. Mas atenção. Ainda há cinco finais, e o que se deseja, é que o mesmo espírito conquistador que hoje elogiamos esteja presente nos próximos jogos, começando já por Vila do Conde.

0 Comentários: