segunda-feira, dezembro 14, 2015

E o arranque que demora



A época está longe de agradar. O último jogo com o Marítimo foi mais um exemplo disso mesmo. Um Vitória que joga no limite do "suicídio". Capaz de mandar, de criar mas incrivelmente inconsistente atrás. Um Vitória que evidentemente vai bem a tempo de terminar nos lugares que perspectivava no início da mesmo, mas que terá forçosamente de melhorar, como equipa essencialmente.

O arranque definitivo parece estar a tardar e já são vários os exemplos de momentos em que o "clique" parece estar próximo e não aparece. Falta consistência, onde já há intensidade. Falta solidez, onde já se vem garra. Mas falta muito mais, se o objectivo for andar junto dos de cima...

0 Comentários: